segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Curtas pernambucanos em cartaz no Cine Sesc em Arcoverde

Programação começa nesta segunda (10/02) com o filme “D-20 Vermelha”, de Djaelton Quirino, às 20h, no Teatro Geraldo Barros do Sesc. Entrada gratuita



O Sesc Arcoverde promove a partir desta segunda-feira (10/02) uma programação de curtas-metragens pernambucanos no projeto Cine Sesc. As exibições gratuitas seguem até segunda-feira (17/02), sempre a partir das 20h, no Teatro Geraldo Barros. Após a apresentação dos filmes, os produtores e o público participam de conversas sobre a construção das obras, sob a mediação do cineasta Willian Tenório, de Afogados da Ingazeira.

Na abertura, será apresentado o filme “D-20 Vermelha”, de Djaelton Quirino, que é de Arcoverde. Este é o primeiro curta-metragem de ficção do Teatro de Retalhos, produzido em 2019, em parceria com a Pajeú Filmes. Filmado no interior do estado com uma equipe inteiramente formada por artistas e técnicos sertanejos, a obra de 15 minutos foi realizada com incentivos do Funcultura e celebra o encontro do teatro com o cinema. Em seguida, haverá o bate-papo “Da cena para o Cine” com a equipe do curta.

Na sexta-feira (14/02), também às 20h, “D-20 Vermelha” tem nova sessão, seguido por “O Esquema”, de Caio Dornelas, de Goiana; e “O Consertador de Coisas Miúdas”, de Marco Buccini, de Caruaru. Logo depois, bate-papo “Que Histórias Contar” sobre a construção dos roteiros. E na segunda (17/02), o Cine Sesc se encerra com mais uma exibição de “D-20 Vermelha”, que terá na sequência os curtas “Opará”, de Graci Guarani, de Jatobá; “Memórias Submersas”, de Willian Tenório. O bate-papo terá como tema “Como produzimos cinema no Sertão?”, sobre os métodos de realização, gravação e finalização dos filmes, com as produtoras e roteiristas Carol Arcoverde, Bruna Tavares e Graci Guarani.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 21 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo, e o Centro de Produção Cultural e Negócios do Sesc, em Garanhuns. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Serviço – Cine Sesc – Curtas Pernambucanos
Datas: 10, 14 e 17 de fevereiro
Local: Teatro Geraldo Barros do Sesc Arcoverde – Av. Cap. Arlindo Pacheco de Albuquerque, 364, Centro
Horário: a partir das 20h
Entrada gratuita
Informações: (87) 3821.0864

Programação
Segunda (10/02)
“D-20 Vermelha”, de Djaelton Quirino (Arcoverde)
Bate-papo “Da cena para o Cine” com a equipe do curta

Sexta (14/02)
“D-20 Vermelha”, de Djaelton Quirino (Arcoverde)
“O Esquema”, de Caio Dornelas (Goiana)
“O Consertador de Coisas Miúdas”, de Marco Buccini (Caruaru)
Bate-papo “Que Histórias Contar”, sobre a construção dos roteiros

Segunda (17/02)
“D-20 Vermelha”, de Djaelton Quirino (Arcoverde)
“Opará”, de Graci Guarani (Jatobá)
“Memórias Submersas”, de Willian Tenório (Afogados da Ingazeira)
Bate-papo “Como produzimos cinema no Sertão?”, sobre os métodos de realização, gravação e finalização dos filmes

Rosangela Araujo

Nenhum comentário:

Postar um comentário