quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Pernambuco confirma 31 casos de infecção simultânea por Covid e influenza

 Imagem: Pixabay

Pernambuco já registra 31 casos de " Flurona", acrônimo dado à coinfecção por Covid e influenza. As informações são da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) nesta quinta-feira (6).

Todos os 31 positivaram em exames laboratoriais para o coronavírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19, e para o subtipo H3N2 do vírus da influenza. A Secretaria de Saúde esclareceu que nenhum óbito ocorreu e um dos casos evoluiu para quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) - de um idoso de 77 anos morador de Vitória de Santo Antão na Zona da Mata de Pernambuco. 

Entre os casos de 'flurona', 17 notificados são de homens e 14, de mulheres. Os municípios de origem são: Abreu e Lima (1), Caruaru (4), Cupira (1), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (4), Paulista (1), Recife (16), Salgueiro (2) e Vitória de Santo Antão (1).

Já as faixas etárias são: 0 a 9 (1), 10 a 19 (2), 20 a 29 (8), 30 a 39 (9), 40 a 49 (3), 50 a 59 (3) e 60 e mais (5).

"Apesar de terem criado agora até um nome para a coinfecção de Covid e influenza [flurona], nós sabemos que isto não é algo novo", explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.O secretário acrescentou que os primeiros registros se deram no início da Covid-19 ainda em 2020, com notificação de casos em diversos lugares. "Como ficamos por um longo tempo sem nenhuma circulação do vírus da influenza, isto ficou até esquecido, mas agora, com esta forte aceleração da contaminação, estamos vendo novos casos", continuou.

Longo ressalta ainda que não há indício de que a coinfecção aumente a gravidade dos casos. "Ao contrário do que se faz sugerir por vezes, não há um duplo efeito", finalizou o secretário.

Informações: Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário