quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

A Secretaria de Cultura da gestão Wellington Maciel


No último sábado, o prefeito eleito de Arcoverde, Wellington Maciel, realizou uma coletiva de imprensa para anunciar os nomes do secretariado que à partir de janeiro irão compor a sua gestão com o vice, Israel Rubis. Um dos destaques no anúncio do secretariado foi o nome de Maria Juliana de Aguiar para a pasta da cultura. A secretaria que à partir de 2021 será desagregada da comunicação, terá a sua frente uma artista arcoverdense da Literatura e do Teatro. 

O nome de Juliana foi recebido com festa entre os fazedores de cultura e não é pra menos. Ela é pedagoga, pesquisadora, escritora, arte educadora, origamista, contadora-escritora de Histórias, produtora cultural, gestora e elaboradora de projetos culturais, conhece e vivencia as alegrias e as dores de ser artista e viver da arte. O Blog Falando Francamente conversou com Juliana sobre como aconteceu o convite para assumir o cargo, as ideias para a gestão que começa em janeiro e o recado para os artistas arcoverdenses.

Arcoverde é conhecida como a terra da cultura popular. Essa riqueza traz na bagagem o samba de coco, os bois, ursos e similares, o teatro, a fotografia, o reggae e o rap, o forró, o samba e o pagode, a poesia e o reisado, o macaratu e tantas outras manifestações culturais que é impossível contar a todos nos dedos das mãos. Nos últimos anos se avançou com a criação da secretaria, de um conselho de políticas culturais e de um fundo municipal. E chegou a vez dessa secretaria e das políticas públicas de cultura darem um salto.

O Convite

Antes das eleições, o Conselho de Cultura se reuniu com o então pré candidato a prefeitura de Arcoverde, Wellington Maciel, que se comprometeu a ouvir se eleito fosse, uma proposta com uma lista tríplice de nomes para assumir a secretaria de cultura E assim ele o fez. Após ser eleito, Wellington atendeu um pleito do conselho que representa 13 segmentos culturais e escolheu numa listra tríplice o nome de Juliana Aguiar.

O que vem por aí?

Segundo a secretária, o que se pode adiantar é "A ideia é ocupar com Arte e Cultura todos os espaços da secretaria, ocupar fisicamente, filosoficamente e simbolicamente. Construindo um ambiente onde seja possível desenvolver uma política pública cultural efetiva que garanta oportunidades, fomento, dignidade e sustentabilidade para as trabalhadoras e os trabalhadores das Artes e da Cultura da cidade de Arcoverde."

A Secretaria deve concretizar o mapeamento e a catalogação de toda Arte e Cultura produzida na cidade, desde a zona rural as periferias para buscar formas de auxiliar esses fazeres.  "Sabemos das fragilidades orçamentarias para a Cultura no cenário nacional e reconhecemos a grandeza do prefeito eleito, quando em vez de retroceder, ele fortalece a Secretaria de Cultura, tirando a pasta de Comunicação e ouvindo o Conselho Municipal de Politicas Culturais da cidade sobre a indicação de uma artista para ocupar o cargo de gestão da Secretaria. O Prefeito tem se mostrado muito atento a colaborativo para fortalecer a Secretaria de Cultura e garantir atendimento efetivo e eficaz para a pasta.", destacou Juliana.

Fundação de Cultura

Entre os compromissos assumidos pelo prefeito eleito, Wellington Maciel, está a concretização da Fundação de Cultura de Arcoverde, ação que possibilitará a busca por mais investimentos através do acesso a editais públicos e privados, e permitirá uma relação cada vez mais próxima e participativa da classe artística da cidade. 

Formação

Juliana também falou ao blog sobre formação voltada aos fazedores de cultura. Algo extremamente necessário nos dias atuais onde grande parte do acesso aos recursos vem via edital.

"Entre nossas proposições está a instauração de uma Escola de Produção Cultural, um espaço de formação, onde pelo menos uma vez por semana, a Secretaria se transforme em Escola e receba Grupos Culturais, artistas, produtores e demais para oferecer formação na área de Produção Cultural, através oficinas, cursos, workshops, assistência e consultoria, caminhando desde a construção do portfólio artístico, como ser um micro-empreendedor (benefícios e deveres), como criar alimentar suas redes sociais. Chegando a demonstração da caminhada para acesso aos editais, (como escrever projetos, como se lançar nas propostas dos editais públicos)."

Mensagem aos artistas

A secretária encerrou o papo com o nosso blog deixando uma mensagem direta para todos os fazedores de cultura da cidade. "Reconheço e parabenizo o trabalho que foi feito pela prefeita Madalena, na gestão da querida, Teresa Padilha e toda sua equipe a frente da Secretaria. E reafirmo o meu compromisso de honrar a escolha do prefeito eleito e a indicação dos artistas e das artistas dessa cidade. A Secretaria permanecerá de portas abertas e todas e todos e todes que queiram construir terão espaço, vez e voz. Acreditamos no poder da construção coletiva. O que nós queremos é que a cidade continue construindo uma Politica Cultural eficiente, eficaz e decente para todo o seu povo."  

E que assim o seja!

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário