Tsunamis arrasam países, terremotos matam milhares de pessoas, enchentes destroem cidades e matam família inteiras, tornados levam tudo o que encontram, nevascas matam centenas de frio, a seca mata de fome e as águas invadem as orlas e retomam o espaço que é seu.

O homem destrói o planeta azul dia a dia, são queimadas, desmatamentos, mutações genéticas, aquecimento global, alterações climáticas, astronomia, caça desenfreada e desumana, tudo com a nossa assinatura.

E a natureza, tão destruída pelo ser humano, começou a cobrar o preço pela destruição que vem sofrendo há séculos.

Será que o mundo vai acabar? Será que podemos dormir hoje e simplesmente não acordar amanhã? As religiões falam que sim, os cientistas não sabem ao certo o que dizer.

É impossível não perceber que a natureza está gritando e dando sinais de que não agüenta mais os desmandos do homem.

Tsunami há alguns anos atrás era um bicho papão, hoje parece que nos acostumamos com as tragédias e dizemos que um deles arrasou uma cidade como se falássemos de um show na praça. O está acontecendo conosco?

Vamos acordar! Vamos salvar o nosso planeta, mudar de atitude.

Se você gosta de lavar a calçada da sua casa, não lave. Quando se ensaboar no banho desligue o chuveiro, plante um arvore, faça a diferença ou em poucos anos, não teremos mais natureza e deixaremos de existir.