Câmara analisa projeto de lei que pune violência contra o professor

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. 

Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente. 

A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante.  


Indisciplina

De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição.


O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Quando eu era estudante do ensino médio, os meus professores me serviam de referência, era possível ser amiga deles. Ao mesmo tempo em que podíamos brincar com eles, havia um respeito enorme por aqueles que nos ensinavam um pouco mais dia a dia. É muito triste perceber que o desrespeito e a violência ao professor imperam no dia de hoje.

Amannda Oliveira 

645 comentários:

  1. Como professor de rede pública há 19 anos (e dois em cursos,totalizando 21), eu sei o quanto esta lei é tanto urgente como imprescindível.
    Não se pode descrever o horror das humilhações e coações morais , só quem passou sabe...
    Obrigado Deputada !!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Estas agressoes, abusos, ameaças estao assassinando o professor vivo! Muitos ja desistiram; muitos estao de lincença, fazendo tratamento, muitos estão abandonando o oficio.
    CHEGA DE ALUNO ABUSADO E SEM PRINCIPIOS!!!

    Projeto Lei de RESPEITO ao professor deve ter URGENCIA!!!!
    Conte comigo!
    Estamos juntos.

    ResponderExcluir
  3. Há 15 anos em sala de aula, e com um processo rolando por ameaça de morte, por parte de um aluno, estou muito contente e espero que este projeto deixe o papel e chegue a sala de aula, para podermos ter um suporte contra a falta de educação e limites que hoje correm soltos pelas nossas escolas!
    Obrigada deputada Cida Borghetti

    ResponderExcluir
  4. Levo meu apoio a essa lei, pois os professores sofrem demais com a brutalidade dos alunos e com a falta de respeito deles.
    Além de terem um péssimo salario.

    ResponderExcluir
  5. Amém!!também sofro com falta de respeito e abuso total.Que ilustre iniciativa!

    ResponderExcluir
  6. É impressionante que precise de uma lei para que os alunos aprendam a respeitar um professor. Esse princípio deveria partir de casa, não? Minha mãe nunca precisou me ensinar a respeitar meu professor e obedecê-lo em sala de aula. Respeitava-os antes de mais nada como pessoas que são, muito antes de serem professores.

    ResponderExcluir
  7. Não entendo porque da sociedade civil não poder colaborar EXIGINDO a aprovação dessa LEI.
    Façam através do site petição popular (www peticao popular ponto com ponto br) um manifesto que possa ser repassado e após concluído, enviado a quem de direito e fazer valer a voz do povo!
    Ninguém aguenta mais esse país que, por ser administrado por semi-alfabetizados, viola o direito primordial de quem merece além de melhores salários, RESPEITO!
    Eu apóio e faço coro!

    ResponderExcluir
  8. Concordo com que a Priscila disse acima, pois acho que não só os infratores devem sofrer sanções como também seus responsáveis devem ser penalizados, pois a ausente de valores e conceitos se devem e muito as famílias acharem que a Escola deve também educar sua prole!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Fico muito feliz com a participação de cada um de vocês. Acredito que todos são professores e acreditem, é terrível perceber como a violência invadiu as salas de aula e que os alunos tem se transformado por vezes em marginais, por pertencerem a famílias desestruturadas , que os criam como bichos soltos no mundo. Quando eu estudava, os professores eram mestres queridos que muitas vezes se transformavam em amigos. Muitos me ensinaram parte do que vivo hoje e fazem falta. Sejam sempre bem vindos. Um forte abraço a cada um

    ResponderExcluir
  10. Esse projeto é muito importante. Víamos os alunos sendo amparados por diversas leis, mas nós profressores, quem nos defende das agressões verbais e físicas?

    ResponderExcluir
  11. TENHO 34 ANOS DE REGÊNCIA ( UMA MATRÍCULA JÁ APOSENTADA E OUTRA NA ATIVA) E FICO, A CADA DIA, MAIS ABISMADA COM A VIOLÊNCIA E O DESRESPEITO AO PROFESSOR. CONCORDO COM O JOSÉ CARLOS QUANDO DIZ QUE OS RESPONSÁVEIS TB DEVEM SER PUNIDOS, POIS SÓ SABEM AUMENTAR A PROLE PRA RECEBER OS BENEFÍCIOS DO GOVERNO E DEIXAR PRA NÓS A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS. ESSA LEI DEVE SER APROVADA COM URGÊNCIA!!! NÃO TEM MAIS NADA PRA SER ANALISADO PELA CÃMARA DOS DEPUTADOS!!!
    NÃO AGUENTAMOS MAIS TANTO DESCASO COM A NOSSA PROFISSÃO!!! APROVAÇÃO JÁ!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Deputada Cida Borghetti pelo projeto! Todos os dias letivos no Brasil, professores e professoras sofrem violências verbais e físicas.As ameaças veladas também são incessantes.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Já é tarde!!!! Mas antes tarde do que nunca, passamos da hora desta revisão ser feita, finalmente alguém percebeu o caos de leis mal escritas e articuladas. Tomara que a mudança seja aprovada, isto vai facilitar e muito o trabalho na área de educação. Infelizmente a impunidade gera violência...

    ResponderExcluir
  14. Parabéns deputada, espero que seus "colegas" de trabalho que irá julgar este projeto tenha essa mesma maneira de pensar.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns deputada, viva ...

    ResponderExcluir
  16. Sou professora há 15 anos, mas nunca vi tanta violência quanto nos dias de hoje. A lei chegou mais do que necessário. Precisamos de alguma proteção. ainda na última 5a. feira, dia 29/06/2011, a avó de uma de minhas alunas chegou à escola me ameaçando de agressão física e que chamaria mais gente para me bater, tudo porque fui atrás da neta dela que "bolava" aula... Agora para chegar à escola, penso duas vezes, sem saber quem estará me esperando no ponto de ônibus. quanto a escola... nada fez, deixou a dita senhora gritar no pátio para quem quisesse ouvir... além das ameaças físicas, fui altamente desconsiderada perante a todos que estavam no local!!
    Vamos aguardar a conclusão e ver o que podemos fazer para nossa proteção, pois se denunciarmos a resposável é bem provável que a ameaça passe a se realizar!!!
    Lamentável a situação do proessor!!!
    Maria Isabel

    ResponderExcluir
  17. Saí de sala de aula desde que falta de educação,carência de humildade e principalmente falta de respeito virou sinônimo de aluno problemático e que nós professores viramos os escudos deste tipo de aluno.
    Que bom se todos os professores pudessem abandonar o magistério, assim alguém já teria tomado alguma providência. É um absurdo você estudar tantos anos de sua vida, investir tanto financeiramente e não ter nenhum retorno, nenhum amparo legal. É nojento ver como os professores hoje em dia são achincalhados, desmoralizados, agredidos e o mais triste ainda é ver nossos governantes dizerem" É que os professores estão despreparados, tem que se reciclar, etc Para quê? para ensinar bichos? bicho se doma, diferente de ser humano que nós instruimos e educamos com amor e carinho.
    Melhores condições salariais, então, é puro luxo, professor não tem necessidade, não come, não veste, não paga conta, etc. etc. etc
    Acho que está mais do que na hora de alguém olhar por esta classe profissional com alguma seriedade, afinal, apenas uma pequenina porcentagem dos educandos são auto didatas, o que implica que a maioria dos alunos precisa de um PROFESSOR.
    Profa EAS

    ResponderExcluir
  18. Parabéns! Já sou aposentada mas continuo na ativa. Fico cada dia mais surpresa com as atitudes negativas e violentas dos alunos. E mais surpresa ainda, com a atitude da direção das escolas que não fazem "absolutamente" nada. Ora, aluno, não importa a atitude dele é lucro; e o professor puro prejuízo. Espero que essa LEI realmente funcione, que não fique só no papel.

    ResponderExcluir
  19. Espero que o Projeto Lei transforme-se em Lei e seja sancionada pela nossa Presidenta Dilma.

    ResponderExcluir
  20. Deveria haver outra lei para punir os diretores coordenadores, padres diretores, orientadores, supervisores e demais membros de administração escolar, TODOS MERCANTILISTAS DA EDUCAÇÃO que agem como se fossem coniventes com as aberrações dos alunos nas escolas particulares, principalmente; pois mesmo cientes de que há alunos que achincalham, agridem e desqualificam os professores nada fazem, porque aluno é cliente que paga, e professor é despesa. Se o professor não aceita ser humilhado, e por isso, FALA da angústia QUE O OPRIME, para questionar é demitido.
    Estes citados e ditos entendidos em educação são piores do que o pior dos alunos, porque ajudam a produzir e alimentar a sanha desses alunos de qualidade até perigosa, a conviverem com outros de melhor estirpe, mas que acabam se desqualificando também.

    ResponderExcluir
  21. Boa sorte Deputada! torçemos todos que esse Projeto,tão importante para todos nós,seja votado,saía do papel.Já é tempo mesmo de acabar com essa imoralidade!.Afinal de contas qdo é que esse País,se comportará como " Terra adorada..." "Pátria amada...",País em evidência? " "Pátria do Evangelho"? se não tiver pessoas como a senhora,lutando contra a violência?.Conte com todos os Professores.Tenho certeza que a Presidente Dilma,apoiará sua proposta,pois não compactua com violência de especíe alguma;e que os deputados sensatos e sérios,farão o mesmo.Vá em frente,com Fé em Deus,porque devemos ter em mente que trabalhar no bem é trabalhar para Deus.
    Atenciosamente
    Iolanda Cavalcante Jatobá.

    ResponderExcluir
  22. Até que enfim alguém acordou neste País. O que será que os senhoreses "Políticos" vão arrumar para contestar. O ECA é um Estatuto que veio na hora mais errada possível num País onde não se tem educação suficiente para se estabelecer regras.O ditado e certo "Educação vem do berço" o que muitos não entendem,infelizmente.E quando se fala isso para um Pai,ele simplesmente diz:-" A obrigação de dar educação é da escola..." Por isso sou da opinião que o nome correto para as escolas e seus órgãos responsáveis deveria ser Ministério da Instrução. Diretoria de Instrução e não Educação, pois educação é dada em casa.

    ResponderExcluir
  23. Aplaudo também !!!

    O ECA em seu princípio básico esqueceu-se de salvaguardar o menor da violência que comete a si mesmo, pois o jovem despreparado em conceitos se desenvolverá em quê ? Um professor que nos dias de hoje, muitas vezes seria para o aluno uma das poucas autoridades com as quais ele convive, lhe dará exemplo de quê ? De completa passividade e impotência frente a tantos contra valores.
    Professora há 29 anos e ainda acredito na Educação. Sou utópica ? Espero que não .

    ResponderExcluir
  24. Muito louvável o seu projeto, Cara Deputada. Entretanto, para que os professores que estão em sala de aula se beneficiem dos resultados vindouros desta aprovação, há que se modificar a atitude dos professores que ora ocupam cargos de Direção e Coordenação. O projeto ficará apenas no papel caso a tolerância excessiva destes profissionais com relação aos desmandos de "alunos-problema" não seja também corrigida. Esta tolerância estende-se ao campo da aprovação/reprovação, já que muitas vezes nós professores somos "incentivados" a aprovar alunos com comportamento indesejável com o intuito de livrar a escola deles. A formação do aluno deve começar em casa, mas cada vez mais nos vemos obrigados a fazer o papel dos pais neste quesito.
    Que venha a aprovação do projeto! Sendo ele aprovado, como creio que o será, estarei atenta à sua aplicação.

    ResponderExcluir
  25. Se os alunos são assim é porque a sociedade e os pais, principalmente os pais são libertinos, entenda-se, liberais, a eles tudo permitindo, punam-se os pais, culpem os pais, educação vem de berço.
    Se chegam sem ela na escola a culpa é dos pais.
    É o que penso.

    ResponderExcluir
  26. Fernando Maranhão10/07/2011 10:07

    Até que enfim, parece que tomarão alguma providência (deveriam ser tomadas todas as providências) para expulsar os alunos "maus exemplos" das escolas "públicas e particulares" antes que matam mais professores e alunos "colegas". Não podemos e nem devemos demonstrar MÊDO, pois, em isso acontecendo, as violências continuarão aumentando. PARABÈNS Deputada CIDA BORGHETTI, espero APROVAÇÃO em tempo recorde.

    ResponderExcluir
  27. Sou professora com muito orgulho, porém estou perdendo a esperança em termos um país melhor. Da forma como encontrasse o ECA, só os alunos tem direitos, e os DEVERES onde ficam. Nos temos o dever de instruir-los e outros mais que não não nos compete. Me sinto solitária na sala. Os alunos sentem-se "donos do pedaço" como alguns alunos se referem ao espaço da escola, sabem que por mais absurdo que seja seu comportamento dentro da escola e da sala sabem que as chamadas de atenção não irão dar em nada. Já escutei de um aluno ao dizer que o levaria para a direção caso não se comportasse corretamente, sua resposta foi a seguinte" Pode falar a vontade porque essa diretora de m...não fará nada." É ou não necessário a aprovação desse projeto, porque se as coisas continuarem como estão não há amor a profissão que suporte. Os responsáveis de uma boa parte dos alunos ao serem chamados para por-los a par do mau comportamento de seus filhos, relatam que não sabem mais o que fazer com eles, e nós o que faremos sem nada que nos dê respaldo para que haja uma punição no caso de agressões verbais e até físicas além de destruição do patrimônio público, com quebra de utensílios, pixações e desrespeito ao direito do professor dar sua aula sem ter que chamar a atenção de alunos indisciplinados que teimam em fazer "gracinhas" atrapalhando os que querem estudar.

    ResponderExcluir
  28. Espero que esta lei seja aprovada o mais rápido possível, pois do contrário não eistirá mais professores no Brasil. Há temos que educar também os pais dos nossos alunos, porque são cópias dos pais.

    ResponderExcluir
  29. Graças a Deus que alguém abriu os olhos e está tentando mudar a realidade educacional deste país. Precisamos dar um basta em alunos atrevidos e sem educação, muitas vezes acobertados pelos próprios pais que acham que a escola é responsável pela indisciplina gerada na própria família. Sou professora há 29 anos e espero que um dia o professor volte a ter orgulho de sua profissão e os governantes vejam a educação como prioridade de um país. Parabéns Deputada. Estamos com você!
    Profª. Aparecida Almeida

    ResponderExcluir
  30. Claro! Esse projeto deve ser aprovado em caráter de urgência. É preciso acabar com os marginais travestidos de alunos e o crescente desrespeito aos professores. Essa lei beneficiará também os estudantes de bom comportamento que sofrem nas mãos desses bandidos. Os pais também devem ser responsabilizados em alguns casos. A Deputada Cida já vem dando exemplo de lucidez e que leva seu cargo a sério. Valeu deputada!

    ResponderExcluir
  31. Fantastico!!!!!!!!! Sou professora ha 23 anos, porém ao longo desses anos já adquirir varias funções, como: professora de educação infantil, ensino fundamental, coordenadora, subcoordenadora de programas e projetos dentre outras; mas atualmente dirijo uma Escola Pública e já fui ameaçada duas vezes; simplismente por avisar os responsaveis pelas faltas constantes de seus filhos. E, agora vai ser complicado ameaçar agente público!!!!!!!! valeu Deputada!!!! Obrigada!!!!!

    ResponderExcluir
  32. Puxa! Que alivio saber que alguém do lado de fora da escola consegue ver o que está acontecendo lá dentro...tinha perdido as esperanças! Fico feliz e ao mesmo tempo preocupada que tenha que existir uma lei para preservar o respeito ao ser humano...sim, porque antes de mais nada é o que somos!

    ResponderExcluir
  33. Aguardo ansiosamente que essa lei seja aprovada, seja conhecimento de todos os alunos e responsáveis e que realmente as punições aconteçam, pois para os alunos e responsáveis a escola é puramente depósito de crianças e adolescentes que os pais não querem em casa.
    O que normalmente ouvimos de nossos alunos é que vão à escola por causa da bolsa família, apenas por isso.
    Viva a lei e que seja realmente aplicada...

    ResponderExcluir
  34. Sou professora e espero que essa lei seja aprovada o mais rápido possível. Já passou da hora. Conheço muitos professores que já foram agredidos por alunos e pais de alunos , nem o tempo apaga essa vergonha e a humilhação, sem contar os danos morais e físicos.

    ResponderExcluir
  35. Sou professora, não estou em sala, porque aderi o famoso PDV, mas não deixei de acompanhar a situação dos meus colegas, os quais ensinam na rede publica; realmente, a violência esta presente a cada momento, será necessário mudança urgente no Estatuto, porque daqui a alguns dias teremos nossos professores com doenças mentais de tantas agreções, humilhações etc... Graças a Deus que uma parlamentar acordou!!!!!!! só poderia ser uma mulher kkkk que bom que olhamos as necessidades da humanidade como um todo que outras mulheres que estão no PODER enchergue outras situações e nos dê as mãos. Deputada CIDA parabéns e continue observando as falhas de outros projetos. Temos ungência estamos gritando por justiça...

    ResponderExcluir
  36. sím, más quem aplicará a lei, as diretoras que convidam os alunos(tadinho deles) para tomarem um chá com bolachas na sala dela.

    ResponderExcluir
  37. Queridos, o nosso blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da deputada em busca de informações em relação ao andamento do processo na Câmara e pedindo mais detalhes sobre a sua possível aplicação. Assim que obtivermos estas repostas traremos pra vocês. Obrigada a todos por cada comentário. este espaço é de vocês

    ResponderExcluir
  38. Espero muito que isso aconteça.porque é muito injusto que os bons alunos tenham que estudar no meio daqueles que os pais não colocaram limites e colocam na escola a culpa de tudo...

    ResponderExcluir
  39. muito bom. deve ser assim. projetos serios, comprometidos com quem paga e sustenta as contas desse país. assalariados e EDUCADORES! precisamos d propostas assim coerentes, justas.
    elayne sales

    ResponderExcluir
  40. Obrigada deputada pelo apoio.Parabéns.

    ResponderExcluir
  41. Já não era sem tempo algum político levantar essa bandeira! Chega de tanta impunidade, onde parece que nós, professores, é quem somos os piores "bandidos". Não podemos mais ser refem dessas situações que hoje se instalam dentro e fora da escola. Parabéns pela inciativa!

    ResponderExcluir
  42. Esse projeto é urgentemente necessário. Vamos repassar e-mails com links deste blog. È isso aí! A educação só vai melhorar se as famílias forem responsabilizadas por seus filhos e netos - quantas avós são as "responsáveis" por alunos problemas, né? - Os professores sabem ensinar muito e muito bem se lhes forem dados condições para isso. Parabéns Deputada Cida.

    ResponderExcluir
  43. Seja bem vinda Deputada e parabéns pelo projeto e por nos indicar. Por favor, nos mantenha informados em relação ao andamento do processo. Um abraço

    ResponderExcluir
  44. Finalmente enxergaram uma das falhas desse estatuto que segundo dizem foi um avanço em termo de lei para crianças e adolescente.Só que esqueceram de por os deveres nele.Finalmente após 18 anos vão mexer nele.Parabéns deputada,é as mulheres estão fazendo a diferença mesmo.

    ResponderExcluir
  45. Parabéns pela iniciativa!!! Enfim alguém defendendo a nossa classe!!!
    Sou professora em São Paulo e só vejo injustiças contra nós.
    Abraços.
    Débora

    ResponderExcluir
  46. Só acreditarei depois que o Projeto sair do papel e tornar-se Lei, depois que Deputados e Senadores deixarem de olhar o próprio umbigo e se lembrarem de que estão em suas legislaturas por meio do voto povo, para defender os seus direitos, não para legislarem em causa própria!

    ResponderExcluir
  47. Josean Ricardo14/07/2011 23:24

    Não é só a ECA que deveria ser modificada, a LDB também nos deixa a mercê de alunos e pais de alunos que se valem da falta de amparo legal que temos para humilhar e desrespeitar os profissionais da educação. Paulo Renato morreu, mas sua obra ficou. O professor não pode retirar um aluno de sala de aula, mesmo tendo sido desrespeitado, simplesmente porque ele tem o direito de ficar ali mesmo se só está lá para promover baderna. Ajudem os professores, deputada agradeço a iniciativa!

    ResponderExcluir
  48. Professora Clara14/07/2011 23:27

    Boa noite a todos.
    recebi o link e fiz questão de vir ler todos os comentários, afinal, como professora do Estado há mais de 25 anos, creio ter experiencia suficiente para poder discutir o assunto, em todos os níveis, desde a estudante "terrível" que fui (´porém jamais desrespeitosa), até a "diretora que dá chazinho com bolacha pros coitadinhos". Lendo todos os comentários, um filme se passou pela minha cabeça... é claro que sempre é louvável perceber que as coisas estão em constante transformação na sociedade, e consequentemente, nas leis também, porém me decepciono juntamente com alguns colegas, em perceber que tem que se criar uma LEI para que um ser humano seja respeitado!!! Isso é um absurdo. Mas, sendo "advogada do diabo", como diz a expressão popular, deixa eu colocar um pouco de "lenha na fogueira": 1º) concordo com o colega acima, Educação vem de casa, a nós, cabe a instrução. (porém, o que fazer quando a criança não tem "casa"). 2º) No nosso tempo.... havia respeito. (poxa, quem ensinou essa geração que esta aí hoje, como pais de nossos alunos ou até mesmo, como colegas de trabalho, fomos nós mesmo. Porque não aprenderam como a gente, a respeitar seus professores e consequentemente, passar essa "bola" pra frente? Não será porque foram desrespeitados o tempo todo, humilhados, punidos, e até mesmo expulsos, porque alguns de nossos colegas, hoje ja aposentados ou no "andar superior" , abusaram de sua "posição" e ensinaram que não se deve respeitar, e sim, obedecer, porque senão será punido?(famosas palmatórias, castigo no canto da sala com chapéu de "burro", ajoelhados em grãos de milho e etc - se hoje não tem mais punição, então, não tem porque respeitar, concordam? 3º) O ECA prevê punições sim; existem leis que defendem o profissional sim, mas o agredido tem que denunciar, fazer BO, correr o risco de ser perseguido, dependendo da comunidade em que vive, e várias outras coisas que dão "trabalho" e oferecem "perigo", resta saber, até que ponto queremos nos expor para que as leis sejam cumpridas, essa é a grande pergunta que não quer calar.
    Excelente iniciativa da deputada, porem, fadada a ser como uma lei igual a do "kit de primeiros socorros nos carros", ou seja, que não vai servir pra nada, se não for utilizada quando necessário.
    E pra finalizar, o ECA também veio pra defender um ser humano, como nós...; minha mãe, que graças ao bom Deus ainda está comigo, sempre me ensinou a RESPEITAR primeiro, pra ser RESPEITADO depois...
    (pronto, está dado o pontapé inicial para futuras análises e discussões). DEUS NOS ABENÇOE.

    ResponderExcluir
  49. Eu não consigo imaginar como deixaram as coisas chegarem a esse ponto. É muito triste. Eu aprendi desde criança a respeitar, não só os professores, mas as pessoas em geral, principalmente os mais velhos. Tambem acredito que educação e repeito se deve aprender em casa, mas é justamente a violência que eles presenciam e sofrem na pele desde pequenos. Acredito que o governo deve dar mais atenção para as crianças, para as mães que tem que trabalhar e não tem onde deixar os filhos e acabam deixando com qualquer pessoa. A noite, a mãe cansada, não tem muito a oferecer. E assim eles passam anos, sem nenhum carinho e atenção.Como vão demonstrar pelos outros o que não aprenderam? Está na hora de acordar e cada um fazer a sua parte. Vamos cortar o mal pela raiz. Só assim o problema será resolvido e teremos escolas com antigamente, onde os professores eram quase um Deus. Respeitado e querido pelos alunos. Vamos cuidar, amar e respeitar nossas crianças e teremos alunos responsáveis, cidadãos de bem e não será preciso leis para puní-los.
    Mas,... do jeito que está, parabenizo a deputada pela atitude.

    ResponderExcluir
  50. FICO FELIZ E ANSIOSA PARA QUE ESSE PROJETO DE LEI SEJA APROVADA, COMO PROFESSORA HÁ 22 ANOS, VEJO A NOSSA INTEGRIDADE FÍSICA E MORAL SER CONSTANTEMENTE AMEAÇADA TANTO PELOS ALUNOS COMO PELOS SEUS PAIS, FATO ESSE QUE SE REPETIU NUM MÊS DUAS VEZES NA MESMA SEMANA, QUANDO FUI AMEAÇADA E CHAMADA DE MENTIROSA POR UMA MÃE DE UM ALUNO.

    ResponderExcluir
  51. Gostei imensamente da divulgação do Projeto de Lei nº267/11 da deputada Cida Borghetti(PP-PR). Agora vamos acompanhar o andamento do mesmo. Parabéns por ter postado matéria tão relevante. Assim, como todas, oriundas do seu trabalho responsável.
    Um forte abraço.
    Teresinha Cardoso.
    Santana do Mundaú - Alagoas.

    ResponderExcluir
  52. Isso já deveria ter sido feito quando fizeram o ECA. É engraçado porque os adolescentes sabem direitinho quais são seus direitos, mas não sabem quais são seus deveres. Acredito que se quem faz as leis atuassem em sala de aula saberiam o que reivindicariam. Só que pensam e colocam no papel. Um outro risco que os professores também passam , são dos pais que "batem" o pé e dizem: meu filho não faz isso". Tá tudo certinho não é?

    ResponderExcluir
  53. Não li todos os comentários portanto arrisco ser repetitivo. Mas quero lembrar a questão da cadeia de responsabilidades que há na escola: Direção, Supervisão, Coordenação e Orientação Educacional - considero estas as principais. O professor vitimado por desrespeito - ou outra coisa qualquer - em sala de aula deve reportar o caso por escrito à instância superior. Depois, deve acompanhar o processo como parte interessada e agir junto ao Ministério Público cada vez que o processo se desviar de seu curso. Há diretores que propõem "panos quentes" ou soluções paliativas tendo em vista objetivos questionáveis. A única solução que vejo para todos os casos é a de RESPONSABILIZAR, fazer com que a pessoa em falta sinta - o mais rápido possível - a consequência de seus atos. A punição não deve ser o objetivo, porque o objetivo é a educação pela responsabilidade.

    ResponderExcluir
  54. Olá, sejam todos bem vindos ao nosso blog e muito obrigada pelos comentários. Este é um espaço também de debate. Estamos acompanhando os caminhos pelos quais o projeto vem percorrendo. Qualquer novidade trarei pra vcs.

    ResponderExcluir
  55. Parabéns para pessoa iluminada que finalmente viu e percebeu uma das necessidades dos professores... Espero que essa lei comece logo e seja com crianças a partir de 10 anos, pois leciono pre-adolescente e vejo que não são mais crianças pelo fato de serem totalmente mal educadas, descompromissadas... E vem descarregar tudo isso dentro da escola... Para o querido governo tem que lembrar que escola não é depósito de marginal... Professor foi formado para lecionar conteúdos das disciplinas, e não para educar filhos dos outros... isso é função da família... Digo e repito essa falta de educação e o número enorme de marginais dentro de uma escola é culpa da famiília que não tem paciência de educar o filho e jogam lá no deposito pelo menos ele come e recebe o bolsa família... aff... ninguem merece.. essa história de bolsa família... manda esse povo para trabalhar... façam concursos... ou então vão receber bolsa família, então vocês vão desenvolver atividades dentro da comunidade, trabalhar na escola um horário, na faxina, na cozinha, tantos pais ´que são eletricista, pintores pedreiros... então façam isso... ao invés de ficar enchendo a cara de cachaça.. é isso aí... pessoal vamos lutar mesmo e agradecer a essa iluminada..

    ResponderExcluir
  56. Jorge Pires19/07/2011 20:50

    Felizmente alguém teve o bom senso de propor mudanças nessa famigerada ECA. Os alunos que promovem baderna na escola,desrespeitam o professor e os colegas e ainda destroem o patrimônio público, causando prejuízos enormes só o fazem porque já contam com a impunidade promovida por essa lei. Tem que haver punição para aluno que não respeita o ambiente escolar, até porque a punição também educa, ensina a ter responsabilidade. Se nada for feito, o futuro será o paraíso dos malfeitores de toda espécie!

    ResponderExcluir
  57. Não há motivos da otimismo, pois não há desejo da maioria dos deputados em mudanças, esse projeto de lei, levará uns 10 anos para chegar ao plenário.
    Valdinei

    ResponderExcluir
  58. Sou professora há 16 anos da rede pública municipal, li os comentários e desabafos dos colegas concordo com a maioria, mas acho difícil mesmo passando a ser Lei vir a se cumprir, pois creio que o problema maior que temos e os péssimos exemplos que temos vem lá de cima dos nossos governantes maiores muitos sem nenhuma qualificação para estar onde infelizmente estão. De qualquer maneira parabenizo a deputada que penso estar fazendo o que foi designada para fazer e desejo que sejas vencedora nesta luta. Conte sempre comigo, porque desejo que o professor seja respeitado como qualquer outro profissional que serve a este país. Parabéns e Sucesso na sua caminhada.

    ResponderExcluir
  59. Em primeiro lugar, essa tonelada de apoio a lei da deputada é o desabafo de professores que não aguentam mais sofrer com a falta de educação e desrespeito do alunado
    Em segundo lugar, é uma lei para dar um tapa na cara de uma legião de paparicadores que sempre acham que crianças e adolescentes são inocentes e vitimas das cisrcunstancias. Criança e adolescente tem poder de decidir fazer o certo ou o errado, se agente passar a vida transferindo a responsabilidade para os pais deles, esses por sua vez responsabilizarão os avós que responsabilizarão os bisavós e tataravós e tetravós até chega em Deus ou no macaco e no fundo ninguem terá culpa. Conclusão, o professor continuará sofrendo sem ter a quem culpar.

    ResponderExcluir
  60. Sou Professora de artes e ensino em escolas de ensino fundamental II a mais de 13 anos. Com 46 anos de idade já tive um AVC, Sindrome do Pânico, Depressão, Processo Alérgico, Problemas respiratório e etc.Hoje me encontro preste a abandonar a Profissão que abraçei com tanto amor.A aposentadoria foi o que sobrou.Quem é professor sabe como anda as escolas,alunos,Pais, sociedade, a classe política em relação a educação.Buscamos um encontro onde o respeito a um educador seja o mesmo a todas as classes que a sociedade desse País forma em suas universidades, valorizando assim esforços adquiridos com o passar dos anos e como recompesa a formação de mais um cidadão.Parabenizo todo e qualquer mudança que venha a solidificar ainda mais essa classe esquecida desde o Brasil Imperial.Já e hora de mudanças e a educação enfim seja Prioridade neste País.

    ResponderExcluir
  61. Luci Saloio21/07/2011 08:23

    O ECA foi completamente visto de forma míope. Era para abusos contra crianças e adolescentes, porém eles ficaram abusados. Não há uma só linha de deveres, só direitos. Deu no que deu. Damos as mãos e pegam o corpo inteiro. Precisa sim, ser totalmente modificado para que não fiquemos ainda à mercê desses desmandos. Na Prefeitura de São Paulo, alunos fazem o que querem com o aval da SME. O aluno tudo pode, nada pode ser feito contra quaisquer atitudes. Estamos de mãos atadas. Hoje em dia, com tanta informação, nem criança de 5 anos é tão inocente assim. Já sabem o que é certo e errado. Não me choco quando vejo crianças sendo condenadas em outros países. Fez errado, tem que pagar...

    ResponderExcluir
  62. Deixaram muita coisa acontecer para tomarem alguma postura esta mudança é para ontem pq no hoje pode ser a morte de um professor amanhã.
    A Classe docente tem mais que apoiar e seguir junto para que ocorrá logo esta mudança.
    Parabéns pela iniciativa Deputada Cida Borghetti....

    ResponderExcluir
  63. Margarete Matos Figueiredo21/07/2011 21:19

    Sou professora há 24 anos em escola pública e privada e estou atualmente de licença. Doente não só com o desrespeito de alguns alunos, mas também com pais , colegas, poder político . desvalorização do ambiente de trabalho, salário indigno, etc. Já adoeci, estou em tratamento psiquiátrico e psicológico. A lei deve ser ampliada para o cumprimento de um ensino de qualidade total. São muitas vertentes para haver mudanças necessárias.O ministério público deveria cumprir seu papel de fiscalizador. As leis já existem, falta cumprir.Estou exausta de lutar.
    Margarete Matos Figueiredo

    ResponderExcluir
  64. Sou uma otimista incorrigível e ainda acredito que nossos jovens tem jeito, que a educação em nosso país pode tornar-se algo do qual realmente possamos nos orgulhar.
    Por enquanto, vou tentando entender o que se passa com nossa juventude, com nosso momento pós-moderno, onde a violência, assim como o sexo e o desrespeito total, tornaram-se banais. Espero que consigamos sobreviver a esse momento e não desistamos de nosso sacerdócio...mesmo que ás vezes nos seja tão penoso ser professor...

    ResponderExcluir
  65. Já estava na hora de uma Lei que valorize a autonomia do professor na sala de aula!!!
    Chega de alunos que não respeitam as regras escolares, agridem os professores e acabam sem nenhuma punição.
    Precisamos agora que essa Lei ganhe vida e deixe de ser apenas letras mortas... Nós professores, precisamos de apoio, pois diante de algumas situações, muitas vezes, nos encontramos intactos e sem saber como agir diante das agressões dos educandos.

    Obrigada Deputada.

    ResponderExcluir
  66. Parabéns!!! Precisamos sim, da realização e efetivação desse Projeto. Pois nós professores, estamos sendo alvo fácil para os indisciplinados, que agora têm um novo título, "aluno problemático"!!!!

    ResponderExcluir
  67. Realmente espero que seja aprovado. Pois já eh um inicio, mas temos que acabar com a Lei do adolescente.
    Pois a criança e o adolescente tem que ter responsabilidade e sempre responder pelos seus atos, se cometem atos de adultos tem que responder com adulto, eh assim que funciona. Vamos continuar lutando para que conseguimos um mundo e principalmente um Brasil melhor.

    ResponderExcluir
  68. PRESIDENTA, NO SEU PRONUCIAMENTO NA SUA POSSE NO EXERCÍCIO DO SEU CARGO, HOJE EXERCENDO, A SENHORA FALOU QUE A EDUCAÇÃO ESCOLAR BRASILEIRA IRIA MUDAR, POIS AS CRIANÇAS TEM QUE SER EDUCADAS EM SUAS CASAS, E NÃO NA ESCOLA, SOMOS PROFESSORES, EDUCAÇÃO FAMILIAR ESTÁ NA FAMÍLIA NÃO NA ESCOLA.NOS AJUDE PARA QUE NAS PRÓXIMAS DÉCADAS AINDA EXISTA PROFESSORES, DO CONTRÁRIO TODOS IRAM PROCURAR OUTRO MEIO PARA SOBREVIVER COMO EU,NAO ACEITO O QUE ESTÁ ACONTECENDO NAS SALAS DE AULAS, ISTO É SIMPLISMENTE UM ABSURDO.AJUDE-NOS A PERMANECER EM NOSSA BRILHANTE PROFISSÃO, QUE É SER PROFESSOR O FACILITADOR DE IDÉIAS CRÍTICAS CONSTRUTIVAS PARA O CRESCIMENTO DE UM BRASIL MELHOR.

    ResponderExcluir
  69. Boa tarde, quero aqui parabenizar esta atitude brilhante da deputada.Precisamos urgentemente de alguém que tenha o reconhecimento do que seja realmente a profissão um professor. Parabéns e Sucesso na sua caminhada.

    ResponderExcluir
  70. CASO UMA LEI DESSA NATUREZA NÃO ENTRE LGO EM VIGOR TEREMOS A EXTINÇAO DA CATEGORIA PROFESSOR.JÁ NÃO AGUENTAMOS MAIS COM TANTO DESRESPEITO, AGRESSÕES FÍSICAS E VARBAIS E DESVALORIZAÇÃO SEM QUE NADA SEJA FEITO PARA MELHORA.
    QUE TAL OS DEPUTADOS E LEGISLADORES BRASILEIROS SAIREM UNS DIAS DOS SEUS GABINETES E ENFRENTARM A REALIDADE QUE TEMOS NAS ESCOLAS BRASILEIRAS.QUANDO NÃO SE SENTE NA PELE NÃO SÃO CAPAZES DE COMPREENDER A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO.SOCORROOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  71. Eu gostei muito de ler essa notícia. Acho que o ECA deve ser sim um documento que deve indicar não só os direitos, mas também os deveres dos adolescentes. Com a globalização, as inovações tecnológicas, a depreciação dos valores morais,TUDO nessa sociedade, cuja família encontra-se esfacelada e assim destituída de sua autoridade, é uma pena que se tenha que impor leis para ensinar às nossas crianças, jovens e adolescentes o que é RESPEITO. A nossa profissão passa por toda sorte de intempéries. Além de salários baixos, falta de qualidade de vida,nós, os professores, temos que enfrentar a falta de respeito das pessoas que mais deveriam nos respeitar e nos considerar: os nossos alunos. Logicamente, que esse comentário não se estende a todos. Já tive alunos excelentes! Parabenizo a deputada pela atitude de louvor e espero que o Estatuto não só seja revisto como tenha força de LEI, uma vez que aqui no Brasil temos leis avançadíssimas, mas a IMPUNIDADE parece que tem sido um valor por aqui. um grande abraço a todos os professores.

    ResponderExcluir
  72. Parabéns Deputada, falta gente como a Senhora, nesse país. Realmente temos que apoir sua atitude, pois chega de compactuar com a injustiça que certas leis criam. Termos que perseguir o que é justo e para de achar que existe privilégios para delinquentes.

    ResponderExcluir
  73. Espero ansiosamente pela aprovação. Parabéns Deputada e que muito brevemente tenhamos uma Lei que coiba toda sorte de violência, agressões verbais e físicas contra os professores, uma classe tão sofrida e sem o reconhecimento que merece tanto das autoridades, quanto da comunidade como um todo. As famílias desestruturadas não educam seus filhos, querem jogar (e jogam) a responsabilidade para a escola e não aceitam quando esta quer dar um caráter de seriedade para a educação.

    ResponderExcluir
  74. Que a ilustre deputada entre em seguida com o projeto mais necessário para este país "paternidade e maternidade responsáveis" . Quem põe filhos no mundo tem que provar que tem condições de sustentar e educar. Nenhuma das duas coisas foi função do estado. O estado pode mudar o nome de Ministério da Educação, para ministério de Instrução e Treinamento, nunca de Educação. Educação tem que ser dada pelos pais.
    A igreja, se acha que todos podem colocar filhos no mundo a vontade, que dê 10 filhos para cada padre ou freira criar.

    ResponderExcluir
  75. Apoio a iniciativa. O país só conseguirá melhorar a Educação, quando os educadores forem respeitados e considerados.Porém os alunos que desrespeitam seus professores, são os mesmos que desconsideram seus pais e muitas vezes são apoiados por eles. Alguns pais tratam os professores como seus empregados.A mudança é lenta, mas vale a pena.

    ResponderExcluir
  76. Tambem faço parte da educação desse país.Tenho uma grande responsabilidade em minhas mãos.Apenas gostaria de ter segurança em meu local de trabalho e um salário decente para sustentar minha família!!!
    Professoress!! temos que nos unir!!!ficarmos fortes!!
    Apóio totalmente esse projeto.Parabéns Deputada!!

    ResponderExcluir
  77. Vocês estão falando sério? Que lei bizarra! Escola não é força executiva!
    Códigos de Ética e conduta da instituição? Autoridade Intelectual e Moral?

    Escola é um lugar de transmissão, integração e educação, não alinhamento moral e ético! Quem vai avaliar a ética de todos os docentes antes desta lei entrar em vigor?

    Que saibam desculpar-me os que foram vítimas de violência e lembrar-se do que foi o período da ditadura.

    Educar não é adestrar e quem pensa que está trabalhando com bichos, deveria voltar a estudar pedagogia como nos ensinaram na faculdade!

    ResponderExcluir
  78. Até que enfim alguém se lembrou dos professores que diariamente são desreipeitados de todas as formas pelos alunos este projeto está muito atrasado. ele era pra onten.
    parabéns deputada.

    URGENTE URGENTE PORQUE OS PROFESSORES PEDEM SOS URGENTE!!!!

    ResponderExcluir
  79. OS PROFESSORES ALÉM DE GANHAR UMA MISÉRIA, É DIARIAMENTE DESRESPEITADOS PELOS ALUNOS.
    PARABÉNS DEPUTADA. OS PROFESSORES PEDEM SOS URGENTE!!!

    ResponderExcluir
  80. A EDUCAÇÃO SÓ MELHORA QUANDO OS PROFESSORES FOREM VALORIZADOS, COMO PESSOA, EDUCADORAE NÃO ACONTECER O QUE ACONTECE ATUALMENTE ALUNOS REBELDES FAZEM O QUE QUEREM DIZEM O QUE O QUE BEM ENTENDE OFENDE OS PROFESSORES NÃO QUEREM NADA, CONHECEM TODOS SEUS DEVERES. E ONDE ANDA OS DEVERES QUE NINGUÉM CONHECEM?

    ResponderExcluir
  81. Esta Lei precisa ser APROVADA, URGENTEMENTE, pois nós Professores, não aguentamos mais o desrespeito da parte de nossos alunos e pais.

    ResponderExcluir
  82. Que seja aprovada o mas rapido possivel um abraço aos idealizadores.

    ResponderExcluir
  83. MUITO PERTINENTE ESTA LEI!ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM PAROU PARA DE VERDADE "VER" E PERCEBER A SITUAÇÃO DE DESRESPEITO EM QUE ESTAMOS VIVENDO COMO DOCENTES DESTE PAÍS!

    ResponderExcluir
  84. MARAVILHA!

    Estão esperando o que pra aprovar essa lei? Mais um monte de professores serem mortos e agredidos em sala de aula? Ou se afastarem com Síndrome de Bornout?

    Estamos aguardando!!

    ResponderExcluir
  85. ENGRAÇADO, SE FOSSEM PARA AUMENTAR OS SALARIOS DOS DEPUTADOS, NÁO ESTARIAM EM ANÁLISE. AGORA PARA FAZER UMA MUDANÇA E QUE VAI DAR SUPORTE E PROTEÇAO AOS NOSSO EDUCADORES . FICAM NESSE LENGA LENGA.ACORDE SENHORES DEPUTADOS E PENSE UM POUCO EM NOSSO BRASIL.

    ResponderExcluir
  86. Maravilhosa Lei que não vai sair do papel pois não beneficia parlamentares e se sair como será po-la em prátic? Só interessa o que lhes dão retorno.Primeiro deveria haver conscientização de pais, eles mesmo não se respeitam e tão pouco aos sememlhantes que diremos então dos filhos?Antes os pais apoiavam atitudes dos professores, diretores e inspetores de alunos, hoje esse mesmo pais são os que vão à escola brigar com os profissionais.

    ResponderExcluir
  87. Se houver uma pressãozinha ela sai do papel sim.
    A divulgação é o primeiro passo, o segundo passo é conseguir os e-mails dos parlamentares e bombardear as caixas de mensagens deles com apelos, o terceiro seria um abaixo assinado nacional. Vamos lá! deixe de ser pessimista, mãos à obra. AVANTE PROFESSORES!!!

    ResponderExcluir
  88. Erika Souza30/07/2011 16:45

    Será que podemos mesmo acreditar que algo será feito em prol do profissional mais importante e ao mesmo tem mais desvalorizado que é o professor!
    Temos que acolher, temos que ser pacientes, temos que aguentar salas cheias e alunos com a toda sorte de problemas com os quais também acabamos por nos misturar, enfim levamos nossa profissão tão à sério que mesmo em condições indignas nos propomos a fazer a diferença para nossos alunos!
    Profissão querida, mas ingrata a nossa! Infelizmente o professor que está na coluna de fundação de todo profissional tem baixo salário, está abandonado a própria sorte e como se já não bastasse os leões que matamos todos os dias, ainda temos que passar a duras penas e sozinho sem defesa de ninguém por agressões orais, físicas e psicológicas sem poder sequer reclamar!
    Esse é um dos poucos momentos em que parece que alguém resolveu olhar com maior proximidade para a realidade ingrata dos professores de nosso país! Espero com muita esperança que algo seja feito mesmo como este projeto de lei e que a sociedade e especialmente as autoridades responsáveis abram seus olhos para o pedido de socorro dos professores brasileiros!

    ResponderExcluir
  89. Boa noite. Sou professora da rede pública aposentada e atualmente represento a Pastoral da Criança no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de minha cidade.Milito nesta causa há cerca de dez anos, já tendo estado, também, conselheira tutelar. Embora respeite a opinião de todos e admire a intenção da deputada autora da proposta, acredito que estejam ocorrendo alguns equívocos. Em primeiro lugar, o ECA já prevê medidas para o adolescente que comete delitos. Tudo aquilo que é considerado crime ou contravenção penal quando cometido por um adulto, é chamado de ato infracional quando o autor é um adolescente(ver ECA - título III: da prática de ato infracional).A violência física e mesmo a verbal são delitos e, portanto, já há na citada lei,previsão para meninos que as pratiquem. Em segundo lugar,antes de culpabilizarmos somente o aluno pelo que acontece de ruim nas salas de aula, devemos nos unir para lutar por uma escola de qualidade pois, esta sim, representará oportunidades de uma vida melhor tanto para alunos quanto para nós, professores. Com todo o respeito aos que apoiam este projeto, prefiro apoiar propostas como as do Senador Cristovão Buarque que buscam garantir que a educação do país seja realmente levada a sério.
    Maria Cristina

    ResponderExcluir
  90. Nós professores, deveriamos ter o direito de trabalhar em um ambiente de paz e harmonia , mas infelismente isso não acontece. O professor sempre é o culpado enquanto os alunos podem tudo.
    Meu reconhecimento a deputada e peço que continue lutando pela classe.

    ResponderExcluir
  91. bem nao sou professor mas nao gostaria de se-lo,pois hoje as cças e aborrecscentes estao por demais, e essa lei seria umas das primeiras das coisas a melhorar esse nosso país.A educaçao vem de berço...mas acho que isso ultimamente nao existe...pois os proprios pais nao os tem .Nós precisamos de força para que tudo que está acontecendo mude para o bem de todos...E logo...

    ResponderExcluir
  92. ao ensinar ética, cidadania e valores a criança e ao adolescente e também necessário colocá-lo a frente de seus deveres que inclui o respeito pelos professores e pela escola .como nao existe a cobrança dos deveres,
    estamos criando adolescentes sem limites e inconsequentes.

    ResponderExcluir
  93. Olá,
    Até que chegou a hora de alguém olhar o lado do Professor!
    Nós somos ou seríamos as pessoas indicadas para trabalhar o conhecimento do alunos, mas só encontramos seres sedentos de ignorâncias, malvadeza e etc. Só vão ao colégio para fugir dos afazeres prescritos pelos responsáveis ou são obrigados pelos pais , pois saem para o trabalho e não querem seus filhos nas rua. A educação fica sempre em segundo plano.
    Parabéns deputada!
    Gostaria de ver o resultado do projeto assim que virar Lei.
    Abs.

    ResponderExcluir
  94. Professor Santilli, um grande abraço !!!!!
    Mais ou menos 17 anos de muito atraso para que um político do bem desce uma pitadinha de esperança em nossas vidas de magistério. Cuidado, fiquem na defensiva o jogo é bravo, pois podem derrubar este Projeto de Lei 267/11 maravilhoso da Deputada Cida Borghetti. Vamos saber quantos deputados são insensíveis e anti realistas, para corrigir uma lei que machuca demais aos Professores.
    Amannda Oliveira e demais
    Conheça o blog ( mascurtindomatematica.blogspot,com ) de uma Matemática BEM PRÁTICA !!!!!!!!!!!!
    Muita Paz - Professor Santilli
    Ribeirão Preto - SP

    ResponderExcluir
  95. argumentos à professora Clara...
    Fala sério heim? Não foram os alunos de hoje que ajoelharam no milho!!! Os alunos de hoje não sofreram como nós adultos. Não justifica a indisciplina pois os professores os estão respeitando; o que não é recíproco. A diferença é que nós ajoelhamos no milho, mas tivemos "berço". Tive um pai e uma mãe analfabetos que eram os mais sábios e dignos do universo. Que souberam impor limites e me dar educação de princípios. Alguns diretores fazem "vista grossa" embora vejam o que o professor está sofrendo. Então tudo descamba, pois o aluno percebe que não assume a responsabilidade pelas infrações em sala de aula. Se não é cobrado dele ele reincide e passa a desafiar a autoridade dos professores. E nós...estamos tão cansados que não queremos perder tempo com denúncias... (Professora Maria Ricardo- Ourinhos, São Paulo)

    ResponderExcluir
  96. Parabenizo a deputada e espero sinceramente que haja essa e outras alterações no ECA, pois desde sua existência os educadores vêm sofrendo ameaças de toda ordem. Eu mesma, com os meus 46 anos de idade, tenho passado por constrangimentos constantes por parte dos alunos que me ofendem com palavras como "cala a boca sua velha, ninguém quer ouvir nada...",zombam dos meus cabelos encaracolados (quando entro na sala eles latem imitando um cão- como se eu fosse um poodle)etc.
    Alguns colegas já exoneraram o cargo o que é uma pena, pois eram excelentes profissionais.
    Infelizmente, o governo não entende que fornecer tudo ao aluno pode até dar voto, mas não se constrói uma nação, não se forma um cidadão com tanta ajuda desnecessária.
    Quem recebe tudo de graça raramente valoriza aquilo que ganha.E isso vemos claramente ocorrer com nossos alunos.

    ResponderExcluir
  97. NÃO CULPEM A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA PELA VIOLÊNCIA DO MUNDO

    AGORA VÃO POR A CULPA NOS ALUNOS PELAS MÁS CONDIÇÕES DE TRABALHO

    ABAIXO ESTE PROJETO DE LEI FASCISTA !

    A INDISCIPLINA DEVE SER TRATADA DE MODO PEDAGOGICO NÃO CRIMINOLÓGICO

    A QUE PONTO CHEGAMOS EM QUE CRIANÇAS SÃO ASSIM TÃO MAIS PODEROSAS QUE OS ADULTOS,

    O QUE FABRICA A DELINQUÊNCIA É A PRÓPRIA PUNIÇÃO

    E SERÁ QUE ESTE É O UNICO MODO DE AGIR!

    TRATANDO ASSUNTOS EDUCACIONAIS COMO CRIME SÓ OS FAZ DELEGAREM SUAS RESPONSABILIDADES COMO EDUCADORES PARA A JUSTIÇA, QUE NADA TEM A VER COM ESCOLA...

    ResponderExcluir
  98. SO POSSO DISSER QUE ME ENTRISTEÇO MUITO AO VER A EDUCAÇÃO CHEGAR A ESTE PONTO

    ResponderExcluir
  99. Não sei quem esta certo ou errado, e que levou a esta situação.; só sei que antes,das mudanças no ensino e que não tinha nada disto a escola era para quem queria estudar e o ensino era muito bom. Quem não queria estudar e repetia por duas vezes, era jubilado da escola publica e dar vaga para quem quer estudar. Se o Jubilado quisesse estudar teria de ir para uma escola Particular.

    Como tudo em qualquer lugar do mundo, só vai para a frente,se pesar no bolso, e dai sim, se transforma em EDUCAÇÃO DE UM POVO.

    ResponderExcluir
  100. MAIS DO QUE PUNIR, TEMOS QUE ENCONTRAR UM MEIO DE DIÁLOGO, CONSCIENTIZAÇÃO E COLOCAR-SE NO LUGAR DO OUTRO, QUE ESTÁ FALTANDO NÃO SÓ NA EDUCAÇÃO, MAS NA SOCIEDADE EM GERAL!
    SIMONE MESQUITA.

    ResponderExcluir
  101. Será que precisa lei para defender o professor???? Isto não existe. Sou professora e em qualquer situação de agressão existe lei e é para todos. Se assim não fosse, advogado não ia a certos lugares, em serviço, médicos, etc
    Temos é que deixar de ter medo e denunciar a agressão. Se o diretor ou a Escola ñ permite, que se denuncie este chefe, tambem.

    ResponderExcluir
  102. Vejo aqui o medo estampado na cara.
    Somos PROFESSORES, esse negócio de mudar minha profissão, e sou profissional de verdade, para educador é que danou tudo...
    Educa a mãe, o pai, a avó, a babá, empregada ou quem quer que deva dar educação a essas crianças desde cedo. E elas vem sem nenhuma. Isso é o problema. As familias estão tendo que contar com o EDUCADOR. Ora, sou professora de uma matéria X, e tenho que ensiná-la e dar-lhes condições de trabalho(a todos). Se alguns são deseducados, nós os professores temos que adverti-los. Escola não é Refeitório nem Reformatório...

    ResponderExcluir
  103. Comecei a lecionar em 1980 e pude acompanhar a diferença do alunado ao longo de 25 anos, desde quando os professores tinham o apoio dos pais e administradores escolares, até quando as condições sociais obrigaram os pais a se afastarem por muito tempo do lar, deixando seus filhos sem atenção e orientação. Consegui resultados maravilhosos naqueles primeiros tempos e só a custa de um esforço ingente pude dar conta de minha missão no final, com muitos alunos desinteressados do saber, porque a sociedade atualmente privilegia as facilidades, a falta de compromisso,a aversão ao esforço, o descaso pela cultura. Felicito a deputada pela iniciativa e espero que, em se tornando lei esse projeto colabore para a melhoria da educação, única maneira de nossa pátria se tornar verdadeiramente um lugar bom de viver, com igualdade e dignidade para todos.

    ResponderExcluir
  104. Amei a piada "o quadro é negro... o quadro é negro" rs rs ... boa! Já repassei o post para os meus contatos. Vamos divulgar, boa notícia!

    ResponderExcluir
  105. VAMOS SENHORES DEPUTADOS !!! ESTA APROVAÇÃO DEVE ACONTECER COM A MESMA RAPIDEZ QUE AUMENTAM OS PRÓPRIOS SALÁRIOS, CASO CONTRÁRIO, SERÁ O NOSSO FIM !!!!

    Cristiane Galvao

    ResponderExcluir
  106. Sou mãe de aluno.Sempre procurei e procuro educar meu filho da melhor forma possível, mas quando imagino que meu filho vai conviver que esses adolecentes sem educação, me preocupo, pois tudo que eu fiz pode ser em vão.
    Tem que haver punição para esses alunos mal educados.

    ResponderExcluir
  107. Apoio essa atitude e gostaria de pedir a atencao de todos pois na minha opiniao esta violencia em sala é o ponto chave para tirar o estimulo do professor que prepara sua aula chega à escola e às vezes, às 7h da manhã'já é agredido vebalmente, só com a pergunta. Todos fizeram o dever? Vamos corrigir.
    Apoio e divulgo.

    ResponderExcluir
  108. Parabéns deputada pela sua sensibilidade para com esta classe tão sofrida e que deveria ser plenamente valorizada pois tudo vem da educação.
    Sou professor da rede Estadual à 18 anos e já fui vítima de agressões verbais que chegaram a somatizar depressão e síndrome do pânico em mim à 10 anos atrás.
    Os alunos não tinham hora e nem lugar para me ofender com palavrões,ameaças,ofensas,etc.
    Acho que os pais do futuro irão colher muito dos frutos espinhosos que levaram aos seus professores nas escolas.
    É hora de dar um basta a toda essa prepotência que os Sistemas têm gerado.

    ResponderExcluir
  109. Ola deputada,parabens, ate que enfim alguem se lembra do esquecido professor,tenho 44 anos de sala de aula.conte com meu apoio e muito obrigada.Que DEUS te abençõe.

    ResponderExcluir
  110. Professora Ro
    Apoio e muito. No inicio do ano letivo essa lei tem que estar bem clara para todos os alunos, para que os professores não passem por tantas humilhações.

    ResponderExcluir
  111. Puxa...
    Até que enfim.
    Só espero que não fique só no papel.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  112. fico feliz ao verificar que ainda há políticos bem intencionados neste país, parabéns deputada em nome de todos os professores do Brasil.
    que isso seja transformado em LEI em caráter urgentíssimo.

    ResponderExcluir
  113. Parabéns a deputada que conseguiu visualisar a dificuldade do prof em sala de aula que é a violencia verbal e física ,já fui ameaçada varias vezes em sala tenho fobia em pensar que tenho de ir a escola, tomo remédios para depressão, Amato, bupropina, rivotril e sertalina para superar a fobia do medo e ir ao trabalho acho que isso ñ é normal,a maioria dos colegas de trabalho estão em tratamento depressivos tem vergonha de falar,devido o fato de respeito espero que esta lei seja uma da esperança de uma educação melhor

    ResponderExcluir
  114. PARABÉNS DEPUTADA!!!
    ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM TEVE CORAGEM DE PONDERAR QUE NOSSAS CRIANÇAS E JOVENS, ALÉM DE DIREITOS DEVEM APRENDER A TER "DEVERES" - ISSO TAMBÉM É EXERCER CIDADANIA... VAMOS FAZER A NOSSA PARTE - EXERCER O DIREITO DE APOIAR AOS PROFESSORES QUE MUITO FAZEM PELAS FAMÍLIAS... MUITAS VEZES MUITO ALÉM DO QUE O DINHEIRO PODE REMUNERAR... ESPERAMOS O APOIO DOS DEMAIS DEPUTADOS!!!

    ResponderExcluir
  115. Meus queridos, muito obrigada por participarem com comentários no blog. Obrigada por dividirem muitas vezes um pouco do que tem passado no dia a dia nas salas de aula no nosso Brasil. Divulguem este projeto e lutem por melhorias para o professor. Nós faremos uma pesquisa junto a professores e o resultado será enviado a Deputada Cida Borghetti. Se quiserem nos enviar algum depoimento nos enviem e se preferirem o façam anonimamente. Nós temos recebido mensagem de professores de todo o Brasil e gostaríamos de conhecer as suas histórias de vida. Um abraço a todos

    ResponderExcluir
  116. Parabens, deputada, não a conhecia, agora te conheço por sua atitude, isso é o importa, tenho 19 anos no magistério, só não desisto pelos meus filhos.A direção das escolas além de não fazerem nada, persegue os professores, sem piedade, uma vez que eles "fugiram" das salas de aulas, pimenta no dos outros é refresco, já dizia a minha avó, hoje a minha postura na sala de aula é de fazer o melhor que posso, sem dar atenção para essas direções de escola parasitas e coniventes com o errado...

    ResponderExcluir
  117. Muito tarde, o estrago foi muito grande. Enquanto os políticos se preocupam com casamento Gay, kilombolas, ìndios, afros o ensino ja foi pro brejo.
    Sem a reprovação no ensino vamos continuar sendo um País de analfabetos.
    O atual "govêrno" adora analfabetos.
    Como diz o velho ditado "antes tarde doque nunca".

    ResponderExcluir
  118. Estamos esperando essa atitude a mt tempo, por isso vamos lá pessoal, tentar é uma alternativa que pode dar certo. Hoje são os nossos filhos q barbarizam os professores e amanhã?
    Somos mts e uma andorinha não faz verão mais varias conseguem!

    ResponderExcluir
  119. Dou os parabéns para Deputada Cida, dou o maior apoio a essa atitude. Assino embaixo.

    ResponderExcluir
  120. É absolutamente necessário que esta lei seja aprovada! Sou professora e vivencio, a cada dia, a violencia na escola,um espaço que deveria ser de construção de conhecimentos, sendo desconstruído a cada demonstração de falta de educação e respeito com os professores, funcionários e com o próprio espaço, muitas vezes, depredado. Vamos recuperar a nossa dignidade e crença na educação!

    ResponderExcluir
  121. Fico impressionada com o passar adiante a nossa responsabilidade para outrem:
    1) A ECA Profrs não Existe! Existe o ECA ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, e para quem leu como Profs que são devem ter observado existe DIREITOS E DEVERES SIM! (Leiam para não ficar FEIO).O ECA É mais punitivo que as Leis do COD. PENAL.

    2) Consegui ler as opinioes até a da Profs. Clara do dia 14/07/2011 as 23.27 hrs e mais algumas abaixo e digo que concordo com ela sim,e algumas outras opiniões e não vi nenhum profsr. dizendo VAMOS NOS ARTICULAR, FAZER PASSEATAS ,PRESSIONAR A CAMARA DOS DEPUTADOS PELA APROVAÇÃO DA LEI. Só li muito desabafo que não leva a nada sei de muitos colegas que tiram várias liçenças , faltam largam os alunos semeira e nem beira deixam de fazer o mais importante que é educar aqueles que não foram educados ENTÃO COLEGAS vamos mudar de Profissão porque tá dificil o MOVIMENTO É NOSSO A Deputada não precisa de Parabens é obrigação dela ela ganha bem para o que faz e esta na hora de irmos A Camara em Massa e Lutar por esta Aprovação Agir, AÇÃO, vamos acabar com este choro que só nos desqualifica como profissionais vamos a LUTA, ESTE PAIS SEM PROFESSOR NAO É NADA ! e digo que vae ficar pior se nós não nos mobilizarmos e ficarmos só reclamando digo mais feriado PRAIA, Final de Ano todos exaustos Acordem Pessoal VAMOS LUTAR E NÃO RECLAMAR VAMOS MARCAR PARA IRMOS dia 07/09/2011 Em uma Marcha até a CATEDRAL PACIFICAMENTE, VAMOS PEDIR CHEGA DE VIOLENCIA, VAMOS DE BRANCO, CHEGA DE DESRESPEITO LEmbrem-se existe um DECRETO do Funcionario Público já existente que fala de 6 meses a 6 anos de puniçao quem ofender o Func. Público O que Somos? Um Banco de chorões aplaudindo alguém que tem por obrigação de fazer o seu papel alguém responsável por nós? BAIXA ESTIMA, Isto é movimento de politicas publicas obrigatorias, Conselho Tutelar Associação de Bairros OAB deveria fazer os estagiarios trabalharem nas comunidades e acabar com o Exame da Ordem seria um grande exercicio e não estaria engordando Cursinho etc. etc.`Professores somos Inteligentes vamos nos unir como a classe dominante que somos CHÔ PREGUIÇA CHÔ INERCIA ESTAMOS ANESTESIADOS.

    ResponderExcluir
  122. As leis existem, mas precisam ser cumpridas. É imprescindível que o ECA sofra algumas alterações, senão como viveremos amanhã, em um país onde só temos direitos humanos para os "outros"?????

    ResponderExcluir
  123. A educação no Brasil só vai melhorar, quando os responsaveis por ela ( governo, sociedade,trabalhadores da educação, professores, pais de alunos e aluno) realmenta , leva-lá a sério e parar de ficar fingindo que está tudo bem.........

    ResponderExcluir
  124. Vera L. Santana09/08/2011 11:14

    Espero que não demore muito para que esse projeto seja analisado e entre logo em vigor.

    ResponderExcluir
  125. Já era ora de alguém, realmente, tomar alguma providência quanto à total falta de disciplina nas escolas; falta de respeito para com os professores e, não esquecer também, para com os demais funcionários das escolas e para com os alunos que costumam ser educados o que, para os sem educação, passou a ser um defeito.

    ResponderExcluir
  126. Urge que isso aconteça !!!
    Se faz rápido e já....

    ResponderExcluir
  127. Anne Almeida09/08/2011 22:31

    Como trabalhadora de um CONSELHO TUTELAR e professora, informo a vcs que essa conduta JÁ EXISTEEEE!

    MINHA GENTE, ISSO É EXATAMENTE O QUE JÁ ESTÁ PREVISTO NO ECA, mas os professores não conhecem o estatuto.

    DEVERIA também ter uma lei que impeça professor de chamar aluno de peste, de miserável, de burro, ameaçar, gritar, não ir dar aula pra fazer feira... pq às sextas, professor de escola pública nem vai na escola...

    Não adianta começar pelas crianças quando os adultos estão todos errados.

    REFORÇO QUE TODO PROFESSOR É VOLUNTÁRIO...
    SEMPRE É TEMPO DE ARRUMAR OUTRA PROFISSÃO!

    ResponderExcluir
  128. Vcs acham que a lei vai mudar alguma coisa?

    lei por lei ela já exite... e pra quem não conhece, como parece o caso de muitos, o ECA é muito punitivo SIM...

    Mas ninguem respeita lei só pq ela existe... pq se fosse assim, professor não humilharia aluno..
    coisa que acontece desde que o mundo é mundo!

    Todo mundo conhece professor que dá cascudo em aluno...
    tah na hora do professor saber que o aluno não será mais o aluno dos anos 70, 80... a juventude é outra!

    Tah na hora de deixar de esperar peo conselho tutelar, pelo MP, pelo juiz... responsabilidade.
    nunca fui desrespeitada em sala de aula... pq respeito meus alunos

    ResponderExcluir
  129. Chega de só os alunos ou os pais de alunos terem direitos...vamos ter direitos mais também deveres.Quais as leis protegem os professores em sala de aula?

    ResponderExcluir
  130. Estamos passando por um momento bastante delicado nas salas de aula e em toda a sociedade, os pais precisam ensinar a respeitar os mais velhos, a sociedade da permissão é que está acabando com tudo. O pior é que alguns pais também não são respeitados por seus filhos, sendo assim o que fazer? Precisamos nos ajudar

    ResponderExcluir
  131. Sou professora atuante há 28 anos e posso perceber a diferença do comportamento dos alunos antes e depois do ECA o abuso é demais sem contar que do jeito que está a aprendizagem está, cada dia mais prejudicada.
    Será que sala de aula é lugar de buscar o conhecimento ou ponto de encontro onde o professor é desrespeitado e impedido de exercer o seu trabalho?

    ResponderExcluir
  132. Concordo com que a Priscila disse acima, pois acho que não só os infratores devem sofrer sanções como também seus responsáveis devem ser penalizados, pois a ausente de valores e conceitos se devem e muito as famílias acharem que a Escola deve também educar sua prole!!!!!!(2)

    ResponderExcluir
  133. Concordo com que escreveram a Priscila e J. Carlos disseram acima, pois acho que não só os infratores devem sofrer sanções como também seus responsáveis devem ser penalizados, pois a ausente de valores e conceitos se devem e muito as famílias acharem que a Escola deve também educar sua prole!!!!!!

    ResponderExcluir
  134. Finalmente alguém tomou uma atitude, já que nós professores ficamos de braços cruzados assistindo a violência tomar conta das escolas. Do jeito que está, daqui há alguns poucos anos os alunos irão até colocar o professor de castigo!

    ResponderExcluir
  135. Com certeza esse Projeto de Lei sofrerá os costumeiros ataques (principalmente do MP) daqueles que estão distantes das escolas e por essa razão não "enxergam" o perfil da geração que está se formando nos bancos escolares: descompromissada, despreparada, apática, quando não violenta, totalmente avessa a regras.Infelizmente, a violência perpetrada contra o professor em sala de aula -certamente ato gravíssimo - ainda não se configura o mal maior, frente à sociedade que está sendo formada e moldada dentro de nossas escolas. Para os que querem inocentar o ECA, um alerta: para que as famílias, a sociedade brasileira não venham a afligir-se futuramente, faz-se urgente um estudo dentro dos conselhos da educação, secretarias da educação e escolas para avaliar os efeitos da interpretação dada à referida norma pelos profissinais da educação e pelos alunos. Ou o Estatuto é realmente permissivo e entra em conflito com a formação escolar que se pretende para o brasileiro, ou, no afã de proteger o menor, está-se errando perigosamente na interpretação dada ao texto legal

    ResponderExcluir
  136. parabéns deputada!!!!!

    Chegamos ao fim do poço, antes era o Estado que violentava o professor, agora, vivemos o terror nas salas de aula sob o poder de alunos sem edcucação, sem pricipios éticos, sem respeito por professores que cada vez estão acuados, reféns destes alunos... portanto, na condição de professor e cidadão, mais uma vez parabéns pela lei deputada.

    ResponderExcluir
  137. Concordo plenamente,poius hoje, os pais trabalham muito e não conseguem dar conta da educação, valores responsabilidades que deveriam ter sobre seus filhos.Eles não tem limites e nem sabem o que é isso.Nós temos todos os deveres e nenhum direito.Eles tem todos os direitos e nenhum dever.
    Acredito que essa Lei tem que ser aprovada.Deste modo, estaremos mais amparados.

    ResponderExcluir
  138. Prof Adriana11/08/2011 15:37

    Eu estava tão decepcionada, com o desrespeito e vendo que a própria lei desampara os profissionais da educação, que vinha já pensando em deixar de lecionar.
    Tudo isso graças ao desamparo e a falta de apoio das próprias leis do país vigente que estava até desistindo para não morrer de desgosto pois já que os problemas emocionais gerados estavam causando problemas físicos ou seja psicossomático.
    Houve uma época que percebi que a classe de professores ficaria escassa já que é uma profissão tão desamparada legalmente isso não tardou acontecer isso já está acontecendo.
    Antes eu não entendia porque os professores adoeciam tanto agora eu sei por quê?

    ResponderExcluir
  139. Como profissional dessa area, sinto que já estava mais do que na hora dessa Lei. Já não suportamos mais tantas descasos com os nossos profissionais

    ResponderExcluir
  140. Parabéns você tem meu apoio, o professor está oprimido por marginais que se disfarçam de estudantes.

    ResponderExcluir
  141. Que ótima notícia!

    Que seja aprovado!

    ResponderExcluir
  142. Eu concordo e espero que seja aprovado.

    ResponderExcluir
  143. A notícia é tão boa que a gente custa a acreditar. Mas como o nível de tensão na sala de aula está chegando a um estágio crítico...é preciso crer...

    ResponderExcluir
  144. Me admira muito que os professores não saibam que já existe a lei para punir os infratores,resta saber se os professores,diretores ...farão o registro policial ,para que a Lei seja cumprida???Se ficarem se escondendo com medo quando são agredidos não adiantará "criar mais uma Lei".
    Percebe-se que alguns pais é que mereciam estar na cadeia por não educar seus filhos ,pois com certeza filhos amados e bem educados não agridem professores!!!!!!Não é verdade????Quem já foi agredido não concorda????
    Como professora fico triste em ver para que caminho estamos levando a sociedade ,por somos nós que fazemos parte desta sociedade que teremos que"responder"pelo seu futuro,assim como os nossos pais ,pelo que somos e ......
    Acredito também que se a imprensa divulgasse os bons exemplo que temos por este Brasil a fora ,não estaríamos tão frustrados ,pois exixtem muiiitas coisas boas por aí .Principalmente professores éticos ,capazes e cumpridores de seus deveres ,assim como ótimos Alunos.Vamos serapar o joio do trigo.Abraços.

    ResponderExcluir
  145. Vania Nilce Fernandes14/08/2011 21:33

    Vânia Nilce Fernandes
    Sou Diretora de escola publica aposentada, mas nem por isso deixo de me preocupar com a escola publica, e depois de vivermos muitos anos de abandono e descaso vejo um projeto de lei que já é uma luz no fim do túnel, pois a educação só pode melhorar se houver disciplina, pois é impossível ensinar meio a desordem e desrespeito, e se as crianças e jovens não aprendem a respeitar na escola, vão aprender aonde? Pois hoje nos lares eles não aprendem mais.
    Se isso realmente for aprovado finalmente vamos acabar COM A DESCRIMINAÇÃO que é feita com os bons alunos, que não conseguem ter direito de receber os conteúdos que deveriam ser passados por causa de um grupo de mal educados.
    Só espero que os Conselhos Tutelares da vida, ponham em prática, pois no ECA eles só sabem os direitos dos alunos, e não fazem nada para que os deveres desses alunos sejam cumpridos.

    ResponderExcluir
  146. Já era hora de alguém tomar essa providência! Um absurdo nesse país ter tantos direitos e tão poucos deveres. É desde cedo que crianças e adolescentes devem saber que nem sempre fazemos somente o que queremos... e que a liberdade deve ser usada com responsabilidade e consciência. Sou professora também e fico indignada com essas atitudes de desrespeito.

    ResponderExcluir
  147. Eu apoio totalmente a deputador, Ë humilhante ser marcada para morrer só pq disse à diretora quem quebrou o ventilator. Eu entro e saio da escola com medo de arranharem meu carro, e com medo de estarem me esperando numa sequina proxima. Como alguem pode trabalhar assim??? Temos que merecer pelo menos o direito de exercer nossa profissao com seguranca e respeito!!! obrigada deputada!!!

    ResponderExcluir
  148. JARDEL DE CASTRO16/08/2011 13:11

    Sou professor da rede municipal de ensino na região serrana do Estado do Rio de Janeiro. Lamentavelmente, houve um tempo em que a escola zelava pela formação educacional do estudante e não tínhamos insultos na tamanha proporção como encontrtamos hoje. Qualquer atitude que não estivesse em conformidade com o que é razoavelmente justo, honesto, ético e de boa fama, não tinha aprovação alguma ou outro tipo de apoio. Além de ser responsabilizado pelo baixo nível educacional da população nacional, sem atribuir responsabilidade alguma pela ausência de um trabalho sério de política pública, o professorado é dizimado pelo constante pela violação de seus direitos como profissional, além de ser refém de muitos pais e alunos em situações manipuladoras somente para dar direitos à quem deveria antes usufruir de direitos cumprir com seus deveres.

    SOCORRO! SOCORRO! OLHEM PARA NÓS da EDUCAÇÃO COM EMPATIA! NÃO QUEREMOS SER MÁRTIRES. LUTAMOS O PARA QUE A "ORDEM e PROGRESSO" SEJA MAIS QUE UMA FRASE BORDADO NO SÍMBOLO NACIONAL.

    ResponderExcluir
  149. Sempre que leio os mais de 140 comentários deste post me entristeço e me emociono com os depoimentos de cada um de vocês. Tive professores que na hora do recreio ficavam conosco tocando violão no pátio. Que nos corrigiam e educavam, mas que eram nossos amigos e os respeitávamos muito.O Blog Falando Francamente, colocou na rua um questionário que percorrerá as escolas municipais, estaduais e particulares da cidade de Arcoverde onde resido. Em breve, vocês conhecerão o resultado desta pesquisa que pode servir como base para políticas públicas voltadas pela segurança na educação. Obrigada a todos pela participação e pela sinceridade. Continuem mandando o link desta matéria para todos que conhecem , ela pode ajudar a deputada a conseguir a aprovação deste projeto. Um abraço a todos

    ResponderExcluir
  150. Que Deus abençoe!!!
    Para que seja aprovado!

    ResponderExcluir
  151. Como MULHER e dona de uma escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental até o 9ºano, apoio o Fenix Ressurgindo das cinzas. Faço dele minhas palavras.
    Pedirei a Deus um empurranzinho para dar certo.

    ResponderExcluir
  152. Que isso acontece o mais rápido....nós professores precisamos de proteção, atenção, e mostrar aos alunos que escola é lugar de respeito e não de vandalismo. boa sorte.

    ResponderExcluir
  153. Vamos apoiar, pois os educadores precisam ser respeitados, ou daqui a poucos anos esta profissão estará extinta.

    ResponderExcluir
  154. Eu sou estudante,fico muito triste quanda vejo a falta de respeitos, em sola de aula,tem alunos que não respeita os professores,..eu fico mim esforcando muito para poder estuda,onde eu estudo e para javem e adutos!sala de aula e um lugar para apredemos,coizas boais aler escrever bem!!!

    ResponderExcluir
  155. não sei se fico alegre ou triste com este tipo de lei... podemos perceber como educadores , como a falta de respeito dos alunos com os professores é tão grande nesses dias. eles não se importa nem com o que fala nem com os estudos, hoje alunos vão a escola pra bagunça, as notas na maioria das vezes são pessimas , passam de ano porque em algumas instituições , pois há o cumulo de pressão em cima do professor para passar este aluno , ai acontece o fato agravante de alunos no 8 anos que não sabe nem diferenciar casa de z ou s. mas nos professores temos que receber ofensas verbais e fisicas em alguns momentos e ficar calados. a tristeza desta le é: porque estamos chegando tão londe?

    ResponderExcluir
  156. O QUE PODEMOS FAZER PARA QUE ESTE PROJETO SEJA APROVADO O MAS RÁPIDO POSSÍVEL?
    AS CRIANÇAS E OS ADOLESCENTES ESTÃO SEM LIMITES, NÃO TÊM RESPEITO POR MAIS NADA, TEMOS QUE COLOCAR LIMITES... já que é uma função da família e que não estão conseguindo fazê-la...
    MUITO OBRIGADA DEPUTADA... SERÁ LEMBRADA

    ResponderExcluir
  157. Olá Odete, o projeto está tramitando no Congresso. Vamos aguarda pra ver o resultado ou podemos realizar um baixo assinado on line onde todo professor possa assinar e entregaríamos aos deputados. O que vocês acham gente?

    ResponderExcluir
  158. Mto bem Sra Deputada!!!!

    Tenho 28 anos de serviço na Rede Pública como professora e 47 anos de idade, nunca vi tanto desrespeito e falta de consideração por parte de alunos e pais...
    Fui vítima de agressão física e verbal!!
    É mto importante saber que está preocupada em nos ajudar!
    Sou grata e retribuirei com certeza seu trabalho e reconhecimento pela necessidade da mudança!

    ResponderExcluir
  159. Realmente se é assim que deve-se proceder que assim seja.
    Basta de violência em todos os âmbitos da sociedade. Se aprende-se a violência, se leva a violência prá vida toda.
    É uma pensa termos uma juventude perdendo uma existência toda sem parâmetros e sem valores. Todos temos a perder com isso.

    ResponderExcluir
  160. É triste constatar a falta de formação moral e de boa conduta da criança e do adolescente brasileiro, promovidos pela total decadência da estrutura de educação promovida pelo 'poder público', em todas as instâncias, em conjunto com a indústria da manipulação da pessoa humana: programas de tv que incentivam a violência, a falta de respeito mútuo, o desregramento; grupos musicais que estimulam o uso de drogas e o gosto sonoro sem qualidade, emfim, estamos vivendo o caos e descendo a ribanceira do desequilíbrio, tudo isso pela falta de um projeto sério de EDUCAÇÃO. Este projeto tem que ser aprovado em regime de urgência!!!!

    ResponderExcluir
  161. É triste ver que ainda vivemos no "coronelismo", onde as pessoas devem ser ignorantes para manter no poder quem acha que não basta falar ,como escrever errado também. Só que não perceberam que a educação que está indo ralo abaixo ,não é só a da informação ... Nesse ritmo não estaremos indo para o primeiro mundo , e sim para a pré-história.

    ResponderExcluir
  162. Quando vemos uma atitude de caráter como a da deputada, ainda podemos acreditar na educação pública. Obrigada deputada! Tomara que consigamos essa importante vitória!

    ResponderExcluir
  163. Faço das palavras da professora Clara as minhas ou quase todas, pois a gente quer respeito mas muito não sabe o que é respeito e como esse funciona, não se pode confundir respeito com obediência pois o tempo da ditadura quase acabou, e a geração que vem tem pais sem poder de dar limites devido o medo de perder o amor de seus filhos e tem filhos que não tem pais para saber o que é limite, como também tem professor tratando alunos como se fossem marginais, então precisamos tomar muito cuidado, pois podemos ter professores que não gostam de serem questionados e achar que o aluno esta sendo desrespeitoso, sem contar que as leis as vezes se voltam contra nos mesmos, pois ha sempre interesses pessoais na jogada.

    ResponderExcluir
  164. Já passou da hora das autoridades se preocuparem com a nossa situação , pois a sociedade como um todo não tem mais nenhuma referência , e nós professores estávamos sozinhos nessa luta . Parabéns Deputada , precisamos do apoio de todos nessa empreitada.

    ResponderExcluir
  165. Eu apoio a VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR. É uma vergonha o salário deles, principalmente nas redes Municipais e Estaduais, sendo que mesmo nas redes Federais o salário de um professor é bem inferior à de outro servidor com a mesma formação. Já dei aula em Município e Estado e, realmente, só quem deu aula sabe das inúmeras humilhações verbais e físicas que um professor passa em sala de aula, independente de sua cor, idade ou sexo. Vereadores e deputados deveriam se envergonhar dessa lei e dos bons salários não terem sido aprovados a muito tempo.

    ResponderExcluir
  166. Muito se fala e pouco se lê a respeito. O povo manda e-mails, correntes e críticas sobre esse assunto, mas pouco informa, no final das contas. É de me causar certo desapontamento quando não vejo referências das informações que tentam me passar. Elas são importantíssimas no Estado Democrático em que vivemos, ainda mais com toda essa onda de "mitos e lendas da internet".
    Pensando nisso, deixo aqui o link para a página da Câmara dos Deputados, onde se encontram informações sobre a tramitação desse projeto:
    http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=491406
    Espero que toda essa energia gasta por tantos professores no Brasil para seus desabafos entre si seja a mesma gasta para se manterem informados e orientados sobre como exigir seus direitos.

    ResponderExcluir
  167. GENTE, JÁ ESTÁ POSTADO NO BLOG O O PROJETO DE LEI DA DEPUTADA CIDA BORGHETI NA INTEGRA. Confiram: http://www.blogfalandofrancamente.com/2011/08/na-integra-o-projeto-de-lei-que.html

    ResponderExcluir
  168. Eu sou professora da rede pública de SP há 19 anos. E estou praticamente doente , de tanto vivenciar e sofrer agressões não só dos alunos , mas de seus pais também! Respeito ao professor já!!!

    ResponderExcluir
  169. Até que enfim estão lembrando dos professores!
    Parabéns, Deputada Cida, por esta iniciativa e muito obrigada. É do censo comum dizer que as maiores mazelas da sociedade se resolve com educação, mas ninguém lembra de quem está na linha de frente nesta luta.

    ResponderExcluir
  170. Olá pessoal.
    Estou feliz com as preocupações atuais que dizem rspeito ao comportamentamento do educando, a direitos e deveres cidadãos no entanto precisamos definição de quem vai ficar com a bola.
    Responsabilizar os pais pela educação de seus filhos. A escola pela aquisição de conhecimentos científicos e "demais funções".

    Aguardo mudanças.

    ResponderExcluir
  171. obs os comentarios e avaliando o que pretendem com leis que acreditam que vão freiar os alunos mais rebeldes!digo!as leis mudaram o homem?varias pessoas falaram com o coração obs os atos e fatos!realidades!reflitam qual está sendo as estruturas que as nossos crianças e jovens estão se espelhando?não são só os pais que são responssaveis pela piora do comportamento dos jovens ,obs o que os adultos que cegos surdos e mudos ignoram os seus proprios erros,todos nós precisamos despertar para não só esta questão más para o todo que envouve a sobrevivencia e comportamento humano!nascemos sem maldades inocentes, futuros homens que se sobreviver a toda esta vida corrompida onde passou a valorizar cada vez mais quem está assima de todos seja pelo seu valor material ou proficional!maravilhas se criaram desde que o homem se tornou mais capacitado avançando cada dia mais na tecnologia em busca de transformar o natural e belo em belezas artificiais e perfeitas!moudura fisica ou arquitetonica,belezas dislumbranres,esquecendo que temos um espirito que nos move e este não se mouda com bisturi ou tecnologia!e sim com convivencia humana olhando para o proximo desejando que ele se realize cada um com a sua capacidade pois todos desde o que varre o chão deste pais limpando os esgotos da vida aos que mantem a ordem e justiça governantes que determina o que fazer com os impostos arrecadados todos que cuidam dos infermos artistas todos em geral e etc...o homem sempre desejou o luxo,quem não quer ter conforto!?em cada época buscou o que de melhor poderia ter e ser!para satisfazer o ego material !evoluimos? sim evoluimos!basta obs os atos e fatos!evoluimos tambem na ignorancia de não dar valor as coisas mais simples que tem uma beleza mais brilhante do que joia mais preciosa e valorosa que o homem possa julgar assim ser!sim vivemos no caos!diga quando é que não existiu caos!obs a história,o mundo sempre foi marcado por tragédias e destruições a diferença é que a capacidade do homem almentou este poder de destruição!assim como almentou o poder de todos pararem para refletir diante de toda tecnologia que em num piscar de olho expande tudo que acontece em toda parte do mundo!quando o limite das concequenciasa que o proprio homem gera não é mais suportavel vem a coragem de enfrentar o caos sem medo,e obs do que são capases desde o inicio até o fim!por que não usar todas as maravilhas que o homem construiu e usala para expalhar e refletir a realidade e solução sem ipocrisia,egoismo,ganancia,maldades,cegueira de espirito que insiste em não enxergar o que todos estam cientes!a realidade esta no coração de todos!não precisamos de mais cordeiro!JESUS É O UNICO E ULTIMO CORDEIRO!NÃO MORREU EM VÃO!QUEM PERSEVERÁ VENCERÁ!PARA QUE TRATAR O PROXIMO COMO INIMIGO!CLARO QUE EXISTE ASSIM COMO SEMPRE EXISTIU PERVERSSOS QUE SEM PIEDADE PARA REALIZAR A SUA GRANDEZA DE QUERER SER E TER NÃO MEDEM AS CONCEQUENCIAS,POREM CADA UM É RESPONSAVEL PELOS SEUS ATOS!APENAS DIGO SE CADA UM AGIR DE MANEIRA HUMANA,RESGATANDO O QUERER BEM A SI E AO PROXIMO O MUNDO AINDA ASSIM NÃO SERIA UM PARAISO MÁS SE TORNARIA MAIS HUMANO HABITAR NELE!ATÉ O FECHAR DOS OLHOS PARA UMA ETERNIDADE ONDE DEUS E SEU FILHO JESUS IRÁ COMANDAR!É A ULTIMA OPORTUNIDADE DO HOMEM NA TERRA POR ISTO DEUS DEU O LIVRE ARBITRIO MÁS ENCINA NOS O CAMINHO!SEGUE QUEM ASSSIM QUER!A FALÇA SANTIDADE TAMBEM É OUTRO GRANDE ERRO !ACREDITO NA UNIÃO DO AMOR INCONDICIONAL QUE TRARÁ MAIS PAZ E LUZ AOS ESPIRITOS HUMANOS!REALIDADE E SOLUÇÃO!

    ResponderExcluir
  172. Tem q entrar em vigor logo isso, pq é ridículo o que os alunos fazem com os professores, para mim quem desrespeita os professores são uns animais, e animais perigosos tem que ficar na jaula !!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  173. Mirian Spies24/08/2011 16:26

    Senhora Deputada! Parabéns! Enquanto professora estou muito feliz em saber que alguém lembrou dos professores do nosso país. Profisionais da educação que, diariamente, dedicam-se a construção e desenvolvimento dos brasileiros e do Brasil. Não existe país sem professores!!!

    ResponderExcluir
  174. Escola,Familia,Pais,Professores e Alunos,houve época escola era continuação da Educação na Base Familiar,aluno era acompanhado na sua conduta dentro e fora das escolas. Professores alem de ensinar cobravam respeito e disciplina dos alunos cobrança repetida tambem na familia. Código do adolescente é o maior pivor dessa crise institucional de formação de valores e cidadões.Hoje protegidos pela lei,familia e professores perderam a vóz. Nada mais justo que politicos façam alguma coisa para mudar esse estado de calamidade instalada entre familia,professor,aluno.

    ResponderExcluir
  175. Gente, publiquei na integra o texto do Projeto de Lei para que vocês conheçam o seu teor. Confiram no link: http://www.blogfalandofrancamente.com/2011/08/na-integra-o-projeto-de-lei-que.html

    Um abraço e sejam sempre bem vindos (as)

    ResponderExcluir
  176. Estes ultimos dias, os meios de comunicações vem apresentando como nosssa crianças estão se comportando. Muitas familias estão indignidas com o comportamento das crianças, mas nos professores já estamos convivendo com este tipo de criança a muito e muito tempo,sem respeito, sem limites e todas as sua açãoes em sua maioria apoiada pela familia. Não estou indignada como comportamentas das crianças estou decepcionada com a sociedade que trata a criança como um ser perfeito, e não como um ser em formação. Está lei irá nos ajudar e obrigará as familias assumirem seus papéis, sem colocar os professores na berlinda.
    Tem todo meu apoio é hora de dar um basta na violencia e na hipocresia social. Parabens pela iniciativa deputada.

    ResponderExcluir
  177. que tal aproveitar a tecnologia e apresentar as aulas através da tecnologia virtual!já que eu como mãe reconheço que existe professores maravilhosos e alunos tambem!deixe apenas um militar obs em cada sala de aula o comportamento dos alunos e com regime diciplinar orientando a se comportarem,alguem capacitado não um carrasco sem disciplina!apresentem aulas bem elaboradas!professores capacitados que gravariam as aulas e repassaria para as turmas cada uma de sua serie e materias,sobraria tempo para que eles mesmo se dedicassem mais ao proficionalismo!sem reclamação de ambas as partes!realidade e solução!para acabar com a ipocrisia humana!a guerra entre alunos e professores!todo o contato seria virtual,as duvidas poderiam ser revistas pelo computador !onde quem se precisa de reforço iria buscar respostas,seria explicações gravadas como reforsso escolar!se punição moudasse o homem bandido sairia da cadeia uns santos!o que querem?condenar os jovem que aprende com os adultos a serem canalhas!pare de ipocrisia!meus filhos sempre respeitaram os pofessores pois eu sempre assim os orientei assim como já resouvi problemas de escola sem destruir o proximo!sei muito bem como são tratados alguns alunos e os que passam a mão na cabeça mesmo eles estando errados!não a mentira para encobrir o mal desempenho entre pais alunos e professores!realidade e solução!todos nós temos parcelas de culpas!ainda não li esta lei,porem me paresce mais uma lei para culpar alguem pelo fracasso humano!são leis desrtutivas que não encina destroi mais ainda o espiorito humano!obs as orientações Biblicas e busquem sabedoria nela,pois a sabedoria humana é falha quando se trata de sentimentos humanos!ipocritas!

    ResponderExcluir
  178. Valmir Cruz25/08/2011 07:43

    Tantos comentários anônimos me fazem crer na manifestação do medo de represálias. Fico na dúvida se dos alunos ou das autoridades superiores ao comentador.

    ResponderExcluir
  179. O ECA é apenas o rabo do gato.
    Não esqueçam que não se trata apenas do estatuto que não funciona. A contaminação política das vivências, as ideologias libertárias influenciarm os projetos pedagógicos e permitiram precedentes inaceitáveis mas que dificilmente serão rediscutidos e por muito tempo estarão ainda em voga como entes infalíveis e indiscutíveis.
    Não devemos nos iludir, não será uma lei que resolverá o problema. Somente responsabilizar o aluno não deve ser nosso dever nem interesse imediato, mas procurar meios de trazê-lo para a 'vida civilizada'.
    Veja que alguns comentários são bem o retrato da marginalização do professor, a ideia inaceitável que faz do docente um super-homem e o aluno o coitadinho, assim, o processo de aprendizagem está num plano etério, abstrato, bem distante e no último nível da escala de ensino, no âmbito do professor-aluno.
    Não defendo a marginalização discente, no entanto, com a dificuldade que é cobrar uma coisa simples como uma atividade do aluno não chegaremos a lugar nenhum. Impor responsabilidades e cobrar conteúdos não é mais aceitável, avaliações formais então, nem pensar.
    Não é possível, chegamos ao fundo do poço. E o problema não é somente ECA, pais, violência, diretores,ou seja, nomes e mais nomes.
    Todo o sistema está bichado. Os grandes pensadores que servem de base para os PPPs das escolas(e das redes públicas) ajudaram a montar sistemas falidos e, não é aceitável/possível fazer notar(enxergar) que a educação tradicional é a mais produtiva para todos...

    Carlos, Professor da rede pública

    ResponderExcluir
  180. Não sou professor nem pai, mas já fui aluno.

    Achei a lei branda. Ambiente de estudo deve ser tratado com seriedade militar. Professor deveria ser uma profissão cobiçada e o magistério deveria superar medicina nos vestibulares.

    Aluno que faz uso de violência dentro de sala de aula deveria passar uma temporada num reformatório rigorosíssimo. Reincidente vai pro internato até terminar os estudos, e os pais, pra cadeia.

    ResponderExcluir
  181. Obrigada!Precisamos que alguem lembre do PROFESSOR,estou cansada de ser maltratada, amo o meu trabalho,mas como está não pode continuar!

    ResponderExcluir
  182. Obrigada Deputada Cida,pela preocupação com os professores, eu tenho 24 anos na rede ensino da SME.Nestes ultimos 5 anos esta muito difícil fazer um bom trabalho com quem não quer aprender, mais difícil ainda é conviver com as criticas de que o aluno não aprende porque o professor não ensina, e ainda suportar um abono baseada na avaliação externa, imposta pela propria SME. Precisamos mesmo de alguem como a senhora ,que tem visão de educadora.Meu muito obrigada

    ResponderExcluir
  183. Acredito que é um início para que haja uma punição. Porém acho que não irá pra frente devido as comissões e por se tratar do ECA. Trabalho em escola pública há 17 anos tenho 34 anos e já passei por um bocado de coisas. Hoje sou Vice Diretora de uma Escola Pública e sei o quanto é difícil punir esses alunos e muitas vezes solicitar a presença dos responsáveis é pior ainda. Parabén pelo Projeto e faço votos que vingue.

    Rosana

    ResponderExcluir
  184. Acho a ideia excelente - gostaria, apenas que, em complentação à punição prevista, os pais desses alunos fossem convocados a prestar contas
    sobre a educação que estão dando a eles em casa. Lembram-se de como foi criticada a professora que exigiu que o aluno que emporcalhou
    a parede recem-pintada da escola foi criticada por
    muitos dos pais de alunos? E de como os diretores
    da escola se acovardaram? E, ainda, do riso do infrator frente às câmaras de tv?
    Meus pêsames à Secretaria de Educação do Estado de São Paulo que não apoiou a professora diante desse absurdo!

    ResponderExcluir
  185. fui aluna sou mae de aluno que sofreu preconceito de professora reclamei falei com a direçao do colegio nenhuma (puniçao).1ano se passou ate hoje estou chateada. onde fica a puniçao para esse tipo
    deprofessor que nao possui nenhuma capacidade mental para lidar com alunos ou crianças,desde os 5anos ate aos12 levo e pego o meu filho todos os dia sei de cada prova,e nota(ass:luciana.s.a.aquino

    ResponderExcluir
  186. Sabemos que as leis não fazem o Homem.Mas elas estão aí para serem cumpridas e terem sua função social.É preciso que alguma coisa seja feita para por fim a impunidade dos alunos dentro do ambiente escolar. Com o ECA, os menores sentiram-se protegidos e estão fazendo com os pais e professores o que bem entendem. Sou da opinião que com os PAIS OU RESPONSAVEIS eles façam o que os mesmos permitam, mas a nós Profissionais da Educação, que nos qualificamos para exercer nossa profissão com eficiência, não podemos permitir que continue acontecendo o que acontece dentro das escolas. São deboches, ameaças, insultos e palavrões em sala de aula aos colegas e a nós.Respeito, educação são palavras que já não fazem parte do dicionário da maioria dos alunos.Os alunos e seus responsáveis devem saber que se os mesmos não fizerem a sua parte, haverá punições SIM. Chega de IMPUNIDADES!
    Os governos só impõe condições e normas aos professores,que são ameaçados e punidos se não atingirem algumas metas, por ex o IDEB. Os alunos não estudam,vão a escola para brincar,dormir em sala, zuar dos colegas, dos professores das pessoas que lá trabalham e Nada acontece, pois NÃO se pode fazer nada a criança , ao adolescente .... ao ALUNO mas a nós professores, TUDO PODE. Senhores governantes lembrem-se que ninguém é Doutor sem passar pelas mãos de um PROFESSOR. Vamos respeitar aquele que ensina seu filho a ler, a escrever, a formar opiniões.Será que a educação não está como está em função das pessoas conviverem com situações que quem está nas camadas mais eletizados deste País não passaram por escolas, ou que pouco as conhecem???
    Está na hora de decidir se EDUCAR é ou não importante. Ou os governantes nos dão garantia de trabalhar com segurança e sermos respeitados ou decidem , por vez, acabar com as escolas. Queremos, como nas outras profissões, sermos respeitados em todos os sentidos.
    Como educadora a mais de 25 anos, desejo que o Projeto seja aprovado e bem divulgado nos meios de comunicações.
    Obrigada pela oportunidade do desabafo.

    ResponderExcluir
  187. ESTA LEI JÁ VEM TARDE. TEM MAIS ACHO QUE MENOR CRIMINOSO DEVE SER PUNIDO, COMO NOS ESTADOS UNIDOS. SE TEM DIREITO DE VOTAR, DE DIRIGIR AOS 16 ANOS PORQUE AO COMPLETAR 18 ANOS FICA LIVRE. TOTALMENTE LIVRE E COM FICHA LIMPA. OS TEMPOS SÃO OUTROS. A ESCOLA DELE SÃO OS VÍDEOS E JOGOS VIOLENTOS. MAIS A DROGA. NÃO TEM MAIS SANTINHO, NÃO! ISTO QUE SOU DO PT. MAS COMO PROFESSOR, ESTOU FARTO DE VER TANTO MATERNALISMO.

    ResponderExcluir
  188. Alunos estão chegando na 5ª série já afrontando os professores e querendo discutir de igual para igual. Sabem que os professores estão de mãos atadas e não podem discipliná-los porque os, sistema educacional, o ECA, os pais e os pedagogos burocratas, que rotulam-se pedagogos especialista em educação que nunca deram aula, não aceitam punições para os alunos que desrespeitam professores e diretores. Esse projeto veio para nos ajudar, vamos ver se sai do papel.

    ResponderExcluir
  189. Não podemos radicalizar. Muito embora tudo nos leva a crer que a educação está sucateada, e não temos mais como lidar com isso, há sim algumas soluções que poderão dar novo rumo a toda essa tempestade. O mais importante é começar cobrar de quem é a responsabilidade. A família, ou essa bagunça que esta instituição se tornou nas últimas décadas, precisa de socorro e punição. Põe-se crianças no mundo como se isso fosse apenas o resultado e uma "trepada" mal dada, sem consequências para macho ou fêmea. Como qualquer animal de rua a ninhada fica ao sabor do tempo e da administração pública, como se a coisa pública fosse coisa de ninguém e quem chegar primeiro ou tiver a maior necessidade pudesse tomar posse. Sinto que a violência que frequenta as salas de aulas, espera apenas por mais algum tempo para bater em nossas portas. Acho que esse futuro já está ali na próxima esquina. E se já é difícil dominar essa geração de meninos violentos e mal educados, imaginem como será a geração dos seus filhos. Desculpem-me se as minhas colocações parecem pessimistas. Sou otimista, mas enquanto a lei não começar a punir de cima para baixo, nunca consiguiremos que as pessoas se respeitem. Os homens que comandaram e comandam este país em todas as instâncias nos últimos 30 anos são responsáveis direto pela bagunça que se tornou nossa sociedade. Não é um problema partidário, infelizmente o problema está no homem. Não importa se é "direita" se é "esquerda", a falta de carater não define lados, ela permeia por toda a corja que se alojou na administração pública e deu nisso aí. Enquanto imperar a primicia de "o melhor tem que ser meu", vai ser difícil e até impossível educar.

    ResponderExcluir
  190. MAAAAAAARAAAAAAAAVIIIILHOSO!!!!!ISSO AI DEPUTADA FICA FIRME, INSISTA NESSA LEI .EU PROFESSORA APOIO PLENAMENTE!

    ResponderExcluir
  191. na minha opiniao os pais devem ser responsabilizados com serviços a comunidade, como por exemplo, ajudar na faxina da escola ou auxiliar na preparaçao da merenda ou lavando os banheiros, tudo isso na escola onde aconteceu a 'infraçao' do(a) aluno(a). acredito que essa deveria ser a puniçao mais exemplar nesses casos de violencia.

    ResponderExcluir
  192. Parabéns pela iniciativa,sou professora aposentada e fico feliz que ainda temos alguém como a Deputada Cida Borghetti, conte conosco...

    ResponderExcluir
  193. Parabéns Deputada pela brilhante iniciativa.
    Se quisermos ter algum dia uma educação de qualidade nesse país, necessitamos que os professores possam pelo menos obter dos seus alunos uma postura ética de respeito, consigo e para com o próximo, principalmente para com o professor que nos momentos de sala de aula tentam com todo esforço desempenhar seu trabalho.
    Infelizmente é necessário que venha uma iniciativa em forma de LEI para que a Justiça desenvolva a função que deveria ser da família!
    Mas, todo esforço é válido!

    ResponderExcluir
  194. Tomara que não seja só mais uma lei, pois enquanto existir responsáveis que são verdadeiros irresponsáveis, políticos sem ética, nossos pupilos se tornam cada vez mais violentos.
    Apoio totalmente e sinceramente espero que dê certo.

    ResponderExcluir
  195. Finalmente resolveram apoiar os professores e os alunos que realmente querem aprender e nao conseguem por conta destes infratores. Professora Olga Gonçalves

    ResponderExcluir
  196. É uma medida necessária, visto que eles só direitos e nós, professores, só temos deveres.

    ResponderExcluir
  197. Ainda falta muito, tem que mudar a maioridade penal para 16 anos para casos de crimes leves e para 14 anos em casos de crimes hediondos.
    Aluno que não respeita o ambiente escolar deve ser expulso da escola da rede pública e os pais responsabilizados pelo ato do aluno seja este ato criminoso ou não.

    ResponderExcluir
  198. Olá colégas. Sou professora e estou saindo de LICENÇA MÉDICA, porque comecei a ter crises de pânico só de imaginar entrar numa sala de aula. É impressionante como o meu prazer de ensinar se transformou em TERROR. Não dar mais pra conviver com essa realidade, ser tratada como LIXO, IGNORADA e AGREDIDA por aqueles a quem só quis ajudar. Tenho muito medo de pensar no que nos espera daqui a alguns anos, SE NADA FOR FEITO. E quando falo de algo a ser feito, não me refiro as soluções mirabolantes criadas por algum pedagogo de plantão ou coisa assim. Alguém que não conhece o nosso dia-a-dia. Educação tem que ser pensada e executada por professor.
    Tive que ouvir de minha médica que a culpa disso tudo é nossa, afinal, disse ela: Quem já viu cabeça ser igual ao corpo? Aluno hoje "tem" que ser tratado como "igual". Não há hierarquia e, portanto, não há também respeito. NÃO TENHO DÚVIDAS DE QUE CHEGARÁ O DIA EM QUE NINGUÉM MAIS ESTARÁ DISPOSTO A SER GRATUITAMENTE AGREDIDO E COMO RECOMPENSA SER PROFUNDAMENTE MAL PAGO. QUEM SABE NESSE DIA CONHECERÃO NOSSO VALOR?

    ResponderExcluir
  199. CAROS COLEGAS PROFESSORES! ANTES DE POSTAREM SUAS OPINIÕES E SEUS DESABAFOS, OBSERVEM ATENTAMENTE A GRAMÁTICA E A ORTOGRAFIA. AFINAL SOMOS PROFESSORES E ESTE BLOG É ACOMPANHADO POR DIVERSOS SEGMENTOS DA SOCIEDADE INCLUSIVE ALUNOS. NÃO É CONCEBÍBEL QUE CERTOS PROFESSORES ESCREVAM COM TANTOS ERROS GROSSEIROS. SE REENVINDICAMOS ALGO, DEVEMOS MOSTRAR NOSSO VALOR NAQUILO QUE NOS PROPUZEMOS. UM ENSINO DE QUALIDADE.

    Antes de se tornar Lei, cada escola deveria valer um modelo de estatuto básico direcionado pelas secretarias de Educação de cada estado e fazê-lo cumprir. As regras deveriam ser exatamente estas que o projeto de Lei ampara, antes porem, no inicio de cada ano letivo, uma multi abordagem psicológica deveria ser aplicada aos alunos para identificar os problemas disciplinares na tentativa de recuperar cada aluno com problemas de comportamento. Na verdade, o que está sendo feito é passar as responsabilidades de correção e formação para o Estado. A escola em si, ficará desobrigada de acompanhar alunos com essa deficiência. Em vários países, um conselho disciplinar acompanha o aluno periodicamente tentado resgatar laços de afetividade e interesse na escola. Esse trabalho é realizado pelos próprios professores com amparo pelos pais. A raiz do problema como muitos colegas entendem , é a educação familiar que no pressuposto, é ativamente responsável pelas agressões e indisciplina com os professores. O que a maioria não aceita, é justamente a luta pela recuperação do aluno e como forma de resgate a uma educação competente e inteligente.

    ResponderExcluir

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.