sábado, 30 de junho de 2018

O Mago apresentou o show " Minhas Raízes" no Polo Rubens Pastor

junho 30, 2018

O cantor e compositor Paulo Rafael dos Santos Leite, conhecido como " Mago" , trouxe ao Polo Rubens Pastor, o disco do seu primeiro disco, o EP " Minhas Raízes". Essa é a primeira vez que o cantor traz um show solo para o São João de Arcoverde. " Eu estou realizando um sonho hoje. Sempre me apresentei com grupos e bandas, mais essa é a primeira vez que trago o meu disco , o meu show ao São João", destacou ao blog.
No repertório músicas como " Vou morar em Arcoverde" e " De onde vim" de autoria de Rafael e " Bote Fé" , assinada por Lula Moreira.

Amannda Oliveira

Cultura Popular, música pop e circo encantaram o público do Polo das Artes na penúltima noite do São João de Arcoverde

junho 30, 2018

O Polo das Artes que no São João de Arcoverde teve uma mudança de local , formato e estrutura e  ganhou com isso. Instalado este ano ao lado do Centro Comercial de Arcoverde, o espaço que funcionou embaixo de lonas de circo, teve uma série de ações agregadas ao seu espaço.
Pleo primeiro ano, o polo teve ações para crianças através de jogos e brincadeiras, apresentações circenses e manteve as já tradicionais apresentações musicais e de cultura popular.


Nesta sexta-feira, 29 de julho, passaram pelo palco o Boi Diamante, que fez a alegria do público com a história de Mateus e Catirina. Em seguida, foi a vez, da Cia Brincantes de Circo que voltou a Arcoverde depois de 04 anos, quando participou do Festival Pernambuco Nação Cultural. O palhaço Tapioca fez o maior sucesso com crianças e adultos, interagindo muito com a platéia.


A terceira atração da noite foi o Samba de Coco Trupé de Arcoverde que trouxe ao palco o show do disco Vamos pra lá, vamos pra cá. O coco comandado por Ciço Gomes terminou o show fazendo um cortejo com o público pela Praça Virgínia Guerra.


Quem encerrou com chave de ouro a noite, foi o cantor garanhuense Romero Ferro que trouxe ao palco, o repertório do disco " Arsênico". Ferro transita pelo universo pop contemporâneo com ecos da estética musical e visual da década de 1980, misturando sonoridades e se mostrando cada vez mais maduro no palco. 

Amanhã o polo recebe nomes como Seu Luiz Paixão e Em Canto e Poesia.

Amannda Oliveira


Governo de Pernambuco divulga nota cancelando espetáculo "O evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu" no FIG 2018

junho 30, 2018
Foto: Divulgação/facebook

O Governo do Estado cancelou a apresentação do polêmico espetáculo de teatro "O evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu".  A peça que já foi vetada em outras cidades e já teve que brigar na justiça para se apresentar faz uma releitura de Jesus vivendo nos dias atuais como uma travesti, interpretada pela atriz Renata Carvalho. A proposta tem causado revolta de grupos religiosos, sociedade e imprensa local que pediram ao estado que cancelasse a apresentação da peça , no dia 26 de julho. 

Em entrevista a uma rádio local, o Prefeito Izaías Régis afirmou que não vai cederia o Centro Cultural para a apresentação do espetáculo e que ligou para o Secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja, para informar sobre o veto do Centro Cultural. "Não tenho nada contra os transexuais, mas somos uma cidade cristã. É uma coisa que atinge o Cristianismo. Quero o apoio da sociedade e das igrejas para que possamos impedir a peça. A maioria do povo não quer a peça então vamos trabalhar para que ela não aconteça no Centro Cultural", disse Régis. 

O Governo de Pernambuco divulgou uma nota neste sábado, informando do cancelamento do espetáculo na programação do FIG:

O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, decidiu cancelar a apresentação “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” da Mostra de Teatro Alternativa do Festival de Inverno de Garanhuns de 2018, diante da polêmica causada pela atração e da possibilidade de prejuízos das parcerias estratégicas e nobres que o viabilizam. O Festival de Inverno de Garanhuns foi criado para unir e divulgar nossas expressões culturais e não para dividir e estimular a cultura do ódio e do preconceito. O Governo de Pernambuco também repudia todas tentativas de exploração eleitoreira feitas do episódio.

Amannda Oliveira

As exposições na Estação da Cultura no São João

junho 30, 2018

A Estação da Cultura  está com duas exposições funcionando nas suas instalações no período junino. A primeira delas é " Memória Imagem Ação". A exposição mostra a história da estação desde a sua fundação aos dias atuais, perpassando na pela linha do tempo desde a sua ocupação em 2001.
Vale salientar que esta exposição se manterá de forma permanente, com o intuito de trazer a memória da cidade a sua importância histórica.


Entre os objetos expostos estão carteiras de trabalho de pessoas que trabalharam na estação, livros que os diretores recebiam com a relação das ferrovias de todo o país, fotos antigas e a planta do local. A exposição estará sempre sendo alimentada, já que a estação pulsa de projetos e arte. 



A segunda exposição é " Infinito Olurun", assinada por Stuart Marcelo traz uma pesquisa sobre as religiões de matriz africana em preto e branco, retratando todo o sincretismo envolvendo a religião através de objetos simbólicos e os seus orixás. 


A profusão de cores que representa cada orixá, é encontrado nos detalhes e objetos dispostos pela exposição.


Amannda Oliveira

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Valdinho Paes fisga público da Praça da Bandeira com o show "Leve"

junho 29, 2018

O cantor e compositor Valdinho Paes, foi a grata surpresa para o público da noite desta quinta-feira, 28 de junho. O cantor abriu a noite de shows no Polo Multicultural e fez uma belíssima apresentação em um show com duas horas de duração.
Valdinho trouxe ao palco o seu mais novo repertório intitulado " Leve" e fisgou o público que lotava a Praça da Bandeira com muito xote, forró, maracatu e até frevo.

Quem acompanha Valdinho sabe que nos últimos 03 anos, ele mudou o formato do seu show, deu uma pegada mais alegre e misturou o forró tradicional com maracatu. O resultado disso foi a reação do público que cantou junto o repertório e ovacionou o artista. 

Amannda Oliveira


FIG 2018 lança convocatória para credenciamento dos veículos de imprensa

junho 29, 2018

O Governo de Pernambuco, através da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, convida os profissionais da imprensa local e nacional a realizarem credenciamento para Cobertura Jornalística do 28° Festival de Inverno de Garanhuns (FIG).
Considerado um dos maiores festivais de arte e cultura do país, o FIG 2018 acontecerá de 19 a 29 de julho, em diversos polos artísticos da cidade de Garanhuns. Apenas os profissionais credenciados terão acesso à sala de imprensa oficial do evento e aos espaços destinados aos jornalistas no backstage, fosso e frontstage do Palco Mestre Dominguinhos.
O prazo final para recebimento das informações para credenciamento é o dia 9 de julho. Clique aqui  para acessar a convocatória e o formulário que deve ser enviado para o e-mail: credenciamentofig@gmail.com, junto com uma foto 3×4 digitalizada.
Fundarpe

EXCLUSIVO! " Espaço da Acessibilidade" mostra a importância de políticas públicas de inclusão nos grandes eventos

junho 29, 2018

O direito a acessibilidade está previsto por lei, na Constituição Brasileira. No São João de Arcoverde , a Secretaria de Assistência Social vem dando um grande exemplo na luta pela pessoa com deficiência e a pessoa com mobilidade reduzida, que inclui também os idosos. É o Espaço da Acessibilidade, localizado no frontstage do palco multicultural da festa. 

Maria Clara, é uma das cadeirantes mais animadas do espaço e conversou com o nosso blog "Eu sempre fiz questão de vir a festa com a minha mãe. Com toda a dificuldade eu nunca deixei de vir. Mais o espaço me ajudou a vir ao palco principal por que as pessoas ficavam na minha frente, não respeitavam muito. Aqui vejo os artistas bem de pertinho. Se depender de mim, venho todo ano agora".


Para Maria das Montanhas, mãe de Pedro Henrique, o espaço mudou o São João do seu filho. Viemos no ano passado e esse ano novamente. "Ele sonha em ser cantor e poder vir a festa e ver de perto os artistas é uma alegria e uma emoção muito grande."

"A ideia do espaço da acessibilidade surgiu da necessidade de implantar ações de política pública para a pessoa com deficiência. Sendo o São João o maior evento da cidade, detectamos que grande parte das pessoas com deficiência em Arcoverde não tinha direito a vida social por que nunca foram a festa, principalmente de rua. Então criamos o Espaço da Acessibilidade localizado no frontstage onde as pessoas podem participar do evento, vendo os shows do nosso São João, em um local seguro com acessibilidade e toda assistência dada por assistentes sociais e equipe de saúde que ficam de forma permanente no local". Destacou a diretora de Assistência Social, Talita Ferreira.


Para Eulina Pacheco que trouxe a filha Eloá para o espaço, " O Espaço da Acessibilidade foi um presente para as pessoas com deficiência. Eu nunca medi esforços para trazê-la para a festa para participar, mas ter um espaço reservado pra ela fez toda a diferença. A prefeitura está de parabéns pela ação".

"Em 2017, o espaço beneficiou 160 pessoas com deficiência que vieram com seus acompanhantes ao espaço. Em 2018, esse número subiu para 250. São 15 beneficiários por noite  e vale salientar que a secretaria vai buscar essas pessoas em casa e as leva de volta após a festa. Esse ano implementamos o espaço com a presença de dois bombeiros no local. Tudo foi pensado antecipadamente mediante as necessidades de cada usuário", destacou a Secretária de Assistência Social, Zulmira Cavalcante.  

Parabéns a Secretaria de Assistência Social pelo projeto. As pessoas com necessidades especiais e com mobilidade reduzida não podem ser deixadas a margem da sociedade , pelo contrário, é preciso cada vez mais políticas públicas e ações que as incluam nos mais diversos espaços. Ações como essa merecem aplausos.

Amannda Oliveira


Programação do Conservatório de Música no FIG e Virtuose

junho 29, 2018
Serão sete dias de programação intensa na Catedral de Santo Antônio, com grandes nomes locais e nacionais 


Conservatório Pernambucano de Música novamente marcará presença no Festival de Inverno de Garanhuns, que acontece entre os dias 19 e 28 de julhoCom o tema Um Viva à Liberdade!, a 28ª edição do FIG receberá pelo décimo ano consecutivo uma programação especial organizada pelo CPM, que ocupará a Catedral de Santo Antônio com apresentações gratuitas de artistas de renome local e nacional 

Nosso intuito é sempre colocar em evidência o melhor de todos os estilos de música presentes no Conservatório, seja erudita, popular, vocal ou instrumental. Portanto, repetimos os sucessos e abrimos as portas para os artistas que participarão pela primeira vez da nossa programação”, detalha Roseane Hazin, gerente geral do CPM. “Os músicos que levaremos a Garanhuns são referência para os nossos alunos, que veem neles a amplitude do que é feito no País”.  

A apresentação de abertura ficará a cargo do Wagner Tiso Trio, composto por Wagner Tiso (piano), Márcio Malard (violoncelo) e Victor Biglione (violão e guitarra), que toca na quinta-feira (19), a partir das 21h. No dia seguinte, Danilo Caymmi e banda fazem a pré-estreia nacional do show 10 Anos Sem Caymmi, no qual saúdam o legado do cantor e compositor baiano Dorival Caymmi, pai de Danilo, que faleceu em agosto de 2018. 

A agenda segue com shows e concertos diários, como o Volta ao Mundo em 80 Artistas, da cantora e violonista paulista Badi Assad, até a segunda-feira (23). Após pausa de três dias, o Conservatório volta à Catedral de Santo Antônio para os últimos dois dias de FIG, a sexta-feira (27) e o sábado (28). 

ORQUESTRA DE CÂMARA 

Sob regência do maestro José Renato Accioly, a Orquestra de Câmara de Pernambuco fará três importantes apresentações ao longo do festival. A primeira delas acontece na sexta-feira (20), com participação inédita da pianista Maria Clara Fernandes, ex-aluna do Conservatório. 

A escolha de Maria Clara para os solos, explica o maestro, se deu pela vontade de valorizar o artista pernambucano. “Ela mora em Viena (Áustria) há muitos anos, mas sempre que pode vem ao Recife para visitar a família e também se apresentar no Conservatório. É um dos frutos especiais vindos das nossas salas de aula”. 

A segunda inserção de José Renato e companhia será no domingo (22), com mais uma edição do show Musicais, sucesso de público no FIG 2017. Nele, a Orquestra executa trechos de musicais famosos, a exemplo de A Bela AdormecidaO Mágico de OZ e O Rei Leão. Todo o repertório será novo, abrangendo vários musicais. Vamos repetir apenas trechos de Fantasma da Ópera, que fizemos no ano passado, em função do sucesso”, destrincha o maestro. 

A terceira e última participação será no sábado (28), com a luxuosa parceria dos cariocas Francis e Olívia Hime, interpretando composições de Francis. "Para nós será uma enorme oportunidade poder estar ao lado deste ícone da música popular brasileira. Estamos todos ansiosos para que chegue logo o dia", comenta José Renato Accioly. “É de suma importância o esforço do Conservatório Pernambucano de Música na valorização do músico e da música em Pernambuco. Já o FIG oportuniza o intercâmbio entre cantores, instrumentistas e solistas locais e nacionais. Será um grande encontro musical". 

O Festival de Inverno de Garanhuns é uma realização do Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe), em parceria com o Conservatório Pernambucano de Música, a Prefeitura de Garanhuns, o Sesc Pernambuco, SebraeVirtuosi e a Cepe Editora.

Confira a programação completa:

Quinta-feira, 19/07
21h – Wagner Tiso Trio

Sexta-feira, 20/7
16h – Orquestra de Câmara de Pernambuco
Solista: Maria Clara Fernandes. Regência: José Renato Accioly
21h – SaGRAMA (convidado: Hamilton de Holanda)

Sábado, 21/07
16h – Show “10 Anos sem Caymmi”
Danilo Caymmi (Voz e Flauta), Flávio Mendes (Violão), Itamar Assiere (Piano), Paulo Vicente (Bateria), Nilson Raman (Mestre de Cerimônias), José Luiz Maia (Baixo). Participação especial: Carmen Monarcha.
21h – Ná Ozzetti, Dante Ozzetti e Patrícia Bastos

Domingo, 22/07
16h - Orquestra de Câmara de Pernambuco, Coro de Câmara do Conservatório Pernambucano de Música,
Grupo Liberi e Solistas. Regência: José Renato Accioly.
21h – Carmen Monarcha (soprano) e Daniel Gonçalves (piano)

Segunda-feira, 23/07
16h - Badi Assad (voz), Lívia Matos (acordeon) e Simone Souto (percussão)
21h – Mônica Salmaso (voz) e Marco Pereira (violão)

Sexta-feira, 27/07
21h - Pianorquestra

Sábado, 28/07
16h – Francis Hime, Olívia Hime e Orquestra de Câmara de Pernambuco. Regência: José Renato Accioly.
21h – Lívia Nestroviski (voz) e Fred Ferreira (guitarra)

Programa do XIV Virtuosi na Serra

Terça-feira, 24/7
16h - Quinteto Sopro Brasil
21h - Orquestra Jovem de Pernambuco, com Adriane Queiroz (soprano) e Rafael Garcia (regente)

Quarta-feira, 25/7
16h - Victor Asuncion (piano)
21h - João Paulo Ferreira (contratenor) e Victor Assuncion

Quinta-feira, 26/7
16h - Sexteto Brassil
21h - Flauta de Bloco (UFPE)

Sexta-feira, 27/7
16h - Canto de Uma Nação
Canções típicas brasileiras de Heitor Villa-Lobos
Gleyce Melo (soprano), Marcelo Ferreira (barítono), e Vitor Philomeno (pianista)


ASCOM

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Produção de Maria Rita diz que ela não virá ao Festival de Inverno de Garanhuns

junho 28, 2018
Foto : Daryan Dornelles

A produção da cantora Maria Rita, usou as redes sociais para comunicar que ela não virá ao 28º Festival de Inverno de Garanhuns, no dia 28 de julho, como anunciado na manhã desta quinta-feira, 28 de junho, na coletiva de imprensa que anunciou a programação oficial do evento. 

Confira o comunicado oficial:

A produção do Festival de Inverno de Garanhuns se pronunciou na página oficial do evento através da nota abaixo:



 Amannda Oliveira

Wagner Carvalho, Alceu Valença e Mano Valter fizeram a alegria do público no São João de Arcoverde

junho 28, 2018

Milhares de pessoas lotaram a Praça da Bandeira na noite de ontem, para assistir de perto as apresentações de Wagner Carvalho, Alceu Valença e Mano Valter. O cantor Wagner Carvalho abriu as apresentações da noite cantando sucessos autorais e forró, xote e baião de nomes como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro. Nos bastidores Wagner falava da alegria de tocar em casa " a gente viaja o estado todo tocando mais não há alegria que se compare aquela de tocar em casa, no terreiro da gente. Arcoverde é meu porto seguro" O cantor que possui mais 11 anos de carreira, e é chamado de poeta do portal do sertão.


O cantor e compositor Alceu Valença, um dos monstros da música popular brasileira, incendiou o público com um repertório cantado em alto e bom tom pelo público que lotou a Praça da Bandeira. Alceu trouxe a Arcoverde, um repertório com xotes, cocos, emboladas e forró , consagradas na sua carreira como " La Belle de Jour", " Morena Tropicana", " Girassol", " Táxi Lunar" e músicas como " Forró de Olinda", " Xote delicado" e " Flor de Tangerina". Clássicos de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro também tiveram presença marcante , colocando todo mundo pra dançar. 

O artista que nasceu em São Bento do Una , ainda defendeu de forma veemente o São João tradicional e as raízes que o geraram, falando que as prefeituras tem contratado muita porcaria e posto em um local que não é deles.

Quem encerrou a noite foi o cantor Mano Walter.

Hoje se apresentam Valdinho Paes e Marília Mendonça.

Amannda Oliveira