sábado, 8 de maio de 2021

Arcoverde recebe novo ônibus escolar para frota da Secretaria Municipal de Educação

maio 08, 2021

A gestão municipal de Arcoverde esteve representada no Recife, nesta sexta-feira (07/05), para receber um novo ônibus escolar do Ministério da Educação – MEC, direcionado à rede municipal de ensino. Na ocasião de entrega, estiveram presentes o prefeito em exercício de Arcoverde, Wevertton Barros de Siqueira (Siqueirinha); o secretário municipal de Educação, Antônio Rodrigues; e da secretária executiva da pasta, Zulmira Cavalcanti.

A aquisição é fruto de uma emenda parlamentar concedida pelo ex-deputado federal, João Fernando Coutinho.

“A frota da Educação agora passa a contar com 12 veículos de transporte estudantil, estando mais estruturada para que nossos estudantes municipais, que necessitam deste importante serviço, sejam transportados diariamente para as escolas e suas residências”, afirmou o prefeito em exercício, Siqueirinha.

“Este novo ônibus vai contribuir muito para o trabalho de transporte, que já é desempenhado pela Secretaria de Educação de Arcoverde. Certamente, mais uma conquista que eleva a qualidade em prol dos alunos da nossa rede municipal”, ressaltou o secretário municipal da pasta, professor Antônio Rodrigues.

ASCOM

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Arcoverde registra 13 casos, 12 curados da Covid-19 e retoma Faixa 2 no Plano de Reabertura do Comércio

maio 07, 2021

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que nesta sexta-feira, 07 de maio, até às 18 horas, o município registrou treze (13) novos casos de Covid-19 e doze (12) curados. O boletim diário, portanto, fica com trezentos e oito (308) suspeitos, onze mil quinhentos e cinquenta e cinco (11.555) descartados, quatro mil quinhentos e vinte e sete (4.527) confirmados, cem (100) óbitos, e quatro mil e trinta e oito (4.038) recuperados.

A cidade retomou hoje à Faixa 2 do Plano de Reabertura do Comércio, em virtude de estar com a ocupação de até 50% da capacidade do Hospital de Campanha, passando a vigorar a redução da capacidade de ocupação dos estabelecimentos para 15%, com uma pessoa a cada 15 mt². Todas as normas gerais estão disponíveis no protocolo: https://www.arcoverde.pe.gov.br/pag/plano-de-reabertura .    


No total, a cidade tem cinco (05) pacientes em UTI e quinze (15) internados em enfermaria. No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há quatro (04) pacientes na UTI e dois (02) na enfermaria. No Hospital de Campanha há treze (13) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há um (01) paciente na UTI.         


Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082. 

ASCOM

Prefeitura de Arcoverde lança o Programa ‘De Bairro em Bairro’ para ouvir as demandas da população e levar melhorias aos bairros

maio 07, 2021
Foto: Divulgação

Se existe alguém que pode dizer melhor do que ninguém o que o seu bairro precisa é quem mora nela. Com o intuito de possibilitar uma maior aproximação da população com a gestão municipal, a Prefeitura de Arcoverde acaba de lançar o Programa ‘De Bairro em Bairro’. O projeto comandado de perto pelo Prefeito em exercício Wevertton Barros de Siqueira (Siqueirinha), visita os bairros a cada semana, ouvindo de perto a população e identificando problemas comunitários, que serão encaminhados as secretarias para que sejam solucionados com maior brevidade.

O roteiro começou do programa começou no bairro do Veraneio, onde Siqueira (Siqueirinha), juntamente com o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Francisco Cláudio Nunes, e o fiscal de obras, Freed Gomes, percorreram a comunidade conversando com moradores, para terem a noção de medidas e providências que serão colocadas em prática no bairro.

Na visita, foi exposta a necessidade de fossas sépticas em diversas ruas, em virtude da existência de esgotos a céu aberto. O prefeito em exercício também garantiu em suas redes sociais, que o bairro será contemplado brevemente com o início de calçamento em várias vias, favorecendo a melhoria de acesso dos moradores, além da modernização da iluminação pública com a aderência em lâmpadas de Led, possibilitando mais segurança durante a noite e madrugada, na referida localidade.

“Estas avaliações são importantes, especialmente para que a Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente possa desempenhar com suas equipes de trabalho, uma melhor manutenção de problemas previamente constatados. Por isso, o programa ‘De Bairro em Bairro’ vai fortalecer nossas ações, alcançando as diversas comunidades de Arcoverde e ouvindo principalmente as solicitações de seus moradores”, explicou o secretário municipal da pasta, Francisco Cláudio Nunes.

Em breve, outras iniciativas do programa serão divulgadas, para que a população fique ciente das providências que estão sendo executadas pela gestão municipal, nos distintos bairros.

ASCOM

Em Garanhuns, AMSTT lança App Zona Azul, em parceria com UPE

maio 07, 2021

A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte – AMSTT, desenvolveu em parceria com a UPE o “App Zona Azul”, o aplicativo tem como objetivo fornecer informações ao público sobre o sistema de estacionamento rotativo da cidade de Garanhuns.

Nessa primeira versão do aplicativo, o público poderá pesquisar onde há pontos de vendas de bilhetes, locais de estacionamento, horários de funcionamento, fale conosco e muito mais sobre a Zona Azul/Marrom.

O aplicativo estará disponível na Google Play Store a partir da próxima segunda-feira, dia 10 de maio.

ASCOM

 

Caminhada do Forró de Arcoverde on line tem data confirmada.

maio 07, 2021

Foto: PC Cavalcanti

O COCAR – Coletivo Cultural de Arcoverde, entidade que realiza a Caminhada do Forró de Arcoverde desde 2011, anuncia a realização de uma live comemorativa aos 11 anos do evento para a tarde do domingo, dia 20 de junho.

Este ano a transmissão ocorrerá da zona rural, com ambientação que levará o público ao clima de “São João na Roça”, reforçando a tradição das festas do ciclo junino do Nordeste. A escolha de local aberto e afastado do centro da cidade ocorreu também para evitar aglomeração e minimizar o risco de contágio pelo novo coronavírus.


Além da necessidade de manter viva a Caminhada, festa que representa um momento especial no São João de Arcoverde, o evento tem por objetivo angariar recursos para os artistas, principalmente músicos, vinculados aos festejos do mês de junho, que pelo segundo ano consecutivo, estão impedidos pela pandemia de mostrar o seu trabalho.


Em 2020, a Caminhada já foi realizada em formato online e alcançou excelente repercussão entre o público e os artistas, demonstrando que a crise sanitária não apagou a animação das pessoas que amam o nosso São João.


A programação completa e mais detalhes sobre a live serão divulgados em breve.


Informações: COCAR

Programa Supera Arcoverde: Secretaria de Cultura informa resultados do Chamamento Público para músicos e agremiações

maio 07, 2021

A Secretaria de Cultura e Comunicação informa nesta sexta-feira (07/05), o resultado de habilitados e inabilitados no Edital de Auxílio Emergencial – Supera Arcoverde, para as categorias ‘Agremiações: bois, ursos e similares’ e ‘Músicos, musicistas, cantores e cantoras’.

Os recursos podem ser feitos até a próxima segunda-feira (10/05), conforme orientações constantes no Edita. Os anexos dos resultados estão disponíveis no link:  www.arcoverde.pe.gov.br/pag/edital .

O cronograma dos prazos sofreu alterações, tendo em vista a conclusão do processo de homologação. Ressalta-se que o ato da inscrição não garante o recebimento do benefício, em virtude de limite orçamentário estabelecido para cada categoria, assim como os critérios dispostos no edital, que estão sendo avaliados nas documentações apresentadas pelos solicitantes.

Com o Edital, o programa fará pagamento do auxílio municipal para artistas cujas inscrições forem homologadas, estabelecendo R$ 600,00 (seiscentos reais) em parcela única, para inscritos na categoria ‘Agremiações: bois, ursos e similares’, e R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) para inscritos na categoria ‘Músicos, musicistas, cantores e cantoras’.

ASCOM

Morre o ex-prefeito de Arcoverde, Giovanni Porto

maio 07, 2021



Morreu na noite desta quinta-feira (06), aos 88 anos, o ex-prefeito de Arcoverde, Giovanni Rodrigues Porto que comandou a cidade entre os anos de 1969 e 1973. 

A notícia foi dada pelo seu filho Marlos Porto através das redes sociais. " É com pesar que comunico aos amigos o falecimento de meu pai, Giovanni Porto. Segundo informações repassadas a mim hoje pela manhã, por telefone, por uma de suas filhas, que é médica e o acompanhou em seus momentos finais, o falecimento ocorreu ontem, 06/05/2021, às 20:00h, no Hospital Português, em Recife, e o enterro será no Cemitério Morada da Paz, às 14h.
Desde outubro do ano passado, quando se submeteu a uma cirurgia abdominal de urgência, sua saúde não se restabeleceu plenamente. Encontrava-se novamente internado desde o dia 1º/04/2021.

Giovanni Porto, nasceu em 15/10/1933, em Arcoverde/PE, filho de comunista, foi eleito vice-prefeito de Arcoverde em 1963 e cassado em 1964, tendo sido preso na ocasião do famigerado golpe militar. Solto, entrou com mandado de segurança para reaver o mandato, o que conseguiu em sede de recurso, no Tribunal de Justiça de Pernambuco. Jamais desacreditou da Justiça.

Foi professor de História de gerações de arcoverdenses, carinhosamente conhecido como o “Professor Giovanni”.

Eleito prefeito no ano de 1968, na que ficou conhecida como a “Campanha das Rosas”, Giovanni Porto, exímio orador (ao qual, segundo diziam, somente Cid Sampaio poderia ser comparado, dentre os políticos de Pernambuco), foi o prefeito mais honesto da história de Arcoverde.

Em sua gestão, foi construído o novo Matadouro Público, operando em perfeitas condições de higiene; foram construídas as “supergalerias”, que acabaram com os alagamentos que havia na época; trouxe o asfalto para Arcoverde, da antiga Rádio Cardeal até a rodovia federal, onde antes só havia a poeira (impulsionando decisivamente, assim, o desenvolvimento do bairro do São Cristóvão), entre outras realizações.

Duas iniciativas no campo da educação, contudo, conferem maior destaque ainda à sua gestão: a idealização e a construção do Centro de Cultura e a assinatura da lei que criou a Faculdade de Formação de Professores, que viria a ser a futura AESA – Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde.

Sua esposa, então professora, ia a pé dar aulas em escola que ficava na Vila Popular, pois Giovanni jamais utilizou o carro oficial para lhe dar caronas. No final do mandato, iniciou o curso de Direito em Caruaru, deslocando-se de ônibus, pagando as passagens às suas próprias expensas, sem jamais onerar os cofres públicos. Deixou a prefeitura com as finanças saneadas, inclusive com ações da Petrobras em caixa; ele, contudo, sem patrimônio e sem dinheiro no banco, mudou-se com a esposa e os quatro filhos à época para a casa do seu pai, Wilson Porto, por não ter condições de pagar aluguel.

Vereador por dois mandatos, de 1993-1996 e de 1997-2000, exerceu-os com dignidade e elevado espírito público.

Giovanni escreveu dois livros de crônicas, “Estação das Lembranças” e “Exercício de Memória”.

Muito pouco se escreveu sobre Giovanni, comparado com o legado deixado por esse titânico homem público sertanejo. Muito, contudo, poderá ainda se escrever, se não faltarem ao valoroso povo arcoverdense e aos seus certamente talentosos cronistas e pesquisadores: brio, coragem, memória e amor à nossa terra."

O prefeito interino Wevertton Barros de Siqueira (Siqueirinha), decretou decretou luto oficial de três dias e lamentou a morte de Giovanni.

Nas redes sociais, outros políticos lamentaram a partida de Giovanni Porto:

"Parte para o oriente eterno um político conhecido pela sua honestidade. Foi um homem que deixou muitas marcas. Tive a honra de ser Vereador com o professor Giovanni Porto. Aprendi muito com ele. Meus sentimentos a todos os familiares e amigos." Luciano Pacheco

" Nós arcoverdenses estamos de luto. A este notável homem e ex-prefeito de Arcoverde, Giovanni Rodrigues Porto, fica a gratidão por toda dedicação a nossa cidade.Neste momento de dor profunda, externo meus sinceros sentimentos as familiares e amigos." Madalena Brito (ex-prefeita)

"Meus sentimentos de pesar e solidariedade cristã pelo falecimento do Ex-Prefeito Giovanni Porto!!Um grande político e orador, com grande contribuição ao povo de Arcoverde, entre as quais podemos citar a criação da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (AESA), e a construção do Sistema de drenagem e esgotos do centro!!Estimo que o poderoso Deus possa confortar a Família Porto nesse momento de dor, com tal inestimável perda!!"Delegado Israel.

"Arcoverde está se despedindo de um dos grandes políticos de sua história, exemplo de administrador e que sempre zelou por sua cidade e sua gente. A partida do ex-prefeito Giovani Porto deixa a política de nossa terra órfã da voz e do talento que marcou sua trajetória política-administrativa, mas fica o legado da história desse homem que tanto contribuiu para o desenvolvimento de Arcoverde. A Giovanni devemos a criação da nossa Faculdade de Formação de Professores, que viria a ser a futura AESA - Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde e do Centro de Cultura. Um apaixonado pela educação e pela política feita com seriedade, respeito e debate de ideias. Que Deus em sua grandeza conforte a todos os familiares e guie os caminhos desse arcoverdense que marcou a vida e a história de Arcoverde e de seu povo." Zeca Cavalcanti

"É com profundo pesar que a Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA se despede do seu fundador e ex-prefeito de Arcoverde, Giovanni Porto. Esse que foi o responsável pela Lei n.º 1.169, de 07 de agosto de 1969, leio que criou a faculdade de formação de professores de 1.º ciclo de Arcoverde, hoje AESA. A família e amigos, ficam as nossas mais sinceras condolências , colocando sempre Deus a frente de tudo para que ele possa ser o conforto necessário." Alexandre Lira Presidente da AESA.

" É com pesar que lamentamos a perda de um dos políticos que tanto marcaram a história de nossa cidade. Giovanni Rodrigues Porto parte, mas deixa um legado que nunca será esquecido, fincado em pedra e palavras fortes. Nosso pêsame a todos os familiares e amigos. Arcoverde perde um de seus ilustres filhos que mais do que nunca , estará sempre presente em nosso história e na história do nosso povo. " Vereadora Zirleide Monteiro.

"Gostaria de prestar minha homenagem ao ex-Prefeito de Arcoverde, Giovanni Porto, fundador da AESA, e um exímio orador, acima de tudo um homem de bem que conduziu nossa cidade por bons caminhos. Meus mais sinceros sentimentos à família, parentes e amigos, que Deus conforte os corações de cada um, com a certeza de que Giovanni estará em um bom lugar olhando por todos nós." Wellington Maciel

Amannda Oliveira

Assembleia aprova projeto que institui o uso do nome social em instituições públicas e privadas

maio 07, 2021
 Foto: Breno Laprovitera/ Alepe/ Divulgação

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, Projeto de Lei de autoria das Juntas Codeputadas (PSOL), que institui o uso do nome social de transexuais e travestis nas relações mantidas com órgãos e entidades da Administração Pública Direta e Indireta e instituições privadas de educação, saúde, cultura e lazer no âmbito do Estado de Pernambuco. O PL busca qualificar a relação com as instituições, bem como combater situações de constrangimento, exclususão e violências ocasionadas pela utilização do nome que não representa a pessoa. 

Pela proposta aprovada, o nome social de travestis e transexuais deverá constar por escrito, em campo destacado nos registros e cadastros de sistemas de informação; no preenchimento de fichas, formulários, prontuários e documentos congêneres; no envio e recebimento de correspondências; bem como nos procedimentos judiciais e administrativos, inclusive nos registros e procedimentos policiais.

O projeto de lei considera, para a aplicação das medidas, instituições de educação (escolas, universidades, faculdades públicas ou privadas); instituições de saúde (unidades de saúde públicas ou privadas, bem como consultórios, clínicas e estabelecimentos similares); instituições de cultura e lazer (locais relacionados a atividades culturais ou de lazer, tais como clubes, academias, dentre outros espaços direcionados a fins recreativos).

ALEPE

Senado aprova projeto que beneficia mulheres vítimas de violência em programas habitacionais

maio 07, 2021

Foto: Pixabay

O Senado aprovou o Projeto de Lei (PL) 4.692/2019, que concede prioridade às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar nos programas sociais de acesso à moradia financiados por recursos públicos — como o Minha Casa, Minha Vida. O texto, de autoria do senador Ciro Nogueira (PP-PI), segue agora para análise na Câmara dos Deputados.

Pelo projeto, 10% das unidades edificadas nos programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos serão reservados para atendimento prioritário à mulher vítima de violência doméstica e familiar. Para a concessão da prioridade, a situação de violência deverá ser comprovada por meio de inquérito policial instaurado, de medida protetiva aplicada ou de ação penal baseada na Lei Maria da Penha (Lei 11.340, de 2006). Além disso, para se obter a prioridade, também é necessário relatório do Centro de Referência de Assistência Social.

Para possibilitar essa prioridade, o texto altera o Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social (Lei 11.124, de 2005) e a Lei do Minha Casa, Minha Vida (Lei 11.977, de 2009).

Ciclo de violência

O relator da matéria, senador Marcelo Castro (MDB-PI), foi favorável à proposta. Para ele, a prioridade no acesso a programas sociais de moradia é ainda mais relevante diante do cenário de pandemia, quando a violência doméstica e familiar cresceu consideravelmente. Segundo o senador, “o maior convívio familiar causado pelo isolamento social e o acúmulo de frustrações e ansiedade aumentaram os pretextos para agressões”.

— Oferecer saídas para as mulheres agredidas é um alento que está ao nosso alcance e certamente contribuirá para combater o flagelo da violência contra a mulher, requerendo para tanto apenas a reorganização de prioridades no acesso a programas sociais de moradia, sem custo adicional aos cofres públicos. Restam, portanto, demonstrados o mérito humanitário, a razoabilidade e a adequação da proposta aos fins almejados — afirmou.

Na sua justificativa do projeto, Ciro Nogueira informou que, em 2018, 16 milhões de mulheres sofreram algum tipo de violência, sendo a moradia o palco de 40% dos casos. “Sem um lugar próprio onde possa morar, a mulher tende a permanecer no ciclo de violência doméstica, vulnerável a novas violações”, disse.

O autor da proposta observou que muitos estados e municípios já adotam a iniciativa de estabelecer prioridade para as vítimas da violência doméstica no acesso à moradia digna. “Precisamos alcançar aquelas mulheres que estão em situação mais vulnerável, maltratadas pela pobreza econômica e pela violência doméstica”.

Mulheres chefes de família

O relator acatou emenda apresentada pela senadora Rose de Freitas (MDB-ES) para que a mulher chefe de família também seja contemplada com o benefício da prioridade em programas habitacionais — medida solicitada também nas emendas de Rogério Carvalho (PT-SE) e Mara Gabrilli (PSDB-SP).

Haverá a inclusão dessas chefes de família entre os critérios de seleção e prioridade nas quatro leis sobre o acesso aos programas sociais de moradia: a Lei 11.124/2005, a Lei 11.977/2009, a Lei 4.380/1964 (Sistema Financeiro de Habitação) e  a Lei 14.118/2021 (que institui o Programa Casa Verde Amarela).

— A mulher responsável pela unidade familiar geralmente já é mais onerada pelas responsabilidades laborais, domésticas e familiares do que o homem. No atual momento de pandemia, somam-se a esses encargos os do cuidado com a família e com os parentes doentes ou fragilizados e os do apoio aos filhos no ensino à distância, também desigualmente distribuídos entre homens e mulheres — justificou Marcelo Castro.

Em nome da bancada feminina, a senadora Rose de Freitas reforçou a necessidade de alteração da legislação em favor da mulher e agradeceu Marcelo Castro por seu relatório. Ele declarou que a casa é o lugar onde as mulheres deveriam se sentir seguras, mas também onde acontecem os maiores índices de violência. Para Rose de Freitas, a inclusão de mulheres chefes de família é uma forma de contribuir para independência econômica das mulheres que sustentam suas famílias sem suporte.

— O teto é o primeiro abrigo de uma família inteira. O teto para uma mulher com os seus filhos é um verdadeiro amparo e abrigo que elas precisam ter. Não só no quadro de violência, mas também quando elas ficam com o dever de proteger, amparar, cuidar e prover as suas famílias — argumentou.

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) destacou a importância do projeto por oferecer condições para tirar as mulheres vítimas de violência do convívio com o agressor.

Outras emendas

Marcelo Castro também acatou emenda do senador Jayme Campos (DEM-MT) para utilizar a expressão “violência doméstica e familiar”, consagrada na Lei Maria da Penha, no lugar de “violência doméstica”.

O relator acrescentou ainda um dispositivo para garantir o sigilo dos dados das vítimas de violência na divulgação da relação de beneficiários dos programas habitacionais. Outras quatro emendas foram rejeitadas.

Agência Senado

Instagram: @blogamanndaoliveira