quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Terceirizados do Hemope paralisam atividades por tempo indeterminado


Trabalhadores terceirizados que prestam serviço ao Hemope paralisaram mais uma vez suas atividades na manhã desta quinta (29). A categoria fez um protesto em frente ao prédio da sede do Hemope, localizado no bairro das Graças. Os 90 trabalhadores reivindicaram o pagamento do salário de setembro e após assembleia, decidiram retornar às atividades somente após o pagamento. O movimento contou com o apoio do Stealmoaic - PE (sindicato que representa a categoria) e da Força Sindical de Pernambuco.

Este foi o quarto prazo fornecido à categoria e que não foi cumprido. Entre os trabalhadores estão vigilantes, auxiliares de portaria, auxiliares de serviços gerais e maqueiros. As empresas responsáveis pelo serviço de terceirização são a Alforge e Via Service. "A gente avalia que infelizmente os casos se repetem a cada mês, e só conseguimos resolver quando fazemos mobilizações, protestos e isso desgasta tanto a população que utiliza os serviços, como também o trabalhador que precisa receber seu salário para poder pagar suas contas", explica Rinaldo Júnior, presidente da Força Sindical de PE.

Rinaldo Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário