Fundarpe divulga propostas do 26º Festival de Inverno de Garanhuns classificadas na Análise de Mérito Artístico-Cultural


A Secult e a Fundarpe tornam público o resultado da Análise de Mérito Artístico-Cultural das propostas de fruição e formação do 26º Festival de Inverno de Garanhuns. Para o julgamento, foram utilizados critérios norteadores de avaliação, tais como: a qualidade artística/cultural da atividade, a relevância da proposta, sua originalidade e singularidade, o currículo do artista, do grupo, do profissional ou da equipe principal e o histórico da atividade.
Para as propostas de formação, foram levados em consideração a clareza e coerência da proposta pedagógica, a contribuição para o desenvolvimento local e estadual, o currículo do formador, profissional, grupo ou da equipe principal responsável pela proposta, viabilidade da proposta e adequação orçamentária.
Como esclarece o item 7.2. da Convocatória, as propostas classificadas na Análise de Mérito Artístico-Cultural não têm necessariamente sua participação assegurada na programação do 26º FIG. A quantidade de propostas a serem incluídas na programação do 26º FIG está condicionada aos perfis dos espaços e ao orçamento destinado ao evento. Além dos artistas que foram pontuados por esta Análise de Mérito, até 20% da programação do FIG poderá ser composta por artistas, grupos e profissionais convidados de quaisquer estados da federação.
Confira AQUI a composição das comissões de Análise de Mérito Artístico-Cultural, na área de Fruição, com a representação da sociedade civil (selecionados através da convocatória) e representantes da Secult-PE/Fundarpe (integrantes do quadro de comissionados e colaboradores ou nomes indicados/convidados). E AQUI, a composição das comissões das propostas de Formação.
Confira AQUI as propostas classificadas na Análise de Mérito Artístico-Cultural de Fruição
Confira AQUI as propostas classificadas na Análise de Mérito Artístico-Cultural de Formação

Fundarpe

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.