terça-feira, 17 de julho de 2018

Vanguart lança três músicas inéditas nas plataformas digitais

julho 17, 2018

Pouco mais de um ano após apresentar seu quarto álbum de estúdio, o Vanguart lança hoje uma versão especial desse trabalho. Disponível em todas as plataformas digitais, “Beijo Estranho – Deluxe Edition” é composto pelas 11 músicas do disco e três inéditas. “São faixas que fizeram parte do processo de composição do álbum, mas que por serem diferentes das demais, acabaram ficando de fora. Olhando para elas, um ano depois, vimos que são uma continuação da história que o disco conta”, diz Reginaldo Lincoln (voz e baixo).

As músicas foram registradas nos estúdios Tambor (Rio de Janeiro) e Saxofunny (São Paulo), com produção de Rafael Ramos. A primeira delas, “Tudo que Não for Vida”, foi escrita por Helio Flanders (voz, violão, piano) e Reginaldo no estúdio, durante as gravações. Com arranjo um pouco mais pop, a canção tem letra direta e forte. “Me lembro dela ter sido uma grande surpresa justamente por ser muito diferente de tudo que a banda já havia feito. No fim, não conseguimos definir letra e acabamos desistindo dela. Um ano depois, ficamos muito surpresos por reconhecer uma força natural que a canção tinha”, conta Helio.

Ao piano e em clima mais soturno, “Tony”, também assinada por Helio, é sobre um amor que está longe. “Existe a flexão do nome sendo dito de forma imperativa, que soou interessante para mim, mudando a tônica para o ‘y’, ao invés do ‘o’, caracterizando a urgência de um chamado. Gosto muito do arranjo dela, que tem ares quase de câmara, tentando trazer a clausura do quarto solitário” explica o compositor.

Finalizando as inéditas dessa versão especial, há outra novidade importante: a estreia da violinista Fernanda Kostchak nos vocais “principais”. Em dueto com Helio, ela canta versos em francês na música “Me Pega”. “Foi minha primeira vez gravando voz num disco que será lançado e vai para o público, antes disso, só tinha gravado por brincadeira. Cantar em outra língua foi um desafio, mas ajudou para que eu me soltasse. Porque parece que quem está cantando não sou eu, mas uma personagem, uma voz que habita em mim e ‘apareceu’. Foi divertidíssimo e, ao mesmo tempo, uma grande responsabilidade inaugurar minha voz num disco que já tem vocais lindos e de peso”, conta. Também nessa canção Helio e Reginaldo assumem instrumentos diferentes que os de costume: guitarra e órgão Hammond, respectivamente.

Para ouvir clique AQUI.

Marcus Cesar

Álbum MPBossa é lançado nas plataformas digitais

julho 17, 2018

André Rio, Roberto Menescal e Luciano Magno estão juntos em mais uma com o projeto MPBossa. O trio lança o novo álbum nas plataformas digitais, em comemoração aos 60 anos da Bossa Nova. Em tempo, o trio se apresenta no Festival de Inverno de Garanhuns, dia 21 de julho, apresentando o novo álbum.

O álbum é o registro em gravação, ao vivo, feito no Recife, em 2016, de um grande espetáculo musical, que uniu três grandes expoentes da música brasileira, fazendo releituras de clássicos da Bossa Nova e MPB.

O trio, parceiro de longas datas, se conheceu em um festival no interior de Pernambuco, em 2005. Juntos, fizeram inúmeros espetáculos ao longo dos anos. Este novo encontro musical consolida a admiração e a amizade que um artista tem pelo outro. Roberto Menescal presenteou o guitarrista Luciano Magno com a música Samba Magno e compositor André Rio colocou a letra na canção. Em contrapartida, Luciano e André homenagearam Menescal com o canção Frevo Menescal, presentes no novo disco.

O repertório conta ainda com canções de Menescal em parceria com Ronaldo Bôscoli como Rio,  O Barquinho, Telefone e Você. MPBossa reúne 16 canções que remetem ao melhor conteúdo da Bossa Nova e composições próprias dos três artistas.  

Clique AQUI para conferir.

BIOGRAFIA
Roberto Menescal criou, ao lado de nomes como Tom Jobim, Carlos Lyra e Ronaldo Bôscoli, a Bossa Nova. Ao longo dos mais de 60 anos de carreira, consolidada nos quatro cantos do mundo, com turnês nos USA, Japão, Reino Unido, Cingapura, Austrália, Rússia, França, Alemanha, Espanha, Argentina etc, coleciona sucessos como “O Barquinho”, “Você”, “Nós e o mar”, “Bye, bye Brasil”, “Telefone”, entre outros, além de parcerias com grandes nomes como Paul Winter, Andy Summers (The Police), Cris Delanno, Toots, Thielemans, Herbie
Mann, Maysa, Silvinha Telles, Caetano Veloso, João Bosco, Alcione, Elis Regina, Leila Pinheiro, Emílio Santiago, Nara Leão, Joana, Invan Lins, Oswaldo Montenegro e André Rio.

André Rio, cantor e compositor pernambucano com mais de 20 anos de carreira, 18 CDs lançados e mais de 15 turnês em festivais europeus de música, como Montreux Jazz Festival, Festival Latinoamericano de Milão e Festival de Música de Zurich, e turnês pelos USA,incluindo o Brazilian Day de Nova Iorque. Artista que se destaca pela sua versatilidade, seja cantando canções que traduzem os ritmos pernambucanos, ou compondo e interpretando MPB, que já rendeu parcerias e turnês com artistas como Emílio Santiago, Elba Ramalho,  Naná Vasconcelos, Alceu Valença, Moraes Moreira, Leni Andrade, Virginia Rodrigues e o maestro Luciano Magno, diretor musical do projeto.

Luciano Magno, Maestro ,Guitarrista, Compositor é um grande expoente da música instrumental brasileira e exímio artista da MPB do Nordeste do Brasil.

Lança Comunicação

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Serra Telhada recorda 80 anos da morte de Lampião

julho 16, 2018
Foto: Sebastião Costa
O “Tributo a Virgolino - A Celebração do Cangaço”, promovido pela Fundação Cabras de Lampião, ocorrerá em Serra Talhada entre os próximos dias 25 e 29 de julho. O evento, que recorda os 80 anos da morte de Lampião, o cangaceiro mais famoso, é gratuito e aberto ao público. Lampião foi morto em 28 de julho.
Para recordar a data histórica de forma marcante, a Fundação Cabras de Lampião traz muitas novidades no “Tributo a Virgolino - A Celebração do Cangaço”, que será realizado, principalmente, na Estação do Forró e no Museu do Cangaço, em Serra Talhada (PE), Sertão do Pajeú, terra onde o líder cangaceiro nasceu. O evento vai reunir grupos musicais, folclóricos, violeiros repentistas, cantores, poetas, historiadores e pesquisadores do cangaço. Na ocasião, também serão promovidos pontos de cultura e feiras de artesanatos, tudo para celebrar a cultura de raiz. A proposta é integrar música, teatro, dança, fotografia, cultura popular, literatura, artesanato e gastronomia.
Durante a programação do Tributo a Virgolino, haverá ainda apresentações musicais com trios e grupos de forró pé de serra, danças populares, área de alimentação com comidas típicas da região, além da realização da celebração do cangaço, um momento em que todos os grupos e artistas convidados se reúnem para afirmarem a importância do cangaço na identidade cultural do povo sertanejo. Também será realizado o espetáculo “O Massacre de Angico - A Morte de Lampião”. As atividades ocorrerão na Estação do Forró, na Área de Alimentação da Feira Livre, dentro das escolas, no Museu do Cangaço e no Sítio Passagem das Pedras – localidade onde nasceu Lampião, utilizando-se diversos espaços e palcos paralelos.
Massacre de Angico – A Morte de Lampião - Trata-se do maior espetáculo teatral ao ar livre dos sertões que conta uma história ocorrida há 80 anos - o terrível encontro entre militares do Governo Getulista e os cangaceiros liderados por Lampião e sua esposa, Maria Bonita. Eles foram pegos de surpresa e quase sem nenhuma reação na madrugada do dia 28 de julho de 1938, na grota de Angico, em Sergipe. O massacre praticamente pôs fim à chamada Era do Cangaço. Em meio àquelas árvores retorcidas da caatinga e resultando num verdadeiro banho de sangue no sertão nordestino, 11 integrantes do afamado bando, incluindo o casal líder, foram mortos e tiveram suas cabeças decepadas. O espetáculo foi concebido a partir do até então único texto dramatúrgico escrito pelo pesquisador do cangaço, Anildomá Willans de Souza, natural de Serra Talhada.
De acordo com Anildomá, o “molho” que rege toda esta história é o perfil apresentado deste homem símbolo do cangaço, visto por um outro viés, bem mais humano. “Mostraremos ao público um Lampião apaixonado, que sente medo, que é afetuoso; não somente aquele da guerra travada contra os coronéis e fazendeiros, contra a polícia e toda estrutura de poder, mas um homem que amava as poesias e sua gente”, revela o autor.
O espetáculo reúne 50 atores e 70 figurantes, além de 40 profissionais na equipe técnica e administrativa, comandada pelo ator e dramaturgo José Pimentel. No elenco, atores da própria Serra Talhada, mas também do Recife e Olinda, além da atriz e cantora Roberta Aureliano, que interpreta Maria Bonita. Ela é natural de Maceió (AL) mas passou toda a infância em Serra Talhada.
O ator e dançarino Karl Marx, de apenas 27 anos, vive o protagonista. Integrante do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião, ele comemora 13 anos à frente do mesmo papel, em outras montagens. “A responsabilidade é grande porque trata-se de uma personagem que mexe com a imaginação das pessoas, que influenciou a cultura popular sertaneja, os valores morais e até o modo de viver do nosso povo. Este trabalho é mais do que um desafio profissional, é quase uma missão de vida”, declara o ator. O espetáculo “Massacre de Angico” é ambientado em cima de uma ribanceira de terra batida durante 1h30.
O projeto “Tributo a Virgolino - A Celebração do Cangaço” conta com o incentivo cultural do Funcultura; Fundarpe; Secretaria de Cultura de Serra Talhada e Governo de Pernambuco, e ainda com a Prefeitura Municipal e Secretaria de Cultura de Serra Talhada; Sesc/PE e comerciantes locais. Veja a programação completa no site: www.cabrasdelampiao.com.br
Serviço:
TRIBUTO A VIRGOLINO – 80 ANOS DA MORTE DE LAMPIÃO
Local: Estação do Forró (antiga Estação Ferroviária) e no Museu do Cangaço (Vila Ferroviária, S/Nº – Centro - Serra Talhada)
Horário: 20h
Entrada Gratuita
Valeska Araújo

Viralizou: Cadela rouba a cena em apresentação do “Piano de Ravel”, no X Virtuosi de Gravatá

julho 16, 2018

Vira-lata "invadiu” o concerto e arrancou muitos aplausos do público

Durante uma apresentação do X Virtuosi de Gravatá, no último domingo (15), o solista Rafael Garcia e o pianista Victor Assunción foram surpreendidos por uma convidada muito inusitada: a vira-lata, Bolinha.
O animal, roubou a cena quando subiu no palco durante a apresentação da peça “O Piano de Ravel” provocando muitas risadas na platéia. 

Os músicos, tentaram não se desconcentrar mas não resistiram a presença de Bolinha no palco e também se entregaram aos risos. O público adorou a apresentação e reagiu com muitos aplausos. 

Bolinha parece realmente gostar de música clássica. Quem acompanha as edições do Virtuosi de Gravatá, na Igreja Matriz de Sant’Ana garante que essa não é a primeira vez que a cadela “invade” uma apresentação.

A cena foi compartilhada no Facebook por José Ildo que assistia o recital. Em menos de 24h o video já teve mais de 190 mil visualizações. 

SERVIÇO:
X Virtuosi Gravatá
De 13 a 22 de julho na Igreja Matriz de Sant’Ana
Direção Artística: Rafael Garcia
Coordenação Geral: Ana Lucia Altino
Produção: Virtuosi Sociedade Artística LTDA

Luma Araujo

Festival Cultural da Juventude da Pedra se despede em grande estilo

julho 16, 2018
Foto: Amannda Oliveira

Após 04 dias de intensa programação, com gincana cultural, cortejos, apresentações de teatro, samba de coco, poesia, concurso de quadrilha, e nomes da música como Targino Gondim, Quinteto Violado, Geraldinho Lins, Nádia Maia e André Rio, o 2.º Festival Cultural da Juventude da Pedra se consolidou no calendário dos eventos no agreste e sertão do estado.

O encerramento do II FEJUPE aconteceu neste domingo, 15 de julho, no Palco Multicultural que recebeu o projeto “Viva Pernambuco” comandado pelo cantor e compositor André Rio, que recebeu no palco nomes como Luciano Magno, Cezzinha, Carla Rio e Thiago Kherle.

Foto: Amannda Oliveira


O show faz um passeio pela pelo cancioneiro pernambucano, através clássicos de compositores que influenciaram a sua carreira como Capiba, Nelson Ferreira e Alceu Valença, além de composições próprias. O resultado não poderia ser diferente. A praça se transformou em um grande carnaval fora de época com famílias inteiras dançando na rua.

Luciano Magno trouxe a “A Máquina”, “ Festa do interior” e fez o público cair no maracatu com “ Recife Nagô”. Já Cezzinha do Acordeon, passeou pelo repertório do mestre Dominguinhos com as músicas “Eu só quero um xodó”, “Gostoso Demais”, “Pedras que Cantam” e pelo universo de Luiz Gonzaga. O cantor Thiago Kehrle vencedor do prêmio da Associação dos Cantores e Intérpretes de Pernambuco(Ancipe), na categoria CD MPB, pelo CD “Te Amar” cantou com Luciano Magno e André Rio.

Foto: Amannda Oliveira

A sambista Carla Rio mostrou que o DNA da música não brinca na família, e com um vozeirão, trouxe ao palco músicas do disco “De Olho no Samba”O disco é uma seleção de composições presenteadas pelos irmãos Alírio Moraes Filho e André Rio, além de canções de Chrigor Lisboa, Cezzinha, Belo Xis e Hélio Machado. Entre as 12 faixas está a canção “Verso e Melodia”, do pai da sambista, Alírio Moraes, além da participação especial de Chrigor Lisboa com “Deixa Assim” e do sanfoneiro Cezzinha, em “Cem Anos de Solidão”.

Foto: Amannda Oliveira

Um dos monstros da música pernambucana /brasileira, André Rio encerrou as apresentações cantando músicas como “Caldeirão do Nordeste” (André Rio e Luciano Magno), “Memória Popular” André Rio)  e “Ai que calor” André Rio)“A ema gemeu”(Alventino Cavalcante/João Do Vale), “Voltei Recife”(Luiz Bandeira), “Hino do Batutas de São José(João Santiago) e o “Hino do Galo da Madrugada”(Mário Chaves).

Parabéns ao Prefeito Osório Filho, ao Diretor de Cultura Valdinho Paes, a Flávio Eduardo pela produção desse evento lindo e tão importante para a nossa arte.

Amannda Oliveira

Proteção social é intensificada durante 28º Festival de Inverno de Garanhuns

julho 16, 2018
Foto: Cloves Teodorico

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), irá intensificar ações educativas durante o 28º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que acontece entre os dias 19 a 28 de julho no município. O intuito é promover a conscientização sobre a violação dos direitos da criança e do adolescente, e da pessoa idosa; com o Serviço Especializado em Abordagem Social.

As ações preventivas do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) tiveram início semanas antes do evento, em hotéis, motéis, pousadas, bares, restaurantes e supermercados do município. As atividades consistem na distribuição de material informativo sobre a proteção integral de crianças, adolescentes e pessoas idosas. A equipe também realizou ações voltadas para os motoristas e passageiros de transporte alternativo.
O trabalho também será desenvolvido pela equipe dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras’s), em pontos turísticos e nos seguintes polos artísticos: Praça Mestre Dominguinhos,  Palco de Cultura Ariano Suassuna — localizado no Espaço Colunata, e Parques Euclides Dourado, de 21 até 28 de julho. A equipe técnica e os educadores dos seis Cras’s do município realizarão abordagens as pessoas que estiverem visitando os locais.

Em parceria com o Conselho Tutelar, órgão que estará funcionando em regime de 24 horas, a SASDH estará realizando o monitoramento e fiscalização no período da noite, com o apoio de 20 educadores sociais. Os casos onde não haja proteção social para criança e adolescente no evento ou exteriormente, serão comunicados ao Conselho Tutelar para que sejam tomadas as medidas cabíveis.
A equipe da secretaria estará identificada com coletes e crachás fazendo trabalho de conscientização com os comerciantes de alimentos e bebidas contra o trabalho infantil e venda de bebidas alcoólicas para menores. Nas portarias da Praça Mestre Dominguinhos, principal polo do evento, os educadores estarão junto à Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal para cumprir a medida de proibição do acesso de menores de 18 anos desacompanhados.
Durante à noite, se alguma criança ou adolescente for encontrado em algum tipo de vulnerabilidade, será convidado pela equipe a permanecer no Centro de Acolhimento, localizado no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, que estará preparado para receber a demanda (em funcionamento durante todas as noites do evento). Psicólogos, assistentes sociais e educadores sociais fazem parte da equipe de profissionais que estarão envolvidos nessa ação, que conta com a parceria direta da Secretaria de Educação (Seduc), e também disponibiliza materiais lúdicos e pedagógicos, lanches, colchões e cobertores.

Dando continuidade ao trabalho realizado durante o festival, as pessoas que participarem de alguma abordagem serão encaminhadas para a equipe do Creas com o intuito de que seja feito o acompanhamento necessário, além da inclusão no Programa de Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI). Será então, viabilizada a oferta dos serviços de encaminhamento para a rede socioassistencial, para que seja realizado o fortalecimento ou reconstrução dos vínculos familiares e comunitários.
Aquilles Soares

FIG 2018: Praça da Palavra contará com apresentações de alunos da Rede Municipal de Ensino

julho 16, 2018
Foto: Amannda Oliveira

O Festival de Inverno de Garanhuns é uma das maiores festas multiculturais do Brasil e em sua 28ª edição, mais de 600 apresentações serão realizadas nos diversos polos entre os dias 19 a 28 de julho. O Governo Municipal de Garanhuns estará em atuação no evento, por meio de ações de diversas secretarias. Apresentações na Praça da Palavra e a reabertura da Biblioteca Pública Municipal Luiz Brasil serão algumas das atividades realizadas pela Secretaria de Educação de Garanhuns (Seduc).

Este ano, o polo localizado na Praça Souto Filho receberá o nome Praça da Palavra Raimundo Carrera, em homenagem aos 70 anos de vida do escritor. Apresentações de estudantes da Rede Municipal de Ensino serão realizadas a partir do sábado (21) e seguem até o último dia do evento (28). Espetáculos como “O Auto da Compadecida”, “Sítio do Pica Pau Amarelo” e “Boneco Neco e Maria Flor” estão dentro da programação trazida pela Educação Municipal. Além das peças teatrais, os alunos também farão apresentações de dança e recitais de poesia.

Após após passar por reparos, a Biblioteca Pública Municipal Luiz Brasil, localizada no Parque Euclides Dourado, será reaberta oficialmente na sexta-feira (20), e terá um horário de funcionamento especial durante as sextas, sábados e no domingo do evento, entre às 12h e 17h. As bibliotecas Ler É Preciso, localizada na avenida Treze de Maio, e Indústria do Conhecimento, localizada no bairro Bairro Dom Helder Câmara (Cohab III) também estarão abertas a partir das 9h e seguem até às 14h.

Daniela Batista - Secom/PMG

Programação do Som da Rural no Festival de Inverno de Garanhuns terá nomes como Helton Moura, Isaar e Gabi da Pele Preta

julho 16, 2018

O Som da Rural, um dos polos alternativos, que funciona no Parque Euclides Dourado durante o Festival de Inverno de Garanhuns terá na sua programação nomes como Mestre Luiz Paixão, Helton Moura, Pierre Tenório, Isaar e Vertin Moura. O espaço comandado por Roger de Renor já virou tradição no evento e tem a diversidade musical e cultural como atrativo especial para o público.

Confira a programação completa do Som da Rural

Sexta-feira, 20/7

18h - Seresteiros de Olinda
19h – Daniel Bento
20h20 – Livia Matos
22h30 – Tour Hip Hop Mulher 10 anos
Intervalos e fim de noite: DJ Novato

Sábado, 21/7

19h - Coco Raízes de Arcoverde
20h20 – Pierre Tenório
22h30 – Gilu Amaral

Domingo, 22/7

18h – Número Circense – Duo Simetria: Helder Vilela e Paulo Maeda (SP)
19h – Banda Viruz
20h20 – Bande Dessinée
22h30 – Vertin Moura
Intervalos e fim de noite: DJ Rimas INC

Segunda-feira, 23/7

19h – Vinicius Barros
20h20 – Tiné – Equilibrista
22h30 – Ceumar (MG)

Terça-feira, 24/7

21h20 – Paulo Neto

Quarta-feira, 25/7

21h20 – Gabi da Pele Preta

Quinta-feira, 26/7

21h20 – Helton Moura

Sexta-feira, 27/7

19h - Em Canto e Poesia
21h20 – Madimboo

Sábado, 28/7

9h - Roda de Diálogos “Hip Hop pra vida!” 
10h - Batalhando pela Paz + Orquestra Maia e Adriana B. 
14h às 18h - Encontro Estadual de Mc's + Dj Big 
21h20 – Isaar


Amannda Oliveira

Prefeitura de Triunfo divulga programação oficial da 60ª Festa dos Estudantes

julho 16, 2018

A Prefeitura Municipal de Triunfo, em parceria com a Fundação do Patrimônio Artístico de Pernambuco (FUNDARPE) divulgou a programação oficial da 60ª Festa dos Estudantes – que acontecerá no período de 21 a 28 de julho.

Entre as principais atrações da Temporada de Inverno 2018, no Pátio de Eventos, estão Biquini Cavadão, Mundo Livre SA, Adilson Ramos e Projota.
PROGRAMAÇÃO – FESTA DOS ESTUDANTES 2018
SÁBADO | DIA 21
21h00 – Radiola Serra Alta
22h30 – Biquini Cavadão
00h00 – Forró da Brucelose
QUINTA-FEIRA | DIA 26
22h00 – Forró da Galera
00h00 – Saia Rodada
SEXTA-FEIRA | DIA 27
21h30 – Templários Acústico | Participação do homenageado Fabrício Ramos
23h00 –  Mundo Livre SA
01h00 – João Victor
SÁBADO | DIA 28
21h30 – Adilson Ramos
23h00 – Projota
00h00 – Rafael Veríssimo
Amannda Oliveira

Instagram