Em Caruaru, Raquel Lira recusou aumento de salário


Na última sessão da atual legislatura da Câmara de Vereadores de Caruaru, realizada na noite desta terça-feira, 21, foi apresentado o projeto de reajuste do salário dos secretários municipais. De acordo com o presidente da Casa Leonardo Chaves (PDT), se aprovado, o aumento será de 30% e os salários passarão de R$ 9 mil para R$ 12 mil.
O vereador explicou ainda que a prefeita eleita Raquel Lyra (PSDB) não quis o aumento e vai continuar recebendo o salário de procuradora do estado, já o vice-prefeito eleito Rodrigo Pinheiro também abriu mão do reajuste e receberá o salário de R$ 8 mil, sem aumento.
De acordo com o projeto, os salários do Poder Executivo passariam por um reajuste: o salário da prefeita passaria de R$ 16 mil para R$ 20 mil e o do vice de R$ 8 mil para R$ 14 mil. “Ela não quer que dê um centavo de aumento a ela e o vice também abriu mão. A gente vai abrir uma emenda só para os secretários“, afirmou Leonardo.
Ao final da sessão, ele disse ainda será analisada a viabilidade do projeto ser votado até a sexta-feira (23), às 10h, dia da última sessão ordinária. Quatro projetos do executivo ainda serão analisados dia 23. O reajuste dos salários dos secretários pode ser votado em 2017.
Fonte: Portal da Mídia

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.