Orquestra Petrobras Sinfônica cai no samba em novo EP


Música clássica também tem gingado, e a Orquestra Petrobras Sinfônica prova isso em seu mais novo EP. Após se aventurar pelo rock e pelo pop nacional, um grupo de oito músicos (quinteto de cordas, trompa, flauta e percussão) apresenta novas releituras no EP “O Clássico É Samba”, lançado em parceria com a Deck, disponível nos principais serviços de streaming de música.

O novo repertório estreia com clipe para a canção “Meu Lugar”, de Arlindo Cruz. Além dela, “Coração Leviano”, na versão de Teresa Cristina; “Grades do Coração”, do Grupo Revelação; e “Futuro Prometido”, do Sorriso Maroto, foram as canções escolhidas para integrar o trabalho. Os arranjos de Rafael Smith e a produção de Rafael Ramos completam esse time de peso, que busca mostrar a versatilidade e a riqueza tanto da música brasileira, quanto da música clássica em geral.

Esta é apenas uma das ações da Petrobras Sinfônica para a renovação de seu público e ampliação do acesso à música erudita. Desde 2016, a Orquestra vem apresentando novas interpretações para músicas de Pitty, Falamansa, Roberta Campos, Titãs, entre outros. Outras iniciativas incluem concertos na rua e o espetáculo “Ventura Sinfônico”, que se apresentou em três capitais com as canções do icônico álbum do Los Hermanos. Em breve, um novo show, ao som de “Thriller”, de Michael Jackson, ganha os palcos. Também vem por aí “O Clássico É Reggae”, próxima etapa da parceria com a Deck.

Teresa Ferreira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.