sábado, 10 de abril de 2021

Arcoverde inicia vacinação contra a Influenza na próxima segunda-feira


A partir da próxima segunda-feira (12/04), a Secretaria de Saúde de Arcoverde, através do Programa Nacional de Imunização (PNI), estará iniciando no município a 23ª edição da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

O objetivo da campanha consiste em reduzir na população complicações, internações e mortalidades ocasionadas em decorrência das infecções pelo vírus da Influenza. “Para evitar aglomerações nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), a vacinação em Arcoverde será dividida em três etapas, seguindo recomendações do Ministério da Saúde”, informou a coordenadora municipal do PNI, Cláudia Cunha.

Na primeira fase, que acontece de 12 de abril até o dia 10 de maio, serão vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e profissionais da saúde.

Já a segunda fase, que será promovida do dia 11 de maio até o dia 8 de junho, o público-alvo da vacinação serão os idosos a partir de 60 anos e professores. E a terceira fase, que vai de 9 de junho a 9 de julho, serão imunizadas pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e armamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

O Ministério da Saúde, através de nota técnica, não recomenda a administração simultânea das doses e indica que as pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra influenza que buscarem uma Unidade Básica de Saúde, e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, preferencialmente, devem receber a vacina COVID-19 e agendar a vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Idosos que têm alguma dificuldade de locomoção ou estão acamados podem solicitar a presença do técnico de enfermagem para a aplicação da vacina em casa. Essa vacina é também uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário