segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Em Nota, ADEPPE vê ingerência política na transferência do Delegado de Arcoverde e "acinte à sociedade".


"NOTA À IMPRENSA
Diante das notícias veiculadas pela imprensa local dando conta de que o Delegado Seccional da 19ª DESEC de Arcoverde, Dr. Israel Lima Braga Rubis, foi removido da sua atual lotação em decorrência de haver realizado atividade de investigação criminal em face de políticos locais. A ADEPPE-Associação dos Delegados de Polícia Civil de Pernambuco, na qualidade de entidade de classe legalmente representante dos Delegados de Polícia em Pernambuco, vem a público esclarecer o que segue:
  1. Os Delegados de Polícia desempenham papel de grande relevância à frente da investigação criminal, e de forma inaceitável, foi recebida através da imprensa local a notícia acima. É de causar perplexidade e alarde a toda sociedade os fatos acima anunciados, trata-se de verdadeira sujeição à ingerência política, pelo simples fato do desempenho do dever legal;
  1. A ADEPPE vem lutando há anos pela aprovação da lei orgânica da Polícia Civil, a qual estabelecerá regras rígidas ao ato de remoção dos delegados de polícia, em atenção ao disposto no §5º do art. 2º da lei federal 12.830/2013;
  1. Neste contexto, os Delegados de Polícia de Pernambuco não aceitarão atos de ingerência política em suas atividades funcionais, deixando-se claro que o fato ora noticiado pela imprensa, causou insatisfação e revolta em toda a categoria, e, por conseguinte um acinte à sociedade;
  1. Espera-se, contudo, que o Governo aprove com urgência a lei orgânica da Polícia Civil, a qual fora construída pelas entidades de classe, juntamente com representantes do governo, visto que o projeto já fora apresentado desde o início do ano de 2017 à chefia da PCPE;

DIRETORIA DA ADEPPE"

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário