terça-feira, 10 de março de 2020

Arcoverde vai inaugurar primeira Brinquedoteca em centro comercial e feira livre do Brasil


A Prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Assistência Social, vai inaugurar no próximo dia 20 de março (sexta-feira), no Centro Comercial Regional Vereador Ulisses de Britto Cavalcante – Cecora, a Brinquedoteca Passos para o Futuro, considerada a primeira Brinquedoteca em centro comercial e feira livre do Brasil. A solenidade aberta ao público acontece a partir das 9h, entregando um espaço de combate ao trabalho infantil, proteção e garantia de direitos para crianças, filhos e filhas de permissionários do Cecora.
“As nossas crianças terão o melhor em infraestrutura física, brinquedos e material pedagógico para estimular o seu desenvolvimento e combater o trabalho infantil no ambiente da feira”, destacou a prefeita Madalena Britto.
“Eu nasci no Cecora. Cheguei aqui ainda na barriga da minha mãe. E hoje a minha filha Laura que tem 06 anos, repete a minha história, crescendo por aqui. Estamos ansiosas pela inauguração da brinquedoteca. Todos os dias vamos lá ver a obra. A minha filha está sonhando com o espaço e terá algo que eu não tive: um espaço para brincar dentro da feira” afirmou a comerciante Ana Paula.
“O Projeto Passos para o Futuro é um sonho conjunto, a começar pela sua articuladora, a fotógrafa e amiga Amannda Oliveira. Para que as nossas crianças tenham esperança no futuro, e possam reescrever histórias de famílias inteiras contamos com a Secretaria de Projetos Especiais, através do Secretário Aildo Bezerra, da Secretaria de Assistência Social, da Secretaria de educação e do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – COMDICA. Temos a certeza de que a brinquedoteca é o primeiro passo para manter as nossas crianças longe do trabalho infantil”, ressaltou Paulo Sérgio, diretor do Centro Comercial.
A Brinquedoteca vai funcionar de terça a sábado, nos horários das 7h às 11h e das 13h às 17h e terá capacidade para atender a 40 crianças, na faixa etária dos 04 aos 12 anos. O projeto é orçado em pouco mais de 138 mil reais e é pioneiro no país.
ASCOM/PMA

Um comentário: