sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Fotógrafa denuncia assédio de escritor vencedor do prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura

janeiro 24, 2020
Foto: Reprodução/Facebook

A fotógrafa Janine Ribeiro, que trabalha na Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, denunciou, na última segunda-feira (20), através de um post em sua conta do Instagram, o escritor Walther Moreira dos Santos, vencedor do 6º Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura, por assédio.

De acordo com o post de Janine, conhecida como Jan Ribeiro pelos colegas, o assédio aconteceu durante a sessão de fotos dos vencedores do prêmio, na última quinta-feira (16). "Tudo correu bem na manhã e no início da tarde de fotos até ele chegar berrando 'o segredo para relaxar numa sessão de fotos é imaginar a fotógrafa nua!'", escreveu.

Apesar de não ser a primeira vez de Jan fotografando o escritor, ela conta que nunca se sentiu constrangida enquanto fotografava. “Foi a primeira vez que me senti profundamente constrangida e desrespeitada no exercício de minha profissão. Ri de nervoso.Tentei tirar por menos mas ele não parou. Diante da câmera, com a sessão dele já em andamento, disparou outra vez 'Você está completamente nua agora'”. “Não estou não, estou completamente vestida. De burca, aliás”, respondeu a fotógrafa, que seguiu com o ensaio como jeito de “disfarçar o desconforto perante o que foi dito”. Jan lamentou a situação e afirmou que não é amiga do escritor. “Não sou amiga de Walther, nunca fui, mas mesmo assim me peguei pensando no que eu fiz para ele entender que tinha liberdade para 'Brincar' comigo desse jeito.”

“Não tive culpa alguma. Não foi a minha roupa. Não foi o meu comportamento. Eu estava trabalhando. A gente é forte, mas cansa ter que viver certas coisas”, concluiu.

Segundo a fotógrafa, ela foi incentivada pelo secretário da Cultura, Gilberto Freyre Neto, e registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Boa Vista na terça-feira (20). O caso foi registrado como injúria, já que não houve contato físico e nem o escritor a obrigou a tocá-lo.

Na própria postagem, Walther respondeu Janine com um pedido de desculpas. “Ju [sic], vou reiterar meu pedido de desculpas, feito hoje cedo no Facebook. Em nenhum momento e sob nenhuma hipótese foi do meu intento magoá-la. Imaginei estar fazendo uma brincadeira no sentido de descontrair nossa sessão de fotos. Me perdoe. Repúdio qualquer tipo de assédio,” escreveu.

A mãe da fotógrafa também comentou o post defendendo a filha.” Como um macho do século XXI desprezível que demonstrou ser no alto da sua competência, quero que saiba que estou só esperando a decisão de uma mulher digna de 30 anos, para jogá-lo na mídia e saber o que os nossos juízes acham da sua nobre atitude”, escreveu.

“Tome um chá de hombridade, integridade, solicitude, cavalheirismo e outras coisas mais que não lhe cabem. Sou Christiane Ribeiro. Mulher, negra e mãe e de Jan Ribeiro. Só tem um lugar onde desejo vê-lo.”, concluiu.

Em nota, a Secretaria de Cultura lamentou o ocorrido. 

“A Secretaria de Cultura e a Fundarpe lamentam profundamente o fato relatado pela fotógrafa Jan Ribeiro, ocorrido na última quinta-feira (16/01) e que veio a público somente nesta segunda-feira (20/01), e defendem a rigorosa apuração do caso pelas autoridades competentes.”

A Secretaria da Mulher também divulgou uma nota de solidariedade a Janne Ribeiro.

"A Secretaria da Mulher de Pernambuco se solidariza com a fotógrafa Janine Ribeiro, que atua na Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, por denunciar em post de sua conta no instagram, o assédio sexual sofrido pela profissional, no exercício do seu trabalho, pelo escritor Walther Moreira dos Santos, vencedor do 6º Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura.
O assédio é crime, tipificado na Lei 13.718/2018. A violência sofrida por Janine é uma das expressões do machismo, que ofende, constrange, oprime, desqualifica e objetifica as mulheres em espaços públicos.
Atos libidinosos, palavras ofensivas, invasão da intimidade, piadas sexistas não são brincadeiras, são agressões. Essas atitudes deploráveis autorizadas pelo machismo precisam ser vigorosamente repudiadas. A forma de coibir esse crime é a denúncia, punição exemplar do agressor pelas autoridades competentes.
A Secretaria da Mulher de Pernambuco parabeniza e reforça a atitude da Secretaria de Cultura do Estado em acompanhar o caso e se coloca á disposição de Janine Ribeiro, colocando a importância de todas as mulheres denunciarem qualquer tipo de violência sofrida nos espaços público e privado.
As denuncias podem ser feitas através da Ouvidoria da Mulher pelo número 0800.281-81-87 . O nosso plantão para atendê-las funciona por 24h, todos os dias da semana!."
Informações: Instagram de Janne Ribeiro/ Folha de Pernambuco

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Baile Municipal de Afogados da Ingazeira terá Araketu

janeiro 21, 2020

A banda baiana Araketu é a atração confirmada do Baile Municipal de Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, que acontece no dia 8 de fevereiro. O evento vai acontecer a partir das 21h no espaço Wilton Britto, no Hotel Brotas.

Na programação musical, foram confirmadas como atrações as bandas Araketu e Patusco, além da Orquestra Show de Frevo. 

Informações sobre mesas e ingressos podem ser obtidas pelo telefone (87) 99958-0056.

Amannda Oliveira

Concurso dos Papangus vai pagar mais de R$ 24 mil em prêmios

janeiro 21, 2020
Foto: Internet

O "Concursos dos Papangus" do carnaval de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, vai pagar mais de R$ 24 mil reais para os vencedores deste ano.

De acordo com a assessoria de imprensa, os interessados vão poder se inscrever nas categorias adulto com modalidades individual, dupla e grupos; e nas categoria infantil e infanto-juvenil.

As inscrições serão feitas no dia do concurso, que é realizado no domingo, dia 23 de fevereiro, às 9h, no palco da Praça Centenária. 

Mais informações podem na Secretaria de Turismo, localizada na Rua 15 de Novembro, no Centro, ou através do telefone (81) 3728-6706.

Informações: ASCOM

Governo de Pernambuco lança o edital do 15º Concurso de Registro de Patrimônio Vivo

janeiro 21, 2020


Reconhecer e apoiar mestres, mestras e grupos da cultura tradicional e popular de Pernambuco, o valor do seu legado e sua contribuição para a transmissão desses conhecimentos para pessoas de gerações mais novas, a fim de que mantenham os saberes e fazeres dos mais antigos. Este é o objetivo do Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco (RPV), criado pelo Governo de Pernambuco, e gerido por intermédio da Secretaria de Cultura – Secult/PE e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – Fundarpe. As inscrições para o 15º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo ocorrem até o dia 20 de março.

As propostas de candidaturas podem ser feitas presencialmente ou por correspondência (para a Fundarpe / Gerência Geral de Preservação do Patrimônio Cultural / Rua da Aurora, 463/469, Boa Vista, Recife-PE, 50050-000).

Acesse aqui os editais e seus anexos. E, aqui, um folder com as principais informações do 15º Concurso de Registro de Patrimônio Vivo.

A candidatura, seja de pessoa física ou grupo, deve ser feita por uma entidade proponente, e não pelo próprio interessado. São consideradas aptas para apresentar candidatura: a Assembleia Legislativa de Pernambuco; as câmaras de vereadores dos municípios pernambucanos, além de entidades sem fins lucrativos, sediadas no Estado e atuantes a mais de dois anos.

A avaliação das propostas é feita pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural – CEPPC, que anualmente escolhe seis novos candidatos que passam a receber o diploma do Governo de Pernambuco com o título de “Patrimônios Vivos de Pernambuco” além de uma bolsa mensal vitalícia, no valor de R$ 1.600,00 (no caso de pessoa física) e R$ 3.200,00 (quando for grupo, entidade, agremiação ou associação).

Segundo o edital, “as bolsas de incentivo financeiro são destinadas a pessoas físicas ou jurídicas que tenham alcançado um estágio de reconhecida capacidade profissional ou institucional, escolhidas em decorrência de processo de seleção pública, que leva em consideração as justificativas, os currículos, o mérito e a qualidade dos trabalhos executados pelos candidatos à inscrição no RPV-PE”.

“É sempre uma honra e uma alegria para nós o processo de escolha dos novos Patrimônios Vivos. Pernambuco foi pioneiro na criação da lei, que hoje é uma referência para todo País, e a cada ano continuamos em busca de aprimorar. Conseguimos aumentar o número de Patrimônios escolhidos por ano de três para seis selecionados. Também já melhoramos o valor da bolsa vitalícia e desburocratizamos processos de apresentação de propostas para que eles integrem a programação de ações de Secult/Fundarpe em ciclos festivos. Nossa política para valorização dos Patrimônios Vivos é hoje uma prioridade, que se reflete na valorização cada vez maior que o Estado tem para com a nossa cultura tradicional e popular”, coloca Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe.

“O Registro do Patrimônio Vivo é um grande exemplo da valorização da política que queremos fortalecer, focada na diversidade dos nossos patrimônios materiais e imateriais, bem como na formação e na produção de novos conhecimentos, a partir dos saberes tradicionais. A cada ano, com o reconhecimento de novos mestres, mestras e grupos que são a base de nossa tradição cultural secular, fortalecemos ainda mais a base criativa da nossa cultura”, coloca o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto.

A avaliação das candidaturas inscritas acontecerá em diferentes etapas. Primeiramente, etapa de habilitação documental, depois uma Comissão Especial de Análise elaborará pareceres sobre as candidaturas habilitadas considerando critérios, tais como: relevância do trabalho desenvolvido, idade do candidato ou tempo de existência do grupo e avaliação da carência social. Numa terceira etapa, os próprios candidatos apresentam seus trabalhos para uma plateia formada por conselheiros do CEPPC, responsáveis pela seleção dos contemplados, e por fim, em reunião ordinária o CEPPC deliberará o resultado final. A previsão é que a diplomação dos novos Patrimônios Vivos ocorra na cerimônia de celebração do Dia Nacional do Patrimônio Cultural, comemorado em 17 de agosto.

Panorama
A Lei do Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco Lei Estadual 12.196/2002, normatizada por meio do Decreto nº 27.503/2004, deu início, em 2005, ao Concurso do Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco – também conhecido como RPV – PE, fortalecendo as estratégias de salvaguarda dos saberes populares e tradicionais de mestres, mestras e grupos em diferentes áreas culturais e regiões do Estado. Inicialmente, registravam-se 3 (três) novos Patrimônios Vivos, situação alterada pela Lei Estadual 15.944/2016, aumentando para 6 (seis) os registros anuais no RPV- PE.

A substituição, em 2014, do antigo Conselho Estadual de Cultura pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural – CEPPC incluiu membros eleitos pela sociedade civil representando diferentes segmentos culturais, ampliando assim a participação social na escolha dos Patrimônios Vivos do Estado.

Na primeira edição do Concurso, ocorrida em 2005, reconheceram-se Patrimônios Vivos referentes aos anos de 2002, 2003, 2004 e 2005. Em 2015 houve a interrupção do concurso em virtude da estruturação do CEPPC, que deliberou o resultado referente a 2015 e 2016 já em 2016, ano que também passou a valer o aumento do número de registrados por concurso.

Ao longo desses quinze anos, cada um dos novos “Patrimônio Vivo de Pernambuco” contou com prioridade em análises de projetos e participação em eventos promovidos pelo Estado, bem como participaram de diferentes ações de promoção, difusão e transmissão dos saberes, como o Festival Pernambuco Nação Cultural, Festival de Inverno de Garanhuns, Fenearte, Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, Outras Palavras, entre outros.

Até hoje, 63 Patrimônios Vivos foram registrados, sendo 48 pessoas físicas (entre elas 15 falecidas), e 22 grupos. São eles:

2005

Mestre Dila (in memoriam)
Mestre J. Borges
Zé do Carmo (in memoriam)
Banda Musical Curica (Sociedade Musical Curica)
Lia de Itamaracá
Maracatu Leão Coroado (Maracatu Carnavalesco Misto Leão Coroado)
Mestre Camarão (in memoriam)
Mestre Nuca (in memoriam)
Ana das Carrancas (in memoriam)
Canhoto da Paraíba (in memoriam)
Mestre Manuel Salustiano (in memoriam)
Manuel Eudócio

2006

José Costa Leite
Índia Morena
Homem da Meia-Noite (Clube de Alegoria e Crítica O Homem da Meia Noite)

2007

Zezinho de Tracunhaém (in memoriam)
Confraria do Rosário (Confraria do Rosário de Floresta do Navio)
Fernando Spencer (in memoriam)

2008

Mestra Selma do Coco (in memoriam)
Teatro Experimental de Arte
Caboclinho Sete Flexas (Caboclinhos 7 Flexas dos Recife)

2009

Maestro Nunes (in memoriam)
Maracatu Estrela Brilhante (Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu)
Caboclinhos Canindé (Clube Indígena Canindé)

2010

Sociedade Musical E. J. Nazarena (Sociedade Musical Euterpina Juvenil Nazarena)
Maestro Duda
Didi do Pagode

2011

Maracatu Estrela de Ouro de Aliança
Mestra Maria Amélia
Mestre Galo Preto

2012

Associação M. E. de Timbaúba (Associação Musical Euterpina de Timbaúba)
Arlindo dos 8 Baixos (in memoriam)
Mestre João Silva (in memoriam)

2013

Mestre Lula Vassoureiro
Banda Revoltosa (Sociedade Musical 5 de novembro)
Maestro Ademir Araújo

2014

Mestra Mocinha de Passira
Lula Gonzaga
Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense

2016

Claudionor Germano
Clube de Bonecos Seu Malaquias (Clube Carnavalesco Mixto Seu Malaquias)
Mestre João Espindola
Mestre Zé Lopes
Mestre Dedé Monteiro
Sociedade Musical XV de Novembro

2017

José Pimentel (in memoriam)
André Madureira
Dona Prazeres
Mestre Chocho
Bacamarteiros do Cabo (Sociedade de Bacamarteiros do Cabo)
Reisado do Inhanhum (Associação do Grupo de Reisado da Comunidade Quilombola)

2018

Gonzaga de Garanhuns
Cristina Andrade
Mestre Zé de Bibi
Cavalo-Marinho Estrela de Ouro de Condado
Casa Xambá (Organização Religiosa Africana Santa Bárbara Nação Xambá)
Banda Musical Saboeira (Sociedade 12 de Outubro)

2019

Mestre Saúba
Maracatu Cambinda Brasileira (Sociedade Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira)
Mestre Aprígio
Mestre Nado
Mestre Assis Calixto
Tribo Carijós do Recife (Tribo Indígena Carijós)

Fundarpe

Claudinor Germano recebe homenagem de André Rio em terceira noite de Ensaios do Carnaval

janeiro 21, 2020
Foto: Angélica Souza
Em mais uma noite de grandes encontros, o cantor André Rio recebe convidados especiais na noite deste sábado (25), na sede do Galo da Madrugada. A festa acontece a partir das 18h, com a apresentação do Bloco das Ilusões e convidados. Na ocasião, o pernambucano homenageia um grande ícone do frevo, Claudionor Germano.
Além do encontro de gerações com Nonô e Claudionor Germano, André Rio recebe o Maestro Forró com muito frevo. A noite conta, ainda, com a presença de nomes da nova cena musical como Ciel Santos e Isadora Melo, o forró de Geraldinho Lins e Liv Moraes, além de Diego Cabral, Fabiana Pimentinha, Charles Theone, Fada Madrinha e muito samba com Belo Xis, Gerlane Lops e a animação do Patusco.  

André Rio é Frevo e Carnaval. Com mais de 100 frevos gravados, 26 anos cantando no Galo da Madrugada, 20 turnês internacionais, passando por 12 países, levando o Carnaval de Pernambuco. No setlit sucessos como “Chuva de Sombrinhas”, que completa 20 anos, “Sou Teu Amor”, “O Bicho Vai pegar”, “O Homem Da Meia Noite”, “Me Leva”, além de “Último Regresso”, de Getúlio Cavalcante e o novo frevo “Misturando as cores”.  As entradas já estão à venda na sede do bloco e custam R$ 50 (individual), R$ 25(meia) e R$ 250 (mesa para quatro pessoas).

PRÓXIMAS DATAS - Os Ensaios de André Rio e Bloco das Ilusões continuam nos próximos sábados 01 e 08 de fevereiro com convidados especiais em cada noite.

SERVIÇO
ENSAIOS DE CARNAVAL COM ANDRÉ RIO, BLOCO DAS ILUSÕES E CONVIDADOS
Quando: Sábado, 25 de janeiro de 2020
Horário: 18h
Local: Sede do Galo da Madrugada (Rua da Concórdia, 984, bairro de São José)
Ingressos: 1º Lote: R$ 50,00 R$ 25,00 (meia) e R$ 250,00 (mesa para quatro pessoas)
Informações: 3224-2899

Angélica Souza

Ana de Oliveira e Sérgio Ferraz lançam CD dedicado à Música Instrumental e homenageando Egberto Gismonti

janeiro 21, 2020
“Nosso país não é um só: são muitos os “Brasis”. Ele é plural em suas origens e singular em sua maneira de ser (...)Era a convergência de dois “Brasis” diferentes, mas que se consubstanciou numa síntese que só a arte e o talento de ambos poderiam alcançar (....)O disco é um verdadeiro cordel musical, uma síntese do popular com o erudito, um encontro norte-sul, uma super posição temporal contemporâneo/medieval.”


Formado pelo compositor e multi-instrumentista pernambucano Sérgio Ferraz e pela violinista paulista Ana de Oliveira, ambos radicados no Rio de Janeiro, o duo está lançando seu CD de estreia, “Carta de Amor e Outras Histórias” (Independente / distribuição Tratore) – já disponível também nas plataformas digitais – cujo texto de encarte, assinado pelo consagrado maestro e compositor Ricardo Tacuchian, prima pela lúcida objetividade: “o disco é um verdadeiro cordel musical, uma síntese do popular com o erudito, um encontro norte-sul, uma super posição temporal contemporâneo/medieval”.
De fato, o violino de Ana de Oliveira, que ora se transfigura em rabeca e os violões de oito e doze cordas de Sérgio Ferraz, nos remetem a uma viagem sem igual ao vasto sertão sonoro proposto pelos dois exímios musicistas contemporâneos: Ana, com longa atuação como spalla de importantes orquestras e grupos de câmara brasileiros e Sérgio, um prolífero compositor com diversos discos já lançados, referência na música instrumental brasileira.

O disco começa com o samba-baião “Floresta do Navio”, que foi composto em homenagem à Floresta, cidade natal do pai do compositor no sertão pernambucano. Sua profundidade e riqueza composicionais se destacam na Suíte Armorial para violino e violão, originalmente composta por Ferraz em 2012, na forma de Concerto para violino e orquestra em três movimentos, dedicada ao escritor Ariano Suassuna. Aqui, ganhou uma adaptação para violino e violão de 12 e 8 cordas e ganhou mais um movimento (Festa na Aldeia). “Mestre Salu” (1º movimento) é dedicado ao rabequeiro e mestre de maracatu rural, Mestre Salustiano e representa a união da cultura erudita e popular. O segundo movimento, “Lamento” expressa a aridez do deserto, as origens mouras quando essa cultura dominou a península ibérica deixando lá seus traços culturais. Já o movimento seguinte, “Zumbi”, apresenta-se como um maracatu de baque virado dedicado ao líder negro Zumbi dos Palmares. “Festa na Aldeia” conclui os quatro movimentos e nos remete às danças medievais e às danças populares do Nordeste brasileiro.

Sérgio Ferraz faz sua homenagem ao Rio de Janeiro em “Dia de São Sebastião” – primeira música escrita em solo fluminense e composta para violão solo, improvisada no estúdio com violão de 8 cordas, acrescida posteriormente de um segundo violão. O duo presta ainda uma homenagem ao grande músico fluminense Egberto Gismonti, em “Lôro” e “Frevo”, além da quase-valsa lenta “Eterna” (para violino solo) e a peça “Carta de Amor”, “ligadas entre si por uma criativa cadenza, composta pela própria violinista”, como bem registrou Ricardo Tacuchian no encarte concluindo sobre as obras do homenageado: “deste tríduo, onde perpassam elementos impressionistas e jazzísticos, como num sonho, sai o título do CD “Carta de Amor e Outras Histórias”. Sim, são muitas estórias amorosas porque somos muitos “Brasis”.

O CD “Carta de Amor e Outras Histórias” foi gravado em junho de 2019 no Estúdio de Roberto Frejat (Estúdio do Brou) no Rio de Janeiro, com capa de Romero Andrade Lima, design gráfico de Guga Burckhardt e conta com a participação especial do percussionista Marcos Suzano nas faixas “Zumbi” e “Festa na Aldeia”.

O Duo

Nascido em 2018 durante o MIMO Festival em Olinda, o duo aborda repertório com principal enfoque em obras de compositores que são referências para os dois artistas, como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, John McLaughlin, Al Di Meola, Paganini, Tom Jobim, Villa-Lobos, além de obras autorais de Sérgio Ferraz. Já se apresentou em importantes palcos do eixo Rio-São Paulo, como Blue Note SP e RJ, Sala Cecília Meireles, Casa do Choro, Centro de Referência da Música Carioca, Centro de Artes da UFF, entre outros. Sua estreia internacional foi em Portugal na programação do MIMO Festival Amarante, em julho de 2019, com grande aclamação do público.

Ricardo Tacuchian

sábado, 18 de janeiro de 2020

Aberta a convocatória para o edital Pernambuco de Todas as Paixões

janeiro 18, 2020


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, lançou o 12º Edital Pernambuco de Todas as Paixões. A convocatória tem como objetivo incentivar grupos a encenarem espetáculos que retratem o calvário de Jesus Cristo, uma tradição em todo mundo e que ganha muita força em Pernambuco. Confira aqui o edital e seus anexos.

Esses grupos cênicos reúnem dezenas e até centenas de artistas entre atores, diretores e figurinistas, em municípios de todas as regiões do Estado. Os projetos podem ser inscritos entre os dias 31 de janeiro e 17 de fevereiro de 2020, exclusivamente pelo link do Mapa Cultura de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br/projeto/152). Poderão inscrever neste edital apenas empresas (exceto MEI), com ou sem fins lucrativos, com sede e efetiva atuação no Estado, registradas há pelo menos um ano.

CATEGORIAS - Os grupos cênicos candidatos deverão enquadrar sua proposta de espetáculo em umas das três categorias existentes: 1) Montagem de Grande Porte; 2) Montagem de Médio Porte; e 3) Montagem de Pequeno Porte. Para a primeira categoria, serão destinados três prêmios de R$ 40 mil reais. Na segunda categoria, selecionará cinco projetos, que receberão R$ 30 mil cada. Na terceira e última categoria, o edital destinará três prêmios de R$ 20 mil.

Para o secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto, o valor cultural dessas encenações também promove economicamente os municípios. “Esses grupos geram renda para o Estado, desde a confecção do figurino e cenografia ao movimento turístico registrado nos municípios onde os espetáculos ocorrem. Entendemos que há uma tradição dentro das artes cênicas do Pernambuco. São eventos que comovem e reafirmam a crença do povo pernambucano”, comenta Gilberto Freyre Neto.

O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, reforça importância do edital para o Ciclo das Paixões. “Através dele, o Governo do Estado reafirma a importância de apoiar esses espetáculos tradicionais. Existe em Pernambuco uma cadeia produtiva das artes cênicas que se fortalece nesse período e que vai se beneficiar com os recursos do edital”.

Os inscritos serão avaliados por uma comissão formada por pareceristas especializados e pelo corpo técnico da Secult/Fundarpe.


Serviço:
12º Edital Pernambuco das Paixões
Inscrições gratuitas exclusivamente pelo link do Mapa Cultura de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br/projeto/152)
Mais informações: (81) 3184-3077 ou teatroeopera@secult.pe.gov.br

Fundarpe

Destaque no Baile municipal de Arcoverde, Concurso de Fantasias movimenta o comércio

janeiro 18, 2020

Um dos destaques do Baile Municipal de Arcoverde, que acontece na noite de 08 de fevereiro, no Esporte Clube Municipal Roberto Moraes, é o tradicional Concurso de Fantasias.
O baile em si já pedi a fantasia , o que aumenta ainda mais a busca no comércio pelo item, e o concurso, faz com que as pessoas busquem estar cada vez mais luxuosas e originais.
O concurso traz a Fantasia Destaque Casal, Fantasia Destaque Feminino, Masculino e Grupo. Cada categoria possui uma premiação diferente. 
O evento que este ano homenageia o seu Joinha dos Fogos Caramuru terá como atrações a Banda Fulô de Mandacaru e a Orquestra Super Oara & Elaque Amaral.

Reservas de mesas e senhas podem ser feitas através dos telefones: (87) 3821-3502 ou 9.9651-7226. 
As mesas estão sendo vendias a R$ 150,00 (para quatro pessoas) e as senhas individuais antecipadas (até 31 de janeiro) ao preço de R$ 30,00. A partir de 1º de fevereiro até o dia do baile, os preços das senhas passarão a custar R$ 40,00.

Amannda Oliveira

Passa Disco recebe Chico César em tarde de autógrafos neste domingo

janeiro 18, 2020

O cantor e compositor paraibano Chico César realiza neste domingo (19), uma sessão de autógrafos do álbum O amor é um ato revolucionário na Passa Disco, localizada na Rua da Hora, n.º 345, Espinheiro. O evento acontece também contará com uma audição do sicso e acontece das 15h às 17h.

Um dia antes, no sábado (18), Chico César participa da programação do Janeiro de Grandes Espetáculos, no show Natureza sonhadora - Tributo a Accioly Neto, baseado na coletânea lançada em homenagem a um dos principais compositores da música pernambucana. O evento acontece às 20h, no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem. 

Amannda Oliveira

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Cecora e parceiros fazem manutenção no Projeto Cores do Cecora

janeiro 17, 2020

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Arcoverde, da empresa Casa Combate e demais parceiros como o Sr. Sebastião das Artes e a blogueira e produtora cultural Amannda Oliveira, o Centro Comercial Regional Vereador Ulisses de Britto Cavalcante - Cecora, através do Projeto Cores do Cecora, mais uma vez faz a recuperação em cores e artes de toda a extensão dos seus muros, entre a escadaria de acesso à Av. Dom Pedro ll e a Praça Winston Siqueira (antiga Virgínia Guerra).
"Nós que fazemos a administração do Cecora, agradecemos a cada parceiro que contribui para o desenvolvimento de nossos projetos, ressaltando sempre a importância do referido centro de compras para o comércio e a cultura de Arcoverde", pontuou Paulo Sérgio Diniz, administrador do Cecora.
O ‘Cores do Cecora’ foi colocado em prática no ano de 2018, quando possibilitou em sua primeira etapa a revitalização da pintura dos galpões de Moda/Confecções e Calçados, através de várias parcerias.
ASCOM

Secretaria de Educação de Garanhuns chamada pública para Agricultura Familiar

janeiro 17, 2020
O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Educação, lançou chamada pública para aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar para alimentação escolar, visando atender ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A medida tem o intuito de melhorar a qualidade e o cardápio da merenda das escolas municipais.

Os projetos de venda habilitados serão divididos em grupo de projetos de fornecedores locais, grupo de projetos do território rural, grupo de projetos do estado, e grupo de propostas do país e avaliados por uma comissão da Secretaria de Educação. Os interessados deverão se apresentar com a documentação para habilitação e projeto de venda nos dias 05, 06 e 07 de fevereiro de 2020, das 08h às 12h, na Secretaria de Educação, localizada na Rua Siqueira Campos, nº 75, bairro Santo Antônio. 

O edital da chamada pública está disponível no site da Prefeitura de Garanhuns: http://garanhuns.pe.gov.br/.

Informações: ACSI

Garanhuns: Espetáculo “Todo fim abre espaço para o início de uma Nova Era” será apresentado sábado no Teatro Luiz Souto Dourado

janeiro 17, 2020

No próximo sábado (18), às 19h, o Teatro Luiz Souto Dourado, no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, vai receber o espetáculo “Todo fim abre espaço para o início de uma Nova Era”. A apresentação da encenação, dividida em quatro atos, é o resultado das primeiras turmas das oficinas de teatro, promovidas pela Secretaria de Cultura de Garanhuns, nos meses de novembro e dezembro e dirigidas pelo professor Felipe Barros. A entrada para prestigiar a peça é gratuita. A apresentação contará ainda com convidados do Recife, numa apresentação de comédia na abertura (anterior à encenação principal).

Serviço — Espetáculo “Todo fim abre espaço para o início de uma Nova Era”
Local: Teatro Luiz Souto Dourado, no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti
Data: 18 de janeiro (Sábado)
Hora: 19h
Classificação: Livre 
Entrada gratuita

ASCOM

Arcoverde recebe capacitação destinada ao Microprojeto Cultural

janeiro 17, 2020

Arcoverde recebe no dia 29 de janeiro, no auditório da Secretaria de Educação, a capacitação de elaboração de projetos culturais do governo do estado . A capacitação será destinada ao Microprojeto Cultural que está em segunda edição. O edital tem como objetivo fomentar atividades artístico-culturais de baixo orçamento, estimular a criação e participação do produtor e criador no desenvolvimento da arte e da cultura, promover a cidadania cultural e estimular as expressões locais, com garantia de regionalização.

O edital é voltado exclusivamente para jovens e adultos de 18 a 29 anos, como forma de estimular novos produtores.
Os encontros do Ciclo de Capacitação do Microprojeto Cultural acontecerão das 9h às 18h, nos municípios: Carpina (dia 20/1); Goiana (dia 21/1); Vitória de Santo Antão (dia 22/1); Cabo de Santo Agostinho (dia 23/1); Recife (dia 25/1); Serra Talhada (dia 27/1); Arcoverde (dia 29/1); Belo Jardim (dia 30/1) e Limoeiro (dia 31/1).
Audiovisual - Lançados em dezembro do ano passado, os dois editais do Programa de Fomento à Produção Audiovisual de Pernambuco vão injetar mais R$ 18,5 milhões na cadeia do audiovisual pernambucana. O 12º edital Funcultura 2019, como está sendo chamado, destinará R$ 9,28 milhões para os projetos aprovados nas categorias de Longa-Metragem e Produtos para TV. O segundo edital é a 13ª edição do Funcultura Audiovisual 2019-2020 e destinará o mesmo valor, R$ 9,28 milhões, para produtos não contemplados no primeiro certame: Curta e Média-Metragem, Difusão, Formação, Desenvolvimento do Cineclubismo, Revelando os Pernambucos, Games, Pesquisa e Preservação, Desenvolvimento de Longa-Metragem, Desenvolvimento de Produtos para TV, Obra Seriada de Curta Duração, Finalização e Distribuição de Longa-Metragem e Websérie/Webcanal.
O Ciclo de Capacitação dos dois editais contempla as cidades: Palmares (dia 20/1, das 9h às 18h); Camaragibe (dia 21/1, das 9h às 18h); Nazaré da Mata (dia 22/1, das 9h às 18h); Orobó (dia 23/1, das 9h às 18h); Recife (dia 24/1, das 9h às 18h); Triunfo (dia 27/1, das 9h às 18h); Afogados da Ingazeira (dia 28/1, das 9h às 18h); Tabira (dia 29/1, das 9h às 18h), Garanhuns (dia 31/1, das 9h às 18h) e Caruaru (dia 1º de fevereiro, das 9h às 18h).
Arcoverde
Dia 29/1 (quarta-feira) | Local: Auditório da Secretaria de Educação e Esportes (R. Cap. Arlindo Pacheco de Albuquerque s/n, Centro - ao lado da Prefeitura de Arcoverde)
Informações: Fundarpe

Luciano Magno homenageia ritmos africanos em novo single para o carnaval 2020

janeiro 17, 2020
Foto: Moisés Santanna

O guitarrista, cantor e compositor, Luciano Magno, apresenta seu novo single Brilho e Cor, uma homenagem a grandes compositores que já gravaram o Ijexá, como Moraes Moreira, Gilberto Gil, Nando Cordel, Luiz Caldas e tantos outros. “Brilho e Cor” é uma música pro que traduz a minha admiração pelos ritmos africanos tão presentes na nossa cultura e que fazem parte da tradição das agremiações de afoxés de Olinda, Recife e Salvador” explica Magno.
Para celebrar a chegada no novo single, Luciano gravou um clipe no Estúdio Somax. “Nesta canção, utilizo o ritmo do Ijexá sobre uma letra leve e descontraída, celebrando o verão e o carnaval, essa festa de brilho, cores e fantasias”, conclui..



Angélica Souza

Em lançamento de prêmio nacional das artes, secretário Roberto Alvim cita propaganda nazista

janeiro 17, 2020

A Secretaria Especial da Cultura lançou, na quinta-feira (16), o Prêmio Nacional das Artes, deverá destinar R$ 20 milhões para fomentar a produção artística nas cinco regiões brasileiras. 

A fala do secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, ao apresentar o Prêmio no entanto chamou a atenção do país e do mundo. Segundo ele, o prêmio tem como objetivo promover o renascimento das artes e da cultura no Brasil. “O Prêmio Nacional das Artes irá gerar milhares de empregos, assim como uma ampla capacitação profissional, formação de público, configurando um panorama das maiores realizações artísticas oriundas das cinco regiões do Brasil. Trata-se de um marco histórico para as artes brasileiras, de relevância imensurável, e sua implementação e perpetuação ao longo dos próximos anos irá redefinir a qualidade da produção cultural em nosso país”, afirmou Alvim.

A fala do secretário reproduziu a fala do ministro de propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels. Além disso, o anúncio traz como fundo musical a ópera "Lohengrin", de Richard Wagner, compositor alemão celebrado pelo nazismo. A semelhança entre o discurso de Alvim e do ministro nazista foi identificada primeiro pelo portal "Jornalistas Livres".

Artistas, políticos e entidades nacionais e internacionais se pronunciaram imediatamente contra a fala do secretário destacando o período sombrio que a época de Hitler trouxe ao mundo.

O Presidente da Câmara , Rodrigo Maia foi um dos primeiros a se pronunciar.

"O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo".

Embaixada da Alemanha no Brasil

"O período do nacional-socialismo é o capítulo mais sombrio da história alemã, trouxe sofrimento infinito à humanidade. A Alemanha mantém a sua responsabilidade. Opomo-nos a qualquer tentativa de banalizar ou mesmo glorificar a era do nacional-socialismo."

Confederação Israelita do Brasil

"Emular a visão do ministro da Propaganda nazista de Hitler, Joseph Goebbels, é um sinal assustador da sua visão [de Alvim] de cultura, que deve ser combatida e contida. (...) Uma pessoa com esse pensamento não pode comandar a cultura do nosso país e deve ser afastada do cargo imediatamente."

Museu do Holocausto

"Este inadmissível plágio textual e estético, além de repulsivo, cruza a linha do que é moralmente aceitável e configura apologia ao Nazismo."

o secretário foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro que convidou a atriz Regina Duarte para assumir a pasta.

Informações: Minc, Globo .com e Jornalistas Livres