Clube do Samba de Recife celebra sete anos e enaltece o empoderamento da mulher

Foto: Amannda Oliveira

Com o tema “Arreda povo que aí vem mulher”, o Clube do Samba de Recife celebra o sétimo aniversário. Em virtude da agenda da paróquia do Morro, o evento acontece, extraordinariamente, no sábado (27 ), na quadra central do Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife, a partir das 14h.

Com um time formado por sete mulheres, Karynna Spinelli recebe nordestinas que têm a música como caminho. “Cantaremos pras ciganas, pombo giras, mestras e grandes mulheres da MPB”, explica Spinelli, fundadora do CSR.

Além da anfitriã, mulher guerreira que luta pela igualdade do povo e a divulgação do samba dos ancestrais, da negritude, o evento, Monica Feijó, Evla Bertoldo (PB), Gerlane Lops, Polyana Resende, Gabi do Carmo e Gerlane Gell formando um grupo de sete mulheres que representam a força do samba feminino.

Nesta edição, serão homenageadas outras mulheres que representam a participação social e a luta pelos seus direitos. Entre ela estão Aline Mariano, pela atuação expressiva na Secretaria de Enfrentamento ao Crack e outras drogas, Ana Paula Guedes, do Voz Nagô, mulher negra, mãe, artista e guerreira da cultura popular, Beth de Oxum,  mãe do axé, pelo trabalho realizado na orientação dos jovens de terreiro e a queridíssima, Dona Geralda, primeira e constante incentivadora do Clube do Samba de Recife, mãos de Ouro da Gastronomia de Pernambuco.

Fundado em 2009 nas ruas do Morro da Conceição, o CSR é considerado um dos maiores movimentos de rua de samba Brasileiro. Nascido no Morro, o movimento levou à Comunidade música de qualidade, fomento ao comércio e ao turismo, tendo em vista que os encontros mensais levaram mais de cinco mil pessoas em cada edição, pessoas sedentas por cultura e pela beleza visual do lugar.

Como movimento agregador que reúne música, cultura popular e turismo promovendo o intercâmbio entre artistas de Pernambuco e do Brasil. O Clube do Samba reúne músicos  pernambucanos consagrados, vindos dos Morros e do Conservatório Pernambucano de Música (Rubem França, Fernando Moura, Guinga, Nego Henrique (ex-Cordel do Fogo Encantado), numa legítima roda de samba com a cara do nosso Recife, recebendo sambistas e cantores de outros estilos musicais que abraçam o samba, sob a apresentação da fundadora e madrinha Karynna Spinelli. Uma mistura perfeita entre o erudito e o popular, que encanta o público.

Além do enriquecimento cultural para os moradores da região, o Clube do Samba formenta a economia local, oferecendo aos moradores e comerciantes da área uma oportunidade de crescimento desde os donos de bares e restaurantes da região, como aos vendedores e catadores de recicláveis.

O Clube do Samba de Recife inspirado no carioca João Nogueira, vem enfatizando a disseminação positiva e vitoriosa do samba de Pernambuco em cidades como Rio de Janeiro,Salvador, Natal, São Paulo, Paraíba e Brasília. 

Com o mote "Meu samba enche barriga”, Karynna arrecada centenas de quilos de alimentos para distribuição. No último CSR, em julho de 2016, foram arrecadados cerca de 800 quilos de alimentos, beneficiando aproximadamente 800 famílias do entorno do Morro da Conceição.  O Clube do Samba tem apoio da Prefeitura da Cidade do Recife, da Secretaria de Enfrentamento ao Crack, os comerciantes do Morro da Conceição,  os amigos do Clube do Samba, com patrocínio da EMPETUR.

Angélica Souza

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.