terça-feira, 30 de julho de 2019

Estudante de Arcoverde é classificada para a grande final do Concurso Ler Bem

Foto: Israel Leão 

A estudante de Arcoverde, Stefanny Maria dos Santos Silva, da Escola Euclides da Cunha, é uma das três classificadas da semifinal regional do Concurso Ler Bem. Stéfanny, que tem 10 anos e mora no São Geraldo, leu um trecho da página 4 do livro "A Batalha dos Mamulengos", de Rubem Rocha Filho. As outras duas classificadas para a final do Concurso são: Fernanda Beatriz (de Tacaratu) e Isabelle Evelyn (de Tabira).
A competição, que aconteceu na tarde desta terça-feira, 30 de julho, no Auditório Muirá-Ubi, teve as presenças de toda equipe da Secretaria Municipal de Educação na pessoa da secretária Zulmira Cavalcanti, do vice-prefeito Wellington Araújo e também de vários secretários municipais de Educação e demais coordenadores pedagógicos da microrregião.
"É com alegria que assistimos a performance de Stefanny, agora ela vai com tudo para etapa final", comemorou Zulmira. Quem também aplaudiu a representante local foi o vice-prefeito. "Foi emocionante ver como Stefanny está preparada, ela observou bem a pontuação e a entonação na hora de ler", avaliou Wellington. 
Cada participante desta etapa do concurso ganhou um tablet Philco e um kit de livros. A grande final do Ler Bem acontecerá, em 1° de Outubro, no Museu Cais do Sertão, na capital pernambucana. A próxima etapa regional da competição acontecerá em Garanhuns. O primeiro lugar do Concurso ganhará três dias de lazer no Enotel Resort em Porto de Galinhas com direito a 5 apartamentos duplos e o 2° e 3° lugares poderão dispor de 2 apartamentos duplos. Os vencedores terão como acompanhantes pais, professores e diretores das respectivas escolas onde estudam.
De 22 candidatos-leitores, os jurados (composto por professores de Tacaimbó), escolheram 6 deles para poder chegar a escolha dos 3 finalistas. 
O Concurso Ler Bem é uma iniciativa da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa) e que conta com o patrocínio de 13 empresas do ramo de torrefação, construção civil, alimentação, atacados, enlatados e massas, entre outras.
Presenças ilustres - Duas estudantes não obtiveram classificação, mas chamaram atenção por sua ligação direta com a cultura popular. Evelyn (de Tabira) lembrou o poeta contemporâneo Dedé Monteiro declamando alguns versos. Já Maria Júlia Leite de Menezes (de Tuperetama), sobrinha do poeta Pedro Filó (irmão de Manoel Filó) emocionou a todos ao mostrar que carrega a poesia no sangue. A família de Júlia tem ainda os poetas e agitadores culturais - os irmãos Jorge e Ciro Filó.
Destacamos ainda entre as participantes Maria Vitória Alves Diniz (de Brejinho) que se alfabetizou ainda aos 7 anos de idade e Flávia Santana Rodrigues de Lima(de Santa Cruz da Baixa Verde) que as 6 anos já lia com desenvoltura. Flávia inclusive resumiu bem o que significou para ela a sua participação. "Foi uma grande experiência para mim; afinal aqui em Arcoverde fiz grandes amigos, não sabia que seria tão gratificante", afirmou Flávia.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário