segunda-feira, 25 de junho de 2018

" A gente acredita no diálogo, na substituição não", diz Silvério Pessoa no São João de Arcoverde


No terceiro dia do São João de Arcoverde, o Polo Raízes do Coco recebeu um dos maiores nomes da música pernambucana. O cantor e compositor Silvério Pessoa que trouxe ao terreiro do Coco , o projeto "Cabeça feita", que como já anunciamos aqui com exclusividade faz uma releitura dos forrós e cocos do paraibano Jackson do Pandeiro. 


É preciso valorizar a obra de artistas como Jackson que são de extrema importância para a identidade do nosso povo. A gente acredita no diálogo musical, na substituição não. Se a gente começa a substituir o que é nosso no São João, a gente se lasca" , disse se referindo a prostituição que o São João vem sofrendo nos últimos anos com a invasão de ritmos que nada tem a ver com os festejos juninos.

O público conferiu de perto e foi ao delírio com muito forró, embolada, samba de coco e ciranda. E Silvério transformou o Polo Raízes do Coco em uma grande ciranda. Uma das noite mais belas que vi neste polo nos últimos tempos.

Isso sim é São João! Isso sim é nosso tem a nossa identidade , as nossas raízes e é preciso que seja preservado e respeitado.

Vejam que coisa linda:




Amannda Oliveira


Nenhum comentário:

Postar um comentário