quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Dia Mundial do Coração é alerta para cuidados com a saúde cardiovascular


Responsável por bombear o sangue, levando oxigênio e nutrientes a cada célula, o coração é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo. Exatamente por isso, na data de 29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração, um alerta para manter o bom funcionamento dele, com alimentação equilibrada e bons hábitos.
Segundo estudos recentes divulgados na National Library of Medicine, evitar o consumo excessivo de gorduras “ruins” e açúcares e aumentar o consumo de fibras na alimentação ajudam a reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Numa das publicações, o estudo acompanhou cerca de 2.000 homens, com idades entre 40 e 79 anos. Os adultos que tinham uma alimentação equilibrada apresentaram menor risco de sofrer alguma doença aguda do coração nos dez anos seguintes.
A doença cardiovascular é um termo genérico que se aplica a uma série de enfermidades do sistema circulatório incluindo o coração e os vasos sanguíneos. O Dr Marcelo Bertolami, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, alerta que existem gorduras que podem fazer bem e outras que causam mal à saúde e que aumentam os riscos dessas doenças. “O primeiro passo é não acreditar no mito de que toda gordura é ruim e aumenta o risco dessas doenças. As gorduras insaturadas podem ajudar a manter níveis adequados de colesterol no sangue”.
Para Dr Marcelo, é importante incluir alguns alimentos na rotina para auxiliar na manutenção da saúde e, principalmente, do coração. “A ingestão de ômegas 3 e 6, por exemplo, é muito importante, já que estes são nutrientes essenciais, ou seja, nosso organismo não consegue produzi-los sozinho”. Peixes, castanhas, óleos vegetais e produtos feitos à base deles, como creme vegetais, são fonte deste tipo de gordura. E, além deles, ainda vale investir no consumo de alimentos ricos em fibras, que também podem contribuir para a saúde do seu coração.

Fabiana Amano


Projeto “Vou Sambar” homenageia Maestro Duda


O frevo e o samba vão tomar conta da edição deste mês do “Vou Sambar”. O projeto, que muda de local e passa a acontecer na Creperia Rouge, em Casa Forte, na Zona Norte do Recife, contará com show da cantora e compositora Adriana B, que recebe, neste sábado (1º), a partir das 14h, o grande ícone da música pernambucana, o Maestro Duda.
O show revisita sambas tradicionais e divulga composições inéditas do gênero pernambucano, além de prestar uma homenagem ao Maestro Duda pelos seus 80 anos de vida e 69 anos de sua primeira composição, o frevo “Furacão”.
Para quem for curtir o show, além de cair no samba e no frevo, poderá aproveitar ainda para ser solidário e ajudar na campanha “Natal do Bem com a Mesa Cheia”, que beneficiará todas as ONGs presentes nas edições do “Show do Bem” (projeto idealizado por Adriana, que acontece todos os últimos domingos de cada mês, no Marco Zero) entre abril de 2015 e dezembro deste ano.
O ingresso individual custa R$ 20 (preço único) + 1 Kg de alimento não perecível para a campanha. A festa acontece na parte da frente da Creperia Rouge, que tem vista bucólica para o jardim de Burle Marx. No local, será instalado um food truck. A Creperia Rouge fica na Praça de Casa Forte, nº 570. Outras informações pelo telefone (81) 3269-5344.
Homenageado
José Ursicino da Silva, conhecido como Maestro Duda, começou estudar música aos oito anos e aos dez já era integrante da Banda Saboeira, escrevendo logo a sua primeira composição, o frevo “Furacão”. Regente, compositor, arranjador e instrumentista, o artista é referência no cenário cultural do frevo. Chegou a tocar Oboé na Orquestra Sinfônica do Recife e formou várias bandas de frevo, tendo a carreira repleta de sucessos, como “Nino, o pernambuquinho”. Para o teatro, musicou “Um Americano no Recife”, com direção de Graça Melo, e outras peças dirigidas por Lúcio Mauro e Wilson Valença. Em 1970, voltou de São Paulo para o Recife, tornando a integrar a Orquestra Sinfônica e passando a atuar como professor/arranjador do Conservatório Pernambucano de Música. Compositor de diversos frevos, choros e sambas gravados por Jamelão, músicas para Quinteto de Sopros e Quinteto de Metais, Maestro Duda recebeu o prêmio de melhor arranjo de música popular brasileira em 1980, em concurso promovido pela Globo, Shell e Associação Brasileira de Produtores de Discos. Reconhecida a sua excelência cultural, foi eleito como Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco em 2010 e homenageado pelo Carnaval do Recife em 2011. 
Serviço:
Projeto "Vou Sambar"
Local: Creperia Rouge
Data: Sábado (1º)
Hora: A partir das 14h
Endereço: Praça de Casa Forte, nº 570
Preço único: R$ 20,00 + 1 Kg de alimento não perecível
Informações e reservas: (81) 3269-5344

Larissa Galvão

Crianças entendem mais de poesia do que os adultos

A poesia é a forma de ler mais natural para a criança. Ao contrário do que nos parece, aqueles versos complicados que recorrem a metáforas e a rimas não são muito difíceis no entendimento infantil, pois é na infância que desenvolvemos hábitos e apetites. E, para ler e entender poesia, não é necessário nenhum pré-requisito, pelo contrário, quanto mais “puros” estivermos, melhor digerimos e aproveitamos o conteúdo.  
Em alguns casos, quando pais, professores ou intermediadores recorrem à poesia como um recurso didático, ela é isenta de toda sua carga artística, que é o cerne de sua criação e benefício. Lendo poesia desde cedo, desenvolve-se uma sensibilidade em aspectos da vida com um todo. A função do poema transcende sua intenção enquanto instrumento educativo. Sua carga semântica é influente na aquisição de comportamentos e significados na infância.
Muitas pessoas possuem dificuldade em ler poesia, e isso se dá principalmente pelo fato do poema ser, em grande parte das vezes, cheio de metáforas e subentendidos. Para que esse tipo de leitura possa ser efetiva, principalmente na infância, é preciso que se estejam claras algumas coisas. O poema é uma forma de comunicação, ele sempre nos passará uma mensagem, uma ideia ou ideal, e para entender é preciso estar aberto.
Por isso, é importante ensinar as crianças a lerem os poemas livres de intenção, apenas lendo. Não é preciso que se tire tudo de letra, no final das contas, tiramos um pouco de tudo o que lemos. Incentivar a criança a refletir e meditar sobre o que leu também ajuda na compreensão e estimula a criatividade, além de contextualizar e ambientar a obra. Por fim, a poesia tem sua origem na fala. Quando parecer difícil de entender – faça a leitura em voz alta. O significado pode estar na sua declamação, em algumas palavras que se destaquem.
Além de estimular a imaginação, a poesia é um recurso ideal para que a criança se familiarize com o vocabulário e melhore sua expressão oral; além de ser um meio de transmissão de valores, de estímulo da criatividade e veículo de reflexão. A partir de uma certa idade, conseguimos estimular o abstrato nas crianças. Ao utilizarmos corretamente uma poesia adequada ao imaginário da criança, conseguimos adentrar no universo infantil, dando a ela a capacidade de lidar e experienciar a realidade em seus diversos modos.
Pensar em poesia é pensar em uma viagem: é sempre uma experiência de retorno, um exercício que, cada vez que o realizamos, vivemos uma experiência única. Mas como qualquer exercício, é preciso que tenhamos uma prática para que ele se torne cada vez melhor e eficaz. Então, encontre seus autores preferidos e aproveite a leitura!

Dica de Leitura: Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira
“Por que motivo as crianças, de modo geral, são poetas e, com o tempo, deixam de sê-lo?”
Já que o clima é de poesia, lá vai uma dica à altura, organizada e ilustrada por Adriana Calcanhotto. Nesta obra, a cantora e compositora brasileira reuniu poesias dos maiores poetas brasileiros em um livro dedicado às crianças de todas as idades.
Livro: Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira
Autora e ilustradora: Adriana Calcanhotto
Editora: Edições de Janeiro
Melhor idade: Todas
Onde encontrar: na Leiturinha Digital.

Emeline Domingues

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Audiência discutirá Lei Orçamentária Anual

Na próxima semana, duas audiências públicas serão realizadas em Garanhuns para discutir os projetos de lei que tratam sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e revisar o Plano Plurianual (PPA) para o exercício financeiro de 2017. As discussões acontecerão nos dias 26 e 27 deste mês, em uma realização da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Planejamento, em cumprimento ao que está disposto na Lei Complementar N 101. As audiências acontecerão no auditório da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e na Escola Professor Letácio de Brito, respectivamente, sendo ambas às 9h30.
  
Na ocasião, a LOA e o PPA serão apresentadas para revisão e aprovação, junto aos munícipes.  O momento é aberto ao público, pois é oportuno para que as entidades representativas da população apresentem sugestões coletivas de prioridades que entendem ser convenientes para análise da administração e possível inclusão no projeto. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece as metas financeiras e prioridades orçamentários da administração pública, de forma que sejam traçadas as despesas para o ano seguinte de gestão, oferecendo subsídios para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). 

Por solicitação do Poder Legislativo, em agosto deste ano, a Secretaria de Planejamento realizou outra audiência para discussão da formação do projeto da LDO, referente ao exercício de 2017. O momento serviu para partilhar os itens de propostas e discutir sugestões com os representantes da sociedade civil presentes. Outras audiências com esse teor ainda devem ser realizadas neste ano.

Ruthe Santanna

Alceu Valença e Jota Michiles serão os homenageados do Galo da Madrugada em 2017

O cantor e compositor Alceu Valença e o compositor Jota Michiles serão os homenageados do desfile do Galo da Madrugada de 2017. A novidade foi anunciada nesta quinta-feira (22) em coletiva de imprensa na sede do bloco. Os dois pernambucanos são responsáveis por vários sucessos do frevo que fazem parte do Carnaval de Recife e Olinda. O tema do 40° desfile do Galo será "Alceu Valença e Jota Michiles - Guerreiros do Frevo". 

Angélica Souza

Atriz Chica Lopes, morre aos 86 anos

A atriz Chica Lopes, de A escrava Isaura e Éramos Seis, morreu no último dia 10. A informação, no entanto, só foi divulgada nesta quarta-feira, pela atriz e amiga Jussara Freire. "RIP CHICA LOPES. Nossa querida e amiga de tantas novelas. A amada DURVALINA, das 2 versões de ÉRAMOS SEIS, foi chamada para habitar outra constelação dia 10 de setembro. Fica homenagens e muito carinho. Muito, muito obrigada querida CHICA", escreveu a atriz em seu Facebook.

Chica Lopes tinha 86 anos. Começou a carreira no teatro em 1950 e estreou na televisão em 1975. No ano seguinte, atuou em sua primeira novela, O Julgamento, da TV Tupi. Ficou conhecida pela personagem Durvalina nas duas versões de Éramos Seis: na Tupi, em 1977, e no SBT, em 1994.

Informações: Diário de Pernambuco

Eleitor tem até esta quinta-feira para solicitar a segunda via do título

Esta quinta (22/9) é o último dia para o eleitor solicitar a segunda via do título eleitoral dentro do próprio cartório da cidade onde vota, segundo o art. 52 da resolução nº 23.450 do TSE, que trata do Calendário Eleitoral.
A impressão do título é feita na hora e não tem custos adicionais. O eleitor que necessitar do serviço deve procurar o cartório eleitoral de seu respectivo município, portando RG ou outro documento oficial com foto.
Com o fechamento do cadastro ocorrido no dia 4 de maio, não é mais possível fazer alistamento eleitoral, transferência de títulos ou regularização. Somente estão disponíveis os serviços de expedição de certidão de quitação eleitoral, recebimento de multas eleitorais, além da emissão de segunda via do título, para o eleitor que perdeu ou teve o título extraviado.
TRE

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Show em solidariedade ao Movimento Pró-Criança acontece neste domingo no no Marco Zero





Evento acontece neste domingo (25), a partir das 10h no Marco Zero

O Movimento Pró-Criança dá o ponta pé inicial na sua campanha de doação para arrecadar fundos para a reconstrução do seu prédio sede. No próximo domingo, 25 de setembro, a partir das 10h da manhã, o "Show do Bem", idealizado pela cantora Adriana B , abre as portas para um show em prol desse movimento dentro do Projeto Recife de Coração. 
A partir das 10h, se apresentam Adriana B e dos cantores mirins Gabriel Carneiro e Cassyo Victor, ambos do Movimento Pró-Criança. Na abertura, sobem ao palco a Companhia de Dança Andarilho e Maracatu Calunga de Ouro, Orquestra de Cordas do Movimento Pró-Criança e Equipe de Percussão do Movimento Pró-Criança. O Sport Club do Recife realizará um peneirão dentro da festa, com o objetivo de selecionar novos atletas para equipes de futsal do clube. 
O grande show ainda contará com as participações de Claudionor Germano, Nena Queiroga, Almir Rouche, Hugo Esteves, Cristina Amaral, palhaço Chocolate e muitos outros artistas.
Amannda OIiveira