sábado, 26 de junho de 2021

Secult-PE e Fundarpe divulgam resultado preliminar do 5º Edital Funcultura da Música

O Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE e da Fundarpe, divulga, nesta sexta-feira (25), o resultado da primeira etapa do 5º Edital Funcultura da Música 2020/2021, que consiste na habilitação documental das propostas apresentadas.

O 5º Edital Funcultura da Música 2020/2021 teve um expressivo aumento no número de inscrições, sendo a edição que mais recebeu propostas desde a criação do Edital no ano de 2016. Ao total foram 859 inscrições, um aumento de 258% em relação ao ano anterior.

Dos 859 projetos inscritos, 642 foram habilitados na análise documental, que considera o preenchimento correto do formulário e a entrega da documentação exigida na seleção pública. Confira aqui a lista com o resultado preliminar.

Os projetos musicais foram inscritos em nove categorias, das quais as mais acessadas foram a de Gravação; Produtos e Conteúdos; Circulação e Festivais, conforme descrito na tabela abaixo:

CATEGORIAS

DUPLICADOS

HABILITADOS

NÃO-HABILITADOS

INSCRITOS

 1. CIRCULAÇÃO

11

87

24

122

2. FESTIVAIS

9

87

21

117

3. GRAVAÇÃO

18

186

53

257

4. PRODUTOS E CONTEÚDOS

22

149

22

193

5. ECONOMIA DA CULTURA

0

22

1

23

6. MANUTENÇÃO DE BANDAS DE MÚSICA(FILARMONICAS), ESCOLAS DE BANDAS DE MÚSICA E CORAIS

0

5

4

9

7. DIFUSÃO NA REDE DE EQUIPAMENTOS CULTURAIS DO ESTADO GERIDOS PELA FUNDARPE/SECULT-PE

0

12

1

13

8. FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO

12

61

16

89

9. PESQUISA CULTURAL

1

33

2

36

TOTAL

73

642

144

859

As propostas habilitadas seguem para julgamento do mérito cultural pela Comissão Deliberativa do Funcultura, que contará com especialistas da área da Música, selecionados por meio de edital nacional, nos Grupos Temáticos de Assessoramento Técnico. A próxima fase da seleção levará em conta a qualidade técnica dos projetos, qualificação do produtor e da equipe, e aspectos sociais da proposta.

“Neste ano, o edital do Funcultura Música irá permitir que, em algumas categorias, os projetos possam ser executados em formato presencial, on-line ou híbrido. Também haverá pontuação diferenciada para proponentes mulheres, idosos, pessoas com deficiência, negros, indígenas, e pessoas com identidade não-cisgênera. Já em relação à regionalização, haverá uma reserva que estabelece que, no mínimo, 40% dos projetos aprovados devem ser do interior”, destacou Aline Oliveira, Superintendente de Gestão do Funcultura.

RECURSOS
Com o intuito de garantir a transparência no processo e evitar os mesmos erros na elaboração dos projetos nos próximos editais, todos os proponentes que tiveram seus projetos não habilitados receberão os motivos de não-habilitação dos seus projetos. A comunicação será feita por correio eletrônico para o endereço de e-mail que consta no Cadastro de Produtor Cultural. Os proponentes poderão recorrer do resultado de 28 de junho a 2 de julho, até às 23h59. Os recursos devem ser enviados exclusivamente para o e-mail funcultura.recursos@gmail.com.

Para demais informações o produtor poderá entrar em contato com o Setor de Atendimento do Funcultura, por meio do e-mail: atendimentosic@fundarpe.pe.gov.br.

Confira aqui os habilitados.
Baixe aqui o Formulário de Recurso.
Confira aqui todos os documentos relacionados ao processo.

FUNDARPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário