Featured

8/Arcoverde/custom

Ministério da Saúde amplia a proteção à vacinação contra a febre amarela

janeiro 19, 2017


s estados do Rio de Janeiro e Bahia passam a intensificar as ações de vacinação nos municípios próximos a Minas Gerais. Foram confirmados quatro óbitos por febre amarela silvestre

Os estados do Rio de Janeiro (nos municípios do noroeste) e Bahia (nos municípios do oeste) passarão a reforçar a vacinação da população que mora próxima à divisa do leste de Minas Gerais com casos suspeitos. O oeste do Espírito Santo já está intensificando a vacinação em 26 municípios do estado. A ampliação da vacinação foi anunciada ontem, 18 de janeiro, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, que classificou a medica como precaução. Segundo ele, a decisão das secretarias estaduais de saúde, em conjunto com o Ministério da Saúde, foi adotada em função da proximidade com as cidades de Minas Gerais onde estão sendo investigados casos da doença, além do fato da região ser formada por uma mata contínua, sem barreiras com o estado.


“Consideramos que a situação em Minas Gerais está controlada. Além disso, a vigilância em Minas e nos outros estados são qualificadas e estão agindo de forma adequada para controlar estes casos”, ressaltou o ministro. Ele lembrou ainda que o Ministério da Saúde está apoiando os estados com doses extras da vacina e capacitação técnica.

O oeste da Bahia já faz parte da área de recomendação para vacinação, mas o estado do Rio de Janeiro está fora desta recomendação e, por isso, começa a vacinar. Na Bahia, o reforço da vacinação abrange uma área de 45 cidades. Já no Rio de Janeiro, ao todo, a imunização vai atender a população de 14 municípios.

ÓBITOS – O Ministério da Saúde confirmou, nesta quarta-feira (18), oito mortes por febre amarela, em Minas Gerais, sendo quatro confirmadas por febre amarela silvestre (em circulação em região de mata). Outras quatro estão em análise de finalização do diagnóstico para descartar outras possibilidades, como a febre amarela vacinal, que é uma rara reação da desta vacina. Três casos faz parte dos sete exames laboratoriais detectáveis para febre amarela pelo Instituto Evandro Chagas (IEC) e outro foi confirmado pelo Instituto Adolfo Lutz. A investigação está sendo conduzida, em conjunto, pelo Ministério da Saúde, estado de Minas Gerais e municípios envolvidos. Até o momento, existem 206 casos suspeitos notificados, sendo 53 mortes suspeitas da doença em 29 municípios.

Nesta quarta-feira (18), o estado do Espírito Santo notificou o Ministério da Saúde sobre a existência de seis casos suspeitos de febre amarela silvestre nos municípios de São Roque do Canaã, Conceição do Castelo, Ibatiba e Colatina

“A confirmação de um caso de febre amarela ocorre após uma ampla investigação epidemiológica, que segue um protocolo internacional. O roteiro leva em conta, não apenas o resultado laboratorial, mas também o quadro clínico do paciente, seu histórico de deslocamento e o cenário epidemiológico. Um exame laboratorial pode resultar em positivo para febre amarela, por exemplo, se o paciente for vacinado. Por isso, o Ministério da Saúde, junto aos estados e municípios, continua investigando os aspectos relacionados a cada um dos pacientes”, explicou o diretor do Departamento de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Eduardo Hage.

Para auxiliar na intensificação da imunização nos estados, o Ministério da Saúde já enviou 1,6 milhão de doses extras de vacina para Minas Gerais, 500 mil para o Espírito Santo, 350 mil para o Rio de Janeiro e 400 mil para a Bahia. Além disso, o Ministério da Saúde distribuiu, no mês de janeiro, 650 mil doses da vacina de febre amarela para todo o país, como parte da rotina de abastecimento do Calendário Nacional de Vacinação.

“Estamos apoiando os estados na distribuição de doses extras de vacina contra a febre amarela. Todos eles estão abastecidos com a vacina e o país tem estoque suficiente para atender toda a população nas situações recomendadas. Não há necessidade de corrida aos postos de saúde porque há vacinas para atender à população residente nos municípios afetados pelos casos suspeitos”, afirmou o secretário Executivo do Ministério da Saúde, Antônio Nardi. 

APOIO – Três equipes do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS) estão no estado de Minas Gerais para auxiliar nas investigações dos casos. As equipes estão atuando presencialmente nas localidades com relato de casos de febre amarela e estabelecendo medidas de controle. Na próxima semana, técnicos do Programa Nacional de Imunização e Coordenação-Geral das Doenças Transmissíveis estarão no Espírito Santo para auxiliar o estado nas medidas de controle.

VACINAÇÃO – Em 2015, foram registrados nove casos de febre amarela silvestre em todo o Brasil, seis em Goiás, dois no Pará e um no Mato Grosso do Sul, com cinco óbitos. Em 2016, foram confirmados sete casos da doença, nos estados de Goiás (3), São Paulo (2) e Amazonas (2), sendo que cinco deles evoluíram para óbito. Atualmente, o Brasil tem registros apenas de febre amarela silvestre. Os últimos casos de febre amarela urbana (transmitida pelo Aedes aegypti) foram registrados em 1942, no Acre.

A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como medida adicional de proteção, o Ministério da Saúde definiu a manutenção do esquema de duas doses da vacina Febre Amarela no Calendário Nacional, sendo uma dose aos noves meses de idade e um reforço aos quatro anos.

A recomendação de vacinação para o restante do país continua a mesma: toda pessoa que reside em Áreas com Recomendação da Vacina contra febre amarela e pessoas que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro dessas áreas, deve se imunizar. Os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Espírito Santo e Rio de Janeiro estão fora da área de recomendação para a vacina.

É importante informar que a vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) e é enviada, mensalmente, para todo o país. Em 2016, o total distribuído foi de mais de 16 milhões de doses. A vacina é altamente eficaz e segura para o uso, a partir dos nove meses de idade, em residentes e viajantes a áreas endêmicas ou, a partir de seis meses de idade, em situações de surto da doença.

Orientações para a vacinação contra febre amarela para residentes em área com recomendação da vacina ou viajantes para essa área.

Ministério da Saúde

Pátio de São Pedro recebe nesta quinta-feira a noite de Acerto de Marchas para o carnaval

janeiro 19, 2017

Os foliões do Recife, turistas e público geral têm um encontro marcado com o lirismo dos antigos carnavais na noite desta quinta-feira. O Pátio de São Pedro recebe a segunda noite de acerto de marchas para o carnaval. E quem se apresenta para fazer o publico festejar, são os blocos de pau e corda: O Bonde Bloco Carnavalesco Lírico, Bloco Lírico Flabelo Encantado, Bloco Lírio da Lira, Bloco Carnavalesco Misto Banhistas do Pina, Bloco Lírico Boêmios da Boa Vista e o Bloco Carnavalesco Lírico Artesão de Pernambuco. 
Os desfiles começam a partir das 18h30. A entrada é franca.
Confira abaixo o serviço e a programação completa:
Amannda Oliveira

Prefeitura de Serra Talhada assina ordem de serviço da reforma do Centro Esportivo Luíza Kehrle

janeiro 19, 2017
O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, assinou a ordem de serviço para a reforma do Centro Esportivo Luíza Kehrle, localizado na Avenida Afonso Magalhães, no bairro Nossa Sra. da Conceição. Serão investidos 500 mil reais de emenda parlamentar do Senador Humberto Costa.
Com uma área de aproximadamente nove mil metros quadrados, o Centro Luíza Kehrle será totalmente requalificado. “Vamos reformar toda a estrutura, construir portal de acesso, área paisagística, campo de futebol, pista de corrida, pista de salto, área de passeio, área de convivência, nova iluminação e acessibilidade para os nossos desportistas e frequentadores do espaço”, explicou o secretário de Obras e Infraestrutura, Cristiano Menezes.
O prefeito Luciano Duque falou do compromisso de seu governo com o esporte serra-talhadense. “Estou muito feliz em assinar essa ordem de serviço, pois o Centro Luíza Kehrle tem uma importância histórica para nosso município. Vamos trabalhar para entregar um equipamento de primeira linha, fundamental para o fortalecimento de nosso esporte amador e convivência da nossa juventude, que vai contar com mais um espaço público para que possa praticar atividades esportivas e de lazer”, disse o prefeito, lembrando que nos últimos quatro anos o Governo Municipal já inaugurou três novos ginásios  poliesportivos cobertos, o Centro de Artes e Esportes Unificados, a academia da saúde do Mutirão, e vai entregar as praças de esportes e lazer do São Cristóvão e da AABB, além do Centro de Iniciação ao Esporte – CIE.
Fomentador do esporte, o vice-prefeito Márcio Oliveira comemorou a ordem de serviço. “Era uma demanda antiga da população em virtude da importância que o Centro Luíza Kehrle representa para todos os desportistas. Foi aqui onde joguei muita bola na infância e fiz minha preparação para o concurso da Polícia Civil”, lembrou.
Estiveram ainda no evento vereadores, a primeira dama Karina Rodrigues, o representante da empresa vencedora da licitação, Marcos Sá, secretários municipais, autoridades, e a população que foi prestigiar o ato solene.
ASCOM

Presos poderão ser obrigados a arcar com seus custos na cadeia

janeiro 19, 2017
Imagem: Luiz Silveira

Presos poderão ser obrigados a ressarcir o Estado pelos custos de sua permanência nos sistemas prisionais. A proposta é do senador Waldemir Moka (PMDB-MS), autor do Projeto de Lei do Senado (PLS) 580/2015, em discussão na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O projeto será votada na CCJ em decisão terminativa. Se aprovada e não houver recursos para sua apreciação em Plenário, seguirá direto para a Câmara dos Deputados.
O PLS 580/2015 altera a Lei de Execução Penal (Lei 7.210/1984) para determinar que cada preso contribua com o Estado para custeio de suas despesas no estabelecimento prisional. Caso não possua recursos próprios para o ressarcimento, o preso deverá trabalhar para compensar esses custos.
Dados do Grupo de Estudos Carcerários Aplicados da Universidade de São Paulo (USP) calculam que um preso custa à administração pública, mensalmente, em média, cerca de R$ 1.500. Esse valor pode triplicar em caso de o preso estar em presídio federal.
A proposta — aberta à opinião da população, através do portal do Senado na internet — havia recebido até a última terça-feira (17) mais de 26 mil manifestações. 97% dos participantes afirmaram ser favoráveis à aprovação da matéria (opine aqui).
Para Moka, a grave situação do sistema prisional brasileiro decorre, principalmente, da falta de recursos para mantê-lo. A contribuição dos presos para as despesas com assistência material poderia ampliar esses recursos e melhorar o sistema.
De acordo com o último levantamento feito pelo Ministério da Justiça, concluído em 2014, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo. São 622 mil presos — número de presos menor apenas que os dos Estados Unidos (2,2 milhões), da China (1,6 milhão) e da Rússia (644 mil).
Waldemir Moka destaca que a própria Lei de Execução Penal, no artigo 29, já prevê que a remuneração do trabalho do preso se destine ao ressarcimento ao Estado das despesas realizadas com sua manutenção, sem prejuízo de outras destinações, como a indenização dos danos causados pelo crime, a assistência à família e pequenas despesas pessoais. O trabalho deve ser feito na medida das aptidões e capacidade do preso, com jornada de seis a oito horas e direito a descanso nos domingos e feriados.
"Somente transferindo para o preso o custo de sua manutenção no presídio é que o sistema penitenciário poderá melhorar e, ao mesmo tempo, por via oblíqua, proporcionar destinação de mais recursos para outras áreas, como os serviços públicos de saúde e educação", defendeu o senador na justificação do projeto.

Novo relator

O PLS chegou a ter na CCJ o senador José Medeiros (PSD-MT) como relator. Porém, como Medeiros deixou a comissão antes da votação da proposta, será preciso designar um novo relator para o texto.
Quando avaliou a medida na comissão, Medeiros ponderou que apenas pessoas ricas teriam condições de arcar com os custos prisionais sem trabalho. Informações do Sistema Integrado de Informação Penitenciária (Infopen), também de 2014, revelaram que apenas 16% dos presos se encontravam em atividade laboral. O índice varia para cada estado, sendo Rondônia o estado com a maior porcentagem de presos trabalhando (37%) e Sergipe, com a menor (3%). Outras unidades da federação não divulgam essas informações, como Rio de Janeiro e São Paulo.
"Como se pode observar, a parcela dos presos que trabalha é muito baixa. É pela própria ineficiência do Estado e a falência do sistema prisional que a sociedade não vê presos custeando suas estadas no cárcere. Não há oferta de trabalho para todos", declarou José Medeiros. Para ele, é preciso ampliar a oferta de trabalho dentro das prisões para assegurar ao preso uma atividade remunerada.
Agência Senado

Prefeitura de Arcoverde lança Calendário de Eventos 2017

janeiro 19, 2017
A Prefeitura de Arcoverde lança às 11h, desta quinta-feira, dia 19 de janeiro, no gabinete da prefeita, o Calendário de Eventos 2017, por meio de uma entrevista coletiva.
A solenidade comandada pela prefeita Madalena Britto, vai contar com a apresentação do secretário de Turismo e Eventos, Albérico Pacheco.
O Calendário exibe os principais acontecimentos culturais, religiosos e sociais, com demandas turísticas realizadas pela Prefeitura e/ou pela iniciativa privada. “São eventos de relevância cultural, econômica e histórica para a cidade de Arcoverde”, enfatiza a prefeita Madalena Britto.
Os principais eventos promovidos pela Prefeitura são o Carnaval, o São João e o Natal. Mas o calendário vai além e oferece um leque de opções, como: o 11º Baile Municipal, a Festa da Divina Misericórdia, o Aniversário do Coco Trupé, a 104ª Festa de Santo Antonio, o Encontro Cultural do Samba de Coco Irmãs Lopes, a VII Caminhada do Forró, o Aniversário do Coco Raízes, o 4º Portal do Sertão Motofest, a 45ª Festa do Agricultor, a 99ª Festa da Padroeira Nossa Senhora do Livramento, o III Encontro de Bois e Ursos, entre outros.
ASCOM/PMA

André Rio lança " Meu Carnaval é Frevo" nesta quinta-feira

janeiro 19, 2017

O cantor e compositor André Rio lança nesta quinta-feira (19), às 19h, na Passa Disco, o seu mais novo trabalho ‘Meu Carnaval é Frevo’. O disco traz composições de André e de nomes como Alírio Moraes, Capiba, Fernando Gama, Getúlio Cavalcanti, João Santiago, Jota Michilles, José Menezes, Luiz Bandeira, Luiz Guimarães, Nena Queiroga e Ranniere Oliveira. 
O álbum também traz duetos gravados com Alceu Valença (Bom Demais, Me Segura que Senão eu Caio e Voltei Recife), Chico Cesar (Cem Carnavais), Dominguinhos e Liv Morais (Frevo do Galo), Nena Queiroga (O Bom Sebastião), Gustavo Travassos (Hino de Batutas) e Cezzinha (Bairro dos Meus Amores).
Serviço:
Lançamento do CD ‘Meu Carnaval é Frevo’, de André Rio 

Quando: quinta feira, 19 de janeiro
Horário19h
LocalLoja Passa Disco (Estrada do Encantamento, nº 480, Parnamirim, Recife)
Acesso gratuito

Amannda Oliveira

Novo pôster de “A Bela e a Fera” foi divulgado

janeiro 19, 2017


Foi divulgado, o novo pôster de " A Bela e a Fera" que traz Emma Watson, Luke Evans, Kevin Kline e Dan Stevens, mas mostra também alguns atores que dublam os personagens animados.
O elenco animado é formado por: Emma Thompson (Sra. Potts), Kevin Kline (Maurice vira um relógio), Ian McKellen (Cogsworth), Gugu Mbatha-Raw (Plumette), Ewan McGregor (Lumiére) e Stanley Tucci (o piano falante).

O filme estreia no dia 20 de março.

Amannda Oliveira

MEC e Supremo formalizam a instalação de 40 bibliotecas em unidades prisionais do país

janeiro 19, 2017

O Ministério da Educação e o Supremo Tribunal Federal (STF) formalizaram nesta terça-feira, 17, os termos da instalação de 40 bibliotecas em instituições prisionais de todo o país. Pelo acordo assinado entre o ministro Mendonça Filho e a presidente do STF, ministra Carmem Lúcia, serão distribuídos como doação cerca de 20 mil livros pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC.
Na próxima semana, Mendonça Filho vai a Belo Horizonte para a entrega simbólica da primeira biblioteca, em unidade prisional próxima à capital mineira. O FNDE aguarda apenas a definição do cronograma de entrega, a cargo do STF, com base em acordo com os tribunais de justiça (TJ) e secretarias estaduais de administração penitenciária.
Segundo o ministro, além de educar os presos e humanizar o ambiente em que vivem, a iniciativa pode permitir a redução das penas de acordo com o número de obras lidas pelas pessoas privadas de liberdade. “Essa aplicação obedecerá a um critério definido pelo juízo criminal, de acordo com a legislação existente”, explicou. Mendonça Filho disse ainda que, a pedido do presidente da República, Michel Temer, e em parceria com o Ministério da Justiça, o MEC deve oferecer outras contribuições ao sistema penitenciário, como a ampliação do ensino a distância e da educação profissional.
O encontro desta terça-feira dá sequência à reunião ocorrida na quinta-feira, 12, quando foi acertada a doação. Ficou definido, então, que o Supremo faria, com os tribunais de justiça dos estados, acordos para a implementação da iniciativa.
Assessoria de Comunicação Social

Arcoverde recebe o Espetáculo Comédia Del`Acre

janeiro 19, 2017



A Tropa do Balacobaco recebe nesta sexta-feira (20), a Cia. Visse e Versa, de Rio Branco no Acre, que vai apresentar o Espetáculo Comédia Del' Acre. A apresentação acontece na Praça Winston Siqueira (Virgínia Guerra), à partir das 17h.

SOBRE O ESPETÁCULO

Comédia Del’Acre é um espetáculo composto de uma colcha de retalhos de várias histórias, onde a narrativa se apresenta num conjunto de elementos físicos e farsescos no contexto apresentado pelos atores neutros sem a si atribuir um personagem principal. Assim, o espetáculo conta a história do teatro através dos tempos, que se inicia com um cortejo musico - teatral, saindo de um local para o outro, convidando e levando o público ao palco desta ação cênica. Composto de ações físicas sustentadas pela musicalidade, o trabalho se desenrola a partir de Édipo Rei, tragédia grega, que se comunica com a lógica histórica do tempo das relações humanas, ao da comédia de Lisístrata em Greve do Sexo, trazendo em sua narrativa a violência contra a mulher. Neste ponto o espetáculo dá um salto histórico e passa para o drama de Romeu e Julieta que tem em sua linguagem o popular e uma ação cênica possível de se revelar pelo desafio da embolada, que leva Romeu e sua Julieta a um diálogo objetivo do nascimento do amor entre os dois até o declínio levado pelo ódio entre Capuletos e Montequios.

O Espetáculo segue com a farsa, se utilizando de máscaras para contextualizar o Teatro Moderno Brasileiro de Nelson Rodrigues em “Dorotéia”, que aborda de maneira cômica o feio como belo, onde o belo é pecado. O restante do espetáculo se pauta em trazer jogos dinâmicos, que se aceleram e desaceleram ao tratar da importância do homem como ser do espaço físico, tendo a terra como local para a vida e a morte, presentes nas peças teatrais “Morte e Vida Severina” e “Tributo a Chico Mendes. O trabalho se utiliza da linguagem musical para fazer a costura entre as cenas e as várias histórias contadas. Explorando a linguagem própria do teatro de rua e da comédia, da farsa e da tragédia popular, a encenação busca criar um diálogo com moradores e transeuntes das comunidades que visita.


Espetáculo: Comédia Del’ Acre
Dramaturgia: A companhia
Direção e Produção: Lenine Alencar
Assistente de Direção: Claudia Toledo
Elenco:Kilrio Farias, Claudia Toledo, Sacha Alencar, Sarah Jayne, Luiz Carlos Menezes, Milla Christie, Sandra Buh, Mateus Filgueira, Agatha Lima, João Araújo.
Figurino: Claudia Toledo e Agatha Lima

Informações: Tropa do Balaco Baco
Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.