Novos procedimentos de fiscalização de passageiros começa entram em vigor nesta segunda-feira

Entrou em vigor na manhã desta segunda-feira (18), nos aeroportos brasileiros os novos procedimentos de fiscalização de passageiros e babagens. A mudança, que vale para voos nacionais e internacionais em todos os aeroportos brasileiros, foi tomada para aumentar a segurança dos viajantes e não tem prazo para acabar. Considerada uma prioridade pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a segurança do transporte aéreo envolve procedimentos de inspeção importantes, tais como a revista de passageiros para o acesso às áreas restritas dos aeroportos (áreas de embarque, pista e aeronaves) e a inspeção de bagagens. Esses procedimentos de segurança são adotados e padronizados internacionalmente. No Brasil, estão normatizados pelo Regulamento Brasileiro da Aviação Civil (RBAC) nº 107, norma da ANAC que dispõe sobre a Segurança da Aviação Civil.
A partir de 18 de julho de 2016 (segunda-feira), essas medidas de segurança estarão ainda mais presentes nos aeroportos brasileiros, e é muito importante que os passageiros contribuam para que o embarque ocorra de forma eficiente e segura. Os procedimentos a que os passageiros estão sujeitos são os seguintes: passagem pelo pórtico; revista física (ou passagem pelo escâner corporal); retirada de notebook da bagagem de mão; revista de bagagem de mão pelo equipamento de Raios X e a abertura de bagagem de mão para inspeção.
A revista física aleatória é aquela em que o passageiro é revistado por um Agente de Proteção da Aviação Civil (APAC) do mesmo sexo, independentemente do disparo do alarme do equipamento de Raios X. A revista poderá ocorrer em local público ou reservado, a critério do passageiro e dos agentes de proteção, e com presença de testemunha.
A retirada de computador portátil e de outros dispositivos eletrônicos do interior de malas e mochilas transportadas na bagagem de mão também será obrigatória na passagem pelo Raios X para voos domésticos. Atualmente, essa medida é adotada para voos internacionais.
A inspeção manual aleatória de pertences de mão no momento da passagem pelo equipamento de Raios X também poderá ser solicitada; nesse caso, os passageiros deverão abrir suas bagagens de mão para inspeção.
Informações: ANAC

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.