Netflix vai exibir nova "Star Trek" e episódios clássicos da série

A Netflix fechou um acordo com a CBC International para exibição da nova série "Star Trek". Cada episódio estará disponível no serviço de streaming um dia após a exibição na rede norte-americana. Além do temporada inédita, a Netflix ainda terá o acervo completo de episódios antigos da série.
A nova safra de episódios da icônica série poderá ser vista com exclusividade em 188 países (com exceção de Estados Unidos e Canadá).
 
"O lançamento da nova 'Star Trek' será verdadeiramente um evento mundial de televisão", diz Armando Nuñez, presidente e CEO da CBS Studios International em comunicado enviado nesta segunda-feira (18) pela Netflix.
 
"Star Trek'" já é um fenômeno global e esta parceria internacional dará aos fãs de todo o mundo, que têm ansiado por uma nova série por mais de uma década, a oportunidade de assistir a todos os episódios virtualmente ao mesmo tempo que os espectadores nos Estados Unidos", completou o executivo.
 
"Star Trek" começa a ser produzida em Toronto, no Canadá, em setembro. A nova temporada voltará à televisão após um hiato de 11 anos. A previsão de estreia é para 2017.  Na história, a Neflix promete novos personagens, outras missões e a mesma ideologia que marcou a série clássica.

A rede de streaming ainda informa, no comunicado, que todo o acervo de "Star Trek", o qual corresponde a 727 episódios - incluindo "Star Trek: A Série Original", "Star Trek: A Próxima Geração", "Star Trek: Deep Space Nine," "Star Trek: Voyager" e "Star Trek: Enterprise" - estará disponível no final deste ano. 
 
"'Star Trek' é uma das séries mais icônicas da história da TV e estamos entusiasmados por sermos parceiros da CBS e trazermos a adorada série aos Trekkies de todo o mundo", diz Sean Carey, vice-presidente de Global Television na Netflix", diz Sean Carey, vice-presidente de Global Television na Netflix. 
 
Alex Kurtzman e Bryan Fuller são os co-criadores e produtores executivos da nova "Star Trek", baseada na série original de Gene Roddenberry.

Fonte: Uol 

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.