terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Divulgada a programação do 22.º Festival Virtuosi


Betina Stegmann (Argentina), Orquestra Jovem de Pernambuco, Tim Kliphus (Holanda),André Mehmari (RJ), Jocy de Oliveira (RJ), Bruno Lima (AL), Gueber Santos (PE), Marcelo Jafé (DF) e Rafael Altino (PE) são alguns dos nomes confirmados na grade do Festival Virtuosi, que acontece de 19 a 21 de dezembro, com uma maratona inédita de música clássica e intervenções artísticas, no Pátio de São Pedro. As apresentações são gratuitas.

Apresentado pelo Ministério da Cidadania e com apoio do Recife Criativo, este ano, o Festival Internacional de Música de Pernambuco engrossa o caldo do TURISMO CRIATIVO da cidade, reunindo em sua programação, artistas do calibre de Amaro Freitas, Naldo Lopes, Okado do Canal e Orum Santana.

A maratona de celebração à música clássica, além de contar com programas e atrações variadas, inclusive no lado externo da Igreja de São Pedro, também traz performances, intervenções artísticas, feira livre e o festival Delícias da Comunidade, com o melhor da gastronomia local. 

Em sua 22ª edição, através do Virtuosi Diálogos, o festival tambémpromove para o público, na quinta-feira (19) e sexta (20) das 10h às 12h, a oficina “Aprendendo a Ouvir Música Clássica”, com o compositor Marcilio Onofre. As inscrições são completamente gratuitas e já podem ser feitas do site www.virtuosi.com.br

O XXII VIRTUOSI conta com patrocínio da STN – Sistema de Transmissão do Nordeste, Excelsior Seguros, Uninassau, através da Lei de Incentivo à Cultura, incentivo cultural da PREFEITURA DO RECIFEe GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, apoio da CEPE, Embaixada dos Países Baixos, Recife Turismo Criativo e Porto Digital. 

Concertos 

Entre os principais destaques da programação, está a Ópera Cinemática Liquid Voices – A História de Mathilda Segalescu, da compositora Jocy de Oliveira. Criada exclusivamente para o cinema, a ópera abre o festival, na quinta-feira (19), às 19h, no Auditório do Apolo 235. Com participação de Gabriela Geluda e Luciano Botelho, a apresentação foi criada exclusivamente para o cinema e narra a saga real de um naufrágio no Mediterrâneo do Struma, navio romeno que levava 800 judeus fugindo da Europa, durante a segunda guerra mundial. 

Na sexta (20), o Virtuosi se desloca para a Igreja São Pedro dos Clérigos onde os concertos serão apresentados até o sábado (21). A primeira noite no Pátio traz Mehmari & Amigos, onde o compositor, pianista e arranjador convida diversos artistas para realizarem uma apresentação inesquecível e convidativa. Mehmari é apontado como um dos mais originais e completos artistas de sua geração. O músico apresentará obras de Ernesto Nazareth em uma sonata para viola e piano com o violista Rafael Altino e o violinista holandês Tim Kliphus. O programa encerra com três obras de Astor Piazzola, com participação de um quarteto de cordas formado por Tim Kliphus, Betina Stegmann, Marcelo Jaffé, Bruno Lima e o clarinetista Gueber Santos. Serão apresentadas canções de Piazzolla: Michelangelo 70, Milonga del Angel e Oblivion.

No sábado (21), em parceria com o Recife Criativo, o festival Virtuosi apresenta uma celebração à música com programas, no Pátio de São Pedro. A área externa do Pátio será ocupada por DJs, performances de Naldo Lopes e Okado, e uma apresentação do pernambucano Amaro Freitas Trio. A programação do sábado começa a partir das 15h30. 

Os concertos na Igreja São Pedro dos Clérigos começam às 18h com um recital solo do violista Rafael Altino. Obras de compositores dinamarqueses, de seu último CD “Works for Viola” e do Mestre alemão Johann Sebastian Bach serão apresentadas. Violista principal da Sinfônica de Odense, Dinamarca, Rafael Altino começou seus estudos musicais aos 9 anos, com seu pai, o maestro Rafael Garcia. Aos 17 anos mudou-se para os Estados Unidos onde recebeu os diplomas de Bacharel pelo NEC, Boston e Mestre pela Juilliard School. Ensina nas Academias de Música Carl Nielsen, Odense e Malmö, Suécia. Gravou o CD “Viola a Rafael” e o Concerto Steppenwolf de Christian Lindberg pelo selo Bis.

Na sequência, o público terá a oportunidade de conhecer o Projeto Chaconne. Escrito por Johann Sebastian Bach como o último movimento da Partita nº 2 para violino solo, em uma carta para Clara Schumann em Junho de 1877, Brahms disse sobre a Chaconne: “Em uma pauta, para um pequeno instrumento, o homem escreveu um mundo inteiro dos pensamentos mais profundos e sentimentos mais poderosos”. Desde Bach foram feitas muitas transcrições da peça para diversos instrumentos. 

A Chaconne será apresentada em três diferentes versões: Improvisação sobre a Chaconne para violino por Tim Kliphuis; a versão de André Mehmari para piano que também trata de uma improvisação sobre a obra; e a versão para viola e vozes, construída na pesquisa da professora Helga Thoene. Essa versão será apresentada pelo violista Rafael Altino e vozes Tarciana Damião (soprano), Jessica Soares (mezzo) e Diel Rodrigues (tenor).

Em seguida, o festival inicia o programa Verão & Inverno com Rafael Altino executando na viola, duas das 4 Estações de Vivaldi. Como o título sugere, serão apresentados os dois concertos Verão e Inverno. Essas obras foram escritas originalmente para violino e Rafael adaptou para viola. Rafael será acompanhado pela Orquestra Jovem de Pernambuco tendo como regente o Maestro Rafael Garcia. 

Entre o Projeto Chaconne e o programa Verão & Inverno, a cantora Luiza Fittipaldi se apresentará acompanhada pelo violonista e guitarrista Tiago Rad. Cantora e compositora pernambucana, iniciou sua carreira musical aos 14 anos – cantando em saraus no Recife. Aos 15 anos já se apresentava profissionalmente, inclusive cantando músicas autorais. Lançou seu primeiro CD em 2016, com recursos próprios, em parceria com um estudio. Hoje, aos 22 anos, realiza shows apresentando seu trabalho autoral bem mais amadurecido. A cantora se prepara para gravar seu novo CD, homônimo, em 2020.

A programação do XXII Virtuosi continua com o violinista holandês Tim Kliphuis à frente da Orquestra Jovem, apresentando as peças de sua autoria, Astor’s Dream, Souvenir de Villingen (Grappelli com arranjo de Kliphuis) e dois movimentos do Verão e da Primavera de Vivaldi sob o título de Reflecting the Seasons. Aclamado como um “Paganini”, Tim é um grande improvisador e criou um novo estilo que abrange o jazz e o folclore clássico, cigano. Sua abordagem inclusiva da música uniu o público e está influenciando uma nova geração de instrumentistas de cordas. 

Para encerrar a programação, no palco externo do Ainda no sábado às 21h, o pernambucano Amaro Freitas Trio consolida em 1:20h de espetáculo, a sua proposta artística de cruzar elementos da cultura popular afro-brasileira com o jazz, em uma única espiral sonora. O show será um verdadeiro fluxo musical sem fronteiras, que conecta com naturalidade o folclore do Nordeste brasileiro com a vanguarda de nomes como Vijay Iyer, Craig Taborn, Thelonious Monk e os seus conterrâneos, Moacir Santos e Hermeto Pascoal.

PROGRAMAÇÃO
AUDITÓRIO DO APOLO 235
VIRTUOSI DIÁLOGOS
19 e 20 | 12 10 às 12h

Aprendendo a ouvir música clássica
Talks com Marcilio Onofre, compositor

19 | QUINTA

19h 
LIQUID VOICES – A HISTÓRIA DE MATHILDA SEGALESCU
JOCY DE OLIVEIRA, compositora e diretora
Primeira ópera cinemática – Estréia no Nordeste
Talks com a compositora Jocy de Oliveira
IGREJA SÃO PEDRO DOS CLÉRIGOS

20 | SEXTA
19h
ANDRÉ MEHMARI & AMIGOS
ANDRÉ MEHMARI, piano
RAFAEL ALTINO, viola 
TIM KLIPHUIS, violino
BETINA STEGMANN, violino
MARCELO JAFFÉ, viola
BRUNO LIMA, cello
GUEBER SANTOS, clarinete

21 | SÁBADO
VIRTUOSI NO TURISMO CRIATIVO

15h30 – Discotecagem 
16h00 – Performance Naldo Lopes Naldo Lopes, Okado do Canal, Orum Santana
16h15 – Hip hop Okado do Canal
16h30 – Atração a ser confirmada
17h30 – Duo de performance Naldo + Okado
18h00 – XXII VIRTUOSI
21h00 – Amaro Freitas Trio + performance Orum Santana + pirofagia
22h00 – Encerramento 
15h30 às 22h - Feira Livre do Poço / Balanços no Pátio / Delícias da Comunidade
18h RAFAEL ALTINO, viola
Johann Sebastian BACH [1685-1750 
Krzysztof PENDERECKI [1933]
Bent SØRENSEN [1958] 
Søren Nils EICHBERG [1973]
19h PROJETO CHACONNE
Johann Sebastian BACH [1685-1750]
Partita em ré menor para violino solo, BWV 1004
CHACONNE
TIM KLIPHUIS, violino
ANDRÉ MEHMARI 
RAFAEL ALTINO, viola
TACIANA DAMIÃO, soprano
JÉSSICA SOARES, mezzo soprano
DIEL RODRIGUES, tenor
19h45
LUIZA FITTIPALDI, voz
TIAGO RAD, violão e guitarra
20h15 VERÃO & INVERNO
Antonio VIVALDI
Concerto nº 2 em sol menor, Op.8 “Verão”

Concerto nº4 em fá menor Op.8, “Inverno”
RAFAEL ALTINO, viola
TIM KLIPHUIS & CORDAS
Tim KLIPHUIS
Astor’s Dream 
VIVALDI/KLIPHUIS
Reflecting the Seasons

S.Grappelli/arr.T Kliphuis / N. Clark
Souvenir de Villingen

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
RAFAEL GARCIA, regente


SERVIÇO:
XXII VIRTUOSI 
De 19 a 21 de dezembro
Auditório do Porto Digital, Apolo 235
Pátio de São Pedro

Luma Araujo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário