quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Rei e Rainha da Pessoa Idosa do Carnaval do Recife são coroados no Clube das Pás

Foto: Camila Leão/ PCR Imagem

Disposição, sorriso no rosto e frevo no pé marcaram o concurso que elegeu o rei e a rainha do 19º Baile da Pessoa Idosa do Carnaval do Recife. A disputa, que teve 27 concorrentes, aconteceu na tarde desta terça-feira (4), no Clube das Pás, em Campo Grande. A animação da festa ficou por conta do maestro Ernani, que regeu a Orquestra Oficial do Clube das Pás. O Evento foi promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPDDH).
Para Ana Rita Suassuna, secretária da SDSJPDDH, a premiação reafirma que o Carnaval do Recife acolhe todas as idades. "Os blocos líricos são formados, em sua maioria, por idosos que representam as festas carnavalescas de antigamente e, dessa forma, representam a resistência cultural dessa modalidade", afirmou a gestora.
Os grandes vencedores do concurso de rei e rainha do Carnaval da Pessoa Idosa do Recife 2020 foram Frederico Batista, 68 anos, e Maria de Fátima Santos, 63 anos, que receberam as coroas da realeza eleita no ano anterior, o casal Severino Correia e Irinita Dias. Os premiados receberão R$ 4 mil cada e vão desfilar e receber os convidados no 19º Baile Municipal da Pessoa Idosa do Recife, que acontece no dia 18 de fevereiro, no Classic Hall. 
"Estou muito emocionado em ter oportunidade de representar a pessoa idosa na maior festa popular da cidade", disse o rei Frederico, ressaltando que é preciso enaltecer cada vez mais o carnaval e a pessoa idosa. Já a rainha Maria de Fátima garantiu que está muito feliz em ser majestade de uma festa grandiosa. "É uma sensação maravilhosa. Vamos comemorar com muito frevo", contou.
Ao todo, foram 19 candidatas a rainha e oito candidatos a Rei do Carnaval da Pessoa Idosa. Para participarem, os candidatos atenderam aos critérios de ser maior que 60 anos, morar no Recife e participar de grupos de convivência de idosos, Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI), entidades voltadas para a temática da pessoa idosa ou agremiações carnavalescas da cidade. Os jurados avaliaram a coreografia, desenvoltura na passarela e simpatia dos participantes.
ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário