Gestores de saúde pública de todo estado se reúnem em Garanhuns

Foto: Edméa Ubirajara

A abertura oficial do IX Congresso das Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Pernambuco e do 64º Encontro de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Pernambuco foi realizada nesta quinta-feira (6) no Sesc Garanhuns. Apesar do início oficial das atividades ter sido apenas à noite, desde a manhã de ontem o evento já movimentava o setor de saúde pública do Estado. De acordo com a presidente do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE), Gessyane Vale Paulino,  o ambiente acolhedor do município e  o apoio do Governo Municipal por meio da Secretaria de Saúde foram essenciais para a realização do evento. A programação segue até o sábado (8), no mesmo local.

Gessyane explica que o objetivo do Congresso é trocar ideias e ter mais conhecimento com relação à condução das políticas de saúde a temas relacionados à saúde da mulher e da criança, aos hospitais, à Central de Regulação e às consultas e aos exames especializados. “Estamos aqui fazendo uma discussão e aprofundando alguns conteúdos, repassados pelo Ministério da Saúde e também pela Secretaria Estadual de Saúde, para que a gente possa ter uma boa condução da política de saúde do Estado de Pernambuco”, ressaltou. A presidente acrescenta que, também no Congresso, será realizada a eleição da nova diretoria do Cosems-PE, composta por cinco diretores, três membros do Conselho Fiscal e a representação dos vice-regionais de cada uma das 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado.

De acordo com a presidente do Cosems-PE, Garanhuns foi escolhida como sede pela característica acolhedora e por possuir estrutura de hospedagem e restaurantes suficiente para o público do evento. “A Prefeitura e a Secretaria de Saúde possibilitaram a estruturação e a organização do evento. Aproveito para agradecer ao gestor municipal e ao secretário por nos acolher aqui de forma calorosa”, disse. A fala de Gessyane faz referência ao secretário de Saúde de Garanhuns, Alfredo de Góis, também membro da diretoria do Cosems-PE, que pleiteou junto ao Conselho que Garanhuns fosse a sede do Congresso. “É muito importante para a cidade receber um evento desse porte. Unimos esforços para tornar a estadia de todos satisfatória e atingir os objetivos do evento, colaborando para o fortalecimento da saúde pública em Pernambuco”, afirmou.

A expectativa de público é de 250 pessoas, dos 185 municípios pernambucanos, e parte deles já esteve presente na manhã da quinta-feira. As atividades realizadas durante todo o dia abordaram temas como a atenção especializada ambulatorial e o papel das Unidades de Pronto Atendimento Especializado (UPAE), o planejamento e a gestão financeira, a Rede Cegonha e as especificidades e a integração nos serviços de saúde  da Vigilância em Saúde. Ainda foram assuntos dos cursos temáticos a Rede Psicossocial e as alternativas de avanço nesse setor, bem como a política nacional de práticas integrativas e complementares. À tarde, foram discutidas as perspectivas do Sistema Único de Saúde (SUS) na atual conjuntura do país.

Durante o lançamento oficial, ontem à noite, estiveram presentes autoridades do setor da Saúde a nível estadual e nacional. Além da diretoria do Cosems-PE, fizeram parte da mesa de honra o representante do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Williams Freire Bezerra; o secretário estadual de Saúde, Iran Costa Júnior; o promotor de Justiça, representante do Ministério Público de Pernambuco, Édipo Soares Cavalcante Filho; o representante do Conselho Estadual de Saúde, Euclides Monteiro Neto; e a presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, Carla Patrícia Gomes.

Em sua fala, Williams Freire convidou a todos para o Congresso Nacional dos Secretários de Saúde e aconselhou os pretendentes à diretoria do Cosems-PE. “Busquem o diálogo para as eleições que serão realizadas ainda aqui em Garanhuns. Através do entendimento, a categoria só tende a crescer e se fortificar”, declarou. Já o secretário de Saúde de Pernambuco destacou o momento delicado vivido pelo Sistema Único de Saúde em todo o país, fato que, segundo ele, reflete no âmbito estadual. “É necessário, sim, um investimento maior na saúde e peço desculpas pela situação de devedor (do Estado) aos municípios. Estamos em um dos piores momentos do SUS, mas destaco sempre que o SUS é um vitorioso. Hoje só posso desejar que a unidade prevaleça na construção do Cosems, que é uma das principais entidades de saúde do nosso estado”, finalizou.

Após os pronunciamentos, todos participaram de um coquetel animado pela Orquestra Manoel Rabelo. A programação do IX Congresso das Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Pernambuco e do 64º Encontro de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Pernambuco continua até o sábado (8).

Edméa Ubirajara

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.