sexta-feira, 7 de junho de 2019

Governo de Pernambuco encerra ciclo de capacitação regionalizada do Funcultura Geral, da Música e do Microprojeto Cultural

                                                                         Foto:Costa Neto/Secult-PE


O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, encerrou um ciclo de capacitações regionalizadas voltadas para três editais públicos: Funcultura da Música, que teve 159 participantes; o Funcultura Geral, com 200 inscritos; e o Microprojeto Cultural, que reuniu cerca de 350 jovens produtores culturais. As capacitações aconteceram em dezenas de cidades das 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado. A última atividade formativa, voltada para o Microprojeto Cultural foi realizada nesta sexta-feira (7), em Tamandaré.

“A quantidade de jovens produtores culturais que foram até as capacitações do Microprojeto Cultural é bastante expressiva. Este edital está em sua primeira edição e tem o desafio de incluir parte da juventude, com protagonismo, que historicamente tem dificuldade de acesso aos recursos do Sistema de Incentivo à Cultura do Estado, mas que passa agora a contar com esse importante estímulo”, destacou Gilberto Freyre Neto.

Parcerias com secretarias estaduais, como a da Mulher e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, além da Secretaria Executiva de Juventude do Recife, buscaram incentivar o público alvo do edital de Microprojetos Culturais. São eles: Jovens entre 18 a 29 anos, com algum trabalho na área de produção de atividades artístico-culturais, moradores de áreas de vulnerabilidade social,.

Além de Tamandaré, receberam o ciclo de capacitação os municípios de Belo Jardim, Afogados da Ingazeira, Petrolândia, Garanhuns, Glória do Goitá, Ilha de Itamaracá, Santa Maria da Boa Vista, Arcoverde, São José do Belmonte, Gameleira, Brejo da Madre de Deus, Surubim, Exu, Limoeiro e Jaboatão dos Guararapes.

Funcultura - Treze municípios receberam o ciclo de capacitação do Funcultura Geral e da Música durante o fim de abril e início de maio deste ano: Taquaritinga, Aliança, Gravatá, Floresta, São Benedito do Sul, Salgueiro, Águas Belas, Serra Talhada, Sertânia, São Lourenço da Mata, Tabira, Ipojuca e Santa Maria da Boa Vista.

De acordo com Taciana Portela, gerente de Formação e Projetos Especiais da Secult-PE, a iniciativa teve o objetivo de reunir artistas e produtores culturais que atuam no conjunto da cadeia da cultura do Estado. “Através destes encontros, o Governo de Pernambuco busca fortalecer ainda mais o processo de descentralização e regionalização no acesso aos editais do Funcultura Geral e da Música”, explica a gestora.

Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, ressalta: “um dos maiores desafios de quem faz a gestão cultural no Estado é realizar uma capacitação como essa (descentralizada e em várias cidades do interior) que dá a oportunidade aos produtores que moram mais afastados da Região Metropolitana de conhecerem e submeterem seus projetos nos principais fundos de incentivo à cultura do Governo de Pernambuco”.

Além das capacitações, foram realizados 13 atendimentos especiais no birô das linguagens artísticas do Funcultura, realizado entre os dias 13 e 17 de maio. Na ocasião, os coordenadores e assessores das linguagens da Secult-PE/Fundarpe fizeram um atendimento presencial com produtores e artistas com o objetivo de esclarecer possíveis dúvidas e detalhar como realizar a inscrição nas linhas de cada área.

Devido ao Ciclo de Capacitação do Funcultura, alguns prazos de inscrição e cadastro foram prorrogados. O Cadastro de Produtor Cultural foi estendido para o próximo dia 12 de junho, enquanto que os editais Funcultura Geral e da Música tiveram seus prazos prorrogados até o dia 12 de julho deste ano. Os dois editais do Funcultura e seus respectivos anexos estão disponíveis no www.cultura.pe.gov.br/editais.

ASCOM/ Funcultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário