domingo, 28 de julho de 2013

23.º Festival de Inverno de Garanhuns de despede com Hip Hop e muito samba


O Festival de inverno de Garanhuns, se despediu da sua 23.ª edição na noite de sábado (27), com muito hip hop e samba de raíz.
Quem abriu a noite foi a cantora Karla Rafaela . A segunda atração foi o pernambucano Zé Brown que com convidados como o DJ Beto e pelo Long MC, começou a apresentação com "Caco de vidro" e "Nunca subestime" . O show ainda teve a apresentação das B-girls Weedja e Duda e Okado Bboy, dançarinos de break que passaram pelo projeto "Zé Brown apresenta", iniciativa social que apresenta manifestações culturais a jovens da periferia do Recife. 

Zé Brown ainda fez uma bela homenagem a Dominguinhos com um desenho feito à mão e cantou em seqüência, canções do mestre como "Abri a porta", "Gostoso demais" e "Não vendo nem troco", e cantou ainda "Sanfona sentida" interpretada com muita personalidade pelo músico.


O Dj americano Afrika Bambaataa, abriu a apresentação com "Sex machine", de James Brown, e "Kiss", de Prince e Planet rock que mistura música eletrônica e funk. 
O funk carioca "Tá dominado" e "Vira de ladinho",também foram tocados.Depois da overdose de hip hop, foi a vez do samba tomar conta da Guadalajara.


Mart'nália abriu o show com " Você Abusou" e cantou o repertório do CD "Não tente compreender" produzidoo por Djavan . Entre as músicas cantadas estavam, " Hoje estou sozinha", " Cabide", " Avião" De Martinho da Vila vieram na bagagem " Ex-amor" e "Mulheres". A sambista fez uma homenagem a Dominguinhos cantando " Xodó" de chapéu de couro na cabeça. O show foi encerrado com "Pé na cova", música de abertura do seriado homônimo que conta com a cantora no elenco.


O encerramento foi feito por um dos maiores compositores brasileiros. O sambista Arlindo Cruz, subiu ao palco pela primeira vez no festival de inverno com a música "Batuques do meu lugar" de sua autoria , "Deixa a fumaça entrar" de Martinho da Vila e lembrou da madrinha do samba Beth Carvalho ao cantar "Camarão que dorme a onda leva" acompanhado pelo público.
O clima esfriou , mas no palco , Arlindo esquentava a noite cantando " Vai embora tristeza", "Agora viu que perdeu e chora", "Trilha do amor" e "A pureza da flor".

O mestre Dominguinhos foi homenageado por Arlindo com a música "Quem me levará sou eu" num samba mais lento. A apresentção foi encerrada com um pout-pourri com sucessos como "Samba de arerê", "Coisinha do pai", "Vou festejar" e "Aquarela brasileira" .

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário