domingo, 24 de março de 2013

Cuide-se! Novas Descobertas no Tratamento do Câncer.



Estamos começando agora uma nova coluna aqui no Falando Francamente. Aqui você encontrará um espaço voltado para saúde e bem estar. Espero ajudar você, leitor, a estar informado sobre conhecimentos e novidades sobre prevenção, vida saudável, diagnósticos e tratamentos. 


É verdade que o Câncer já foi sinônimo de morte e dor, mas atualmente estamos vivenciando a quebra desse estigma. Não precisa ter medo, pois o CA é uma doença com cura e totalmente tratável. Ao longo de anos a vida de biólogos, médicos, enfermeiros e cientistas foi estudar cada vez mais sobre esta doença a fim de melhores diagnósticos, cuidados e tratamentos. 



Como se forma o CA? A nossa célula possui a capacidade de se multiplicar, onde morrem células velhas e nascem as novas. O tabaco, a mal alimentação, a obesidade, a herança genética e a radiação pode levar nossa célula à desordem, fazendo com que a própria se multiplique sem parar formando o tumor. Veja na imagem a baixo o processo de formação de uma célula cancerosa:



Quais são os últimos avanços e tratamentos? Uma descoberta que pode salvar milhares de vidas começou a ser estudada e trará um diagnóstico e tratamento mais inteligente, moderno e singular. Os Drs. Emanuel Dias Neto e Paulo Kowalski são pioneiros desses estudos aqui no Brasil. Estou falando da Oncologia Genética, que trata o indivíduo com base em seu DNA; é feito o mapeamento do genoma e depois o tratamento sob medida. Esse novo tratamento está sendo feito sob protocolos de pesquisas no Brasil e em todo o mundo, mas mapeamento é capaz de nos dizer os tipos de CA que o indivíduo poderá apresentar ao longo de sua vida. Este mapeamento já é uma realidade, mas com um custo altíssimo. O futuro de certa forma chegou.


Vejamos bem, o tumor é causado por vários mecanismos diferentes, o que faz dele único em cada indivíduo. O que causou um tumor numa mulher A geralmente não é o mesmo que causou na mulher B. O tratamento busca compreender o interior da célula, descobrir o que causou a alteração morfológica e solucionar um tratamento que vá até o fator que causou a mutação.  A singularidade da célula e do indivíduo precisa ser estudada criando um remédio único para cada indivíduo, as pesquisas estão em andamento em todo o mundo. Devemos continuar a seguir as orientações universais para prevenir o câncer, como: não fumar, evitar álcool, boa alimentação, vida mental equilibrada, cuidados com o sol e manter seus exames em dia. Os cientistas estão em constantes pesquisas e o que precisamos manter em mente é a prevenção e diagnóstico precoce. 


Dayvison Hebert

Nenhum comentário:

Postar um comentário