Imagem: Divulgação/ASCOM


A Frente Popular de Pernambuco anunciou hoje (21) o deputado federal Danilo Cabral (PSB) como pré-candidato ao governo do estado. Com a presença de todos os partidos que fazem a aliança, o evento selou a unidade da Frente Popular em torno do nome do parlamentar na disputa estadual e da pré-candidatura de Lula à Presidência da República. O evento contou com a participação do governador Paulo Câmara, do senador Humberto Costa, da vice-governadora Luciana Santos, do prefeito do Recife, João Campos, dos presidentes nacional e estadual do PSB, respectivamente, Carlos Siqueira e Sileno Guedes, e de dirigentes das outras 11 siglas que compõem a Frente Popular de Pernambuco: PCdoB, PT, PSD, Progressistas, MDB, PDT, Republicanos, Solidariedade, Avante, PROS e PV.

Durante discurso, Danilo agradeceu a confiança depositada em seu nome pelos partidos da Frente Popular e lembrou que esse é o ponto de partida de uma grande união nacional para derrotar o bolsonarismo nas urnas. “Estou preparado para a maior missão da minha vida. Quero percorrer Pernambuco, fazer o que nós aprendemos a fazer na Frente Popular, discutir com o povo, apontar um caminho que restabeleça o orgulho, a esperança, a fé no futuro de Pernambuco”, afirmou.

O pré-candidato destacou as ações do governo Paulo Câmara. "Pernambuco, que teve Paulo Câmara como a pessoa certa, na hora certa, para governar este estado em um tempo de tantas dificuldades, dá exemplo de união e é o ponto de partida para o país, nesse grande projeto que é devolver o Brasil aos brasileiros, com a eleição de Lula, um presidente do qual os brasileiros têm saudade”.

O governador Paulo Câmara agradeceu o apoio dos partidos da Frente Popular no processo de condução de sua sucessão no Palácio do Campo das Princesas e citou avanços que sua gestão tem proporcionado aos pernambucanos. "A Frente Popular está novamente reunida, essa que é uma unidade política que faz tanto bem a Pernambuco, porque tem sentimento social e tem feito nosso estado avançar e melhorar", enfatizou o governador. Paulo também destacou o Plano de Retomada, que prevê o investimento de R$ 5 bilhões e a geração de mais de 130 mil empregos.

O prefeito João Campos, por sua vez, ressaltou a importância da união em torno do nome de Danilo e o apoio do PSB à pré-candidatura de Lula à Presidência da República. "O PSB está unido para ser o primeiro grande partido brasileiro a declarar apoio ao presidente Lula", disse. A ênfase na unidade da Frente Popular e no apoio a Lula também foi dada pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. “Esse passo é importante não só porque estaremos unidos aqui em Pernambuco, mas estaremos juntos em todo o País em torno de Lula presidente da República", declarou.

Com o anúncio da pré-candidatura a governador, terão continuidade as conversas com os partidos da Frente Popular para a definição dos demais nomes da chapa majoritária. "Esse processo tem sido conduzido desde o início pelo governador Paulo Câmara, que agora, ao lado de Danilo, seguirá ouvindo os partidos, levando sempre em conta a legitimidade de todos de apresentarem seus nomes. É importante destacar que temos um prazo razoável para fazer essa definição, até as convenções, e que tão importante também é trabalhar as chapas proporcionais", afirmou o presidente estadual do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes, em entrevista à imprensa.

PERFIL

Danilo Cabral, 54 anos, está sem seu terceiro mandato como deputado federal. Na Câmara dos Deputados foi líder da Bancada do PSB e presidente da Comissão de Educação. É advogado, auditor concursado do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). Foi secretário de Administração do Recife entre 2001 e 2003, na gestão do ex-prefeito João Paulo (PCdoB), e vereador da cidade de 2005 a 2008. Como secretário de Educação de Pernambuco, de 2007 a 2010, começou a trilha que colocaria a educação pública pernambucana como a melhor do Brasil no Ensino Médio. Ele também foi secretário das Cidades, de 2011 a 2014, e de Planejamento e Gestão, de 2015 a 2016.

Informações: Assessoria de Comunicação