Foto: Rogério Alves

Foram dois anos sem carnaval, um dos momentos mais aguardados do ano, responsável por movimentar intensamente o setor cultural e a economia pernambucana. A chegada de 2023 marca também o reencontro da população com as festividades de Momo. E o fim do jejum é celebrado pelo cantautor PC Silva com o lançamento do single “Um Frevo Guardado”, liberado nas plataformas digitais.

A música e o clipe, dirigido por ele próprio, são uma espécie de continuação de “Um Frevo Feito Pra Pular Fevereiro”, lançado em 2021 com participação de Flaira Ferro e clipe gravado nas ladeiras de Olinda, um dos principais focos da folia, vazias. Os versos prometiam, para o ano seguinte, um frevo-canção de amor. Mas o aumento dos casos de Covid-19 interrompeu as programações dos foliões e postergou a estreia da música. Para “Um Frevo Guardado”, ele contou com a Orquestra Malassombro, com o sofisticado coro de Isadora Melo, Clara Torres, José Demóstenes, Larissa Lisboa, Sônia Cristina, Sue e Rafael Marques.

São mais instrumentos que o anterior e é, também, mais alegre, embora também emotivo e envolto nas saudades impostas pela pandemia, ainda vívidas na lembrança. “No primeiro, a gente estava ainda num momento pesado da pandemia, foram apenas alguns integrantes da Malassombro. No segundo, fomos todos, com direito a coro no refrão e tudo mais. No arranjo, tentei construir uma sensação de êxtase no refrão, edificando as frases das estrofes para criar uma sensação crescente até o refrão”, conta Rafael Marques, arranjador de ambas.

PC Silva, pernambucano de Serra Talhada, comemora, na letra do frevo de bloco, que “a gente encontrou a saída” e convida a orquestra a tocar o frevo que ficou guardado durante esse período. “Deixa a tristeza saber que hoje eu quero me embriagar de alegria no carnaval”, anuncia, em outro trecho. Narra também o alívio de testemunhar a reabertura e a retomada dessa manifestação cultural tão importante para Pernambuco e o Brasil e fonte de renda para várias famílias que é o carnaval. “É um frevo de contemplação, de memória, de valorização da vida em sua plenitude. Agora, mais do que nunca, é importante a gente ser feliz para lembrar das pessoas que não puderam e não poderão estar aqui”, reflete PC, cujo nome e batismo é Paulo César.

No videoclipe, que será liberado às 10h do sábado (7 de janeiro), a bailarina Lilli Rocha carrega balões vermelhos pelo centro do Recife, na ponte onde tradicionalmente é erguido o Galo da Madrugada, um dos mais grandiosos ícones da folia recifense. Como se levasse o próprio carnaval nas mãos, ela – com figurino sóbrio, em respeito às dificuldades recentes – simboliza a felicidade da manifestação popular, contagiante como os passos iniciados por ela e continuados pelo também bailarino Rogério Alves.

“Um Frevo Guardado” e “Um Frevo Feito Pra Pular Fevereiro” são os primeiros frevos lançados por PC Silva, que lançou o disco de estreia, “Amor, Saudade e Tempo”, em 2020, já foi gravado por nomes como Ney Matogrosso, Simone e Ceumar e integra a Mostra Reverbo. Para ele, este será um dos mais importantes carnavais da história, por ser um momento de retorno. “Há uma pausa dentro dele, muita perda, muita gente que ficou para trás. Como festa popular, ele serve também para filtrar as coisas ruins e dar um gás para o resto do ano. Vai ser o mais alegre de todos e tomara que a gente nunca mais seja obrigado a passar pelo que passou”.

Confira o trailer:


Informações: Assessoria