Polícia civil divulga retrato falado de suspeito de matar garota de 7 anos em Petrolina

Foto: Arquivo pessoal da família

A polícia pernambucana divulgou nesta segunda-feira (22), no auditório do prédio operacional da Polícia Civil de Recife, o retrato falado do suspeito de ter assassinado a menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, no dia 10 de dezembro de 2015 , em Petrolina. O crime aconteceu durante uma festa de formatura no Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora e chocou o estado. 
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marceone Ferreira Jacinto, a imagem do suspeito foi elaborada a partir de relatos de testemunhas, que se referiram a presença de um estranho na festa. 
A polícia civil oferece 10 mil reais para quem der notícias a cerca do paradeiro do assassino, no telefone (813719-4545. Fotos feitas nos celulares dos convidados e de fotógrafos que trabalhavam na festa estão sendo usadas pela polícia. 
O CRIME:
A garota Beatriz Angélica foi assassinada com golpes de faca durante a solenidade de formatura do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina. Na data, a irmã da garota estava entre os formandos. O pai de Beatriz Angélica, Sandro Romildo, é professor da unidade de ensino e também participava da cerimônia. A garota estava com a mãe, que a perdeu de vista por instantes . Após buscas pelo colégio ela foi encontrada morta a golpes de faca, em um depósito de material esportivo que estava desativado. 
Após o caso ser veiculado no Fantástico de ontem (21), devido ao silêncio em relação ao crime, a polícia pernambucana apresentou o suspeito em Recife.
Se você já viu esse homem ou sabe onde ele está ligue para a polícia imediatamente  para (813719-4545.
Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.