Imagem: Pixabay

O governo de Pernambuco decidiu prorrogar restrições de atividades até 15 de fevereiro de 2022. A decisão foi tomada em meio à aceleração da variante ômicron da covid-19 no Estado. Apesar disso, a gestão estadual não definiu se libera ou proíbe festas privadas no Carnaval 2022.

Os secretários Estaduais de Saúde, André Longo, e de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, participaram, na manhã desta quinta-feira (27), de coletiva de imprensa para anunciar a prorrogação de regras no Plano de Convivência com a Covid-19 em Pernambuco, com foco em serviços onde a retirada da máscara é recorrente.

Desta maneira, os serviços de alimentação, é exigido o passaporte vacinal com duas doses ou dose única para pessoas até os 54 anos de idade e, a partir dos 55, também o reforço. A quantidade de pessoas por mesa não pode passar de 20. A medida é válida para restaurantes, bares e lanchonetes, inclusive de shoppings e centros comerciais.

Nos cinemas, teatros e museus, a regra do passaporte vacinal continua também sendo a mesma dos serviços de alimentação. Também deve ser respeitado o distanciamento de 1 metro entre pessoas que não sejam do mesmo núcleo familiar. Caso haja mais de 300 pessoas no ambiente, é exigida a apresentação de um teste negativo para covid-19, sendo com 24 horas de antecedência para exames de antígeno e de 72 horas para exames de RT-PCR.

Para eventos, permanece a redução no público permitido. O limite é de até 3 mil pessoas em locais abertos, de 1 mil em espaços fechados ou 50% da capacidade do local, valendo o que for menor. Além da comprovação vacinal com duas doses ou dose única para quem tem até 54 anos e o reforço para quem tem a partir de 55 anos, é necessário apresentar o teste negativo para a covid-19 para eventos com mais de 300 pessoas.

Informações: Governo de Pernambuco