A Câmara de Vereadores de Arcoverde, realiza na tarde desta quarta-feira, 16 de março, uma coletiva de imprensa para anunciar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito – para investigar irregularidades na área financeira da AESA, cujo pedido foi apresentado no último dia 7 de março com as assinaturas dos vereadores Rodrigo Roa (Avante), Weverton Siqueira – Siqueirinha (PSB), Célia Galindo (PSB) e Zirleide Monteiro (PTB). 

A instalação da CPI foi confirmada por volta das 18h, através das redes sociais da Câmara Municipal com a publicação de um convite público, anunciando uma coletiva de imprensa que se acontece as 16h no Plenário da Casa James Pacheco comandada pelo presidente do Poder Legislativo, Siqueirinha (PSB), acompanhado do corpo jurídico da casa legislativa. Toda a coletiva será transmitida pelas redes sociais da Câmara de Vereadores.

A autora do pedido de CPI foi a vereadora Célia Galindo (PSB). No pedido, a parlamentar socialista afirma que houve supressão indevida dos descontos garantidos pela casa legislativa através da Lei Complementar nº 015/2020.

A presidência da AESA reduziu por conta própria o desconto de 22% para 12% sobre as mensalidades/matrícula dos alunos da instituição o que teria prejudicado aproximadamente 1.600 alunos. 

Informações: Câmara de Vereadores/ Paulo Edson