quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Festival do Choro João Pernambuco abre chamamento público para artistas

Foto: Guinné
O 4ª Festival do Choro João Pernambuco, que conta com incentivo do Governo do Estado, por meio dos recursos do Funcultura, está com inscrições abertas para artistas e grupos que desejem se integrar à programação do evento deste ano, nas etapas de Gravatá/PE ou Recife/PE. O chamamento público é voltado a músicos e musicistas ou grupos musicais instrumentais, com ênfase no Choro, radicados no território brasileiro. Os interessados em participar poderão se inscrever gratuitamente até o próximo dia 31/10 (quinta-feira), exclusivamente pela internet, através deste formulário.
Os selecionados serão contactados até o dia 04/11, pelo e-mail de contato informado na proposta, para acerto de cachê e das condições de participação. Dúvida e mais de informações devem ser encaminhadas para o e=mail:
festivaldochorojoaopernambuco@gmail.com.

Sobre o evento - O Festival do Choro João Pernambuco surgiu da vontade dos músicos instrumentistas pernambucanos de celebrarem o Choro, gênero musical genuinamente brasileiro. Foi batizado com o nome de um dos mais representativos compositores de Choro do Brasil – João Pernambuco, que ao lado de grandes nomes, como: Rossini Ferreira, Luperce Miranda, Quincas Laranjeiras, entre outros, colocaram Pernambuco como um dos importantes centros de efervescência do Choro no Brasil.
O objetivo do Festival do Choro João Pernambuco é dar maior visibilidade ao Choro, a seus músicos e torná-lo acessível a um maior número de pessoas, contribuindo para a formação de público e abertura de mercado, mostrando a diversidade no Choro, reverenciando o clássico, promovendo o contemporâneo e proporcionando o intercâmbio entre músicos.
Nesta 4ª edição, o Festival do Choro João Pernambuco, além do Recife na Torre Malakoff, será apresentado na cidade de Gravatá no Mercado Cultural, também com entrada gratuita ao público. Em 2019, o evento homenageará quatro grandes nomes da música e do Choro de Pernambuco: Rossini Ferreira (in memoriam), que estaria completando 100 anos de idade neste ano, e os violonistas Dilson Reis, Mário Araújo e Maximínio Sete Cordas.
Informações: Fundarpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário