domingo, 11 de novembro de 2018

Arcoverdense brilha no Festival do Rio com filme sobre travesti



Galba Gogóia, cineasta arcoverdense brilhou no Festival do Rio. A Pernambucana apresentou ao público o seu primeiro filme Jéssika.
Há uma forte comoção em torno do filme por tratar de uma tema tão urgente neste momento "Jéssika é uma travesti. Anos depois de deixar o interior do Nordeste, retorna para sua cidade natal. Nessa viagem, reencontra sua história e a si mesma.​" Além disso, o curta tem sido bem recebido e, não é por nada, é realmente muito bom. Conta com a atuação de Verônica Valenttino como Jéssika, que começou no grupo cearense As Travestidas e hoje é cantora da banda Verônica Decide Morrer. A mãe é interpretada por Shirley Britto, da Companhia de Teatro do Anônimo, aqui do Rio.

Imagem: Divulgação

Jéssika também vai ser exibido em Pernambuco no 6º Recifest que acontece de 20 a 24 de novembro no Cinema São Luís. Galba ainda está tentando trazer o filme a sua cidade natal, Arcoverde.

Amannda Oliveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário