sábado, 27 de julho de 2019

Na penúltima noite do FIG dedicada ao samba as mulheres reinaram absolutas

Foto: Amannda Oliveira

A penúltima noite do  29.º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) foi marcada pelo compasso do samba no Palco Mestre Dominguinhos. A chuva que caía na noite fria da terra da garoa, não impediu que o ritmo brasileiro esquentasse o público num mar de sombrinhas. Quem abriu a noite foi o homenageado do Carnaval do Recife de 2019, Belo Xis. O compositor e intérprete da Escola Gigantes do Samba abriu o show dizendo que “a noite é de homenagens.” Pela quarta vez subindo no palco Dominguinhos, o sambista cantou o repertório autoral de seus mais de 40 anos de carreira.  

Foto: Amannda Oliveira

Após quatro meses longe dos palcos, a pernambucana Karynna Spinelli fez um retorno triunfal aos palcos. A cantora e compositora criadora do Clube do Samba trouxe ao palco samba tradicional e os batuques dos terreiros. O show abayomi como foi batizado significa encontro precioso.E marcou o reencontro de Karynna com o festival. O projeto celebra a obra de Ivone Lara, Leci Brandão, Alcione, Lia de Itamaracá, Jovelina Pérola Negra, Clementina de Jesus, Tia Ciata e Beth Carvalho trazendo no seu repertório músicas como “Sorriso Negro”, “Não deixe o samba morrer”, “Linha do Mar”, “Embala eu”, “Marinheiro Só” e “Enredo do meu samba”. O show foi dedicado a Mayara Estefanny, vítima de feminicídio na última quinta-feira (25) em Limoeiro, Agreste pernambucano. 


Foto: Amannda Oliveira

A cantora Carla Rio, apresentou um show em homenagem à madrinha do samba, Beth Carvalho. Artista estreante no festival, Carla teve em mente a excelência da sambista para prestar o tributo. O repertório fez uma viagem cronológica na carreira de Carvalho, começando por Andança, Camarão Que Não Nada a Onda Leva, gravada em parceria com Zeca Pagodinho, Vou Festejar e Coisinha do Pai.

Foto: Amannda Oliveira

A sambista olindense Gerlane Lops foi a penúltima atração da noite e trouxe ao palco um show marcado pelo seu trabalho autoral com músicas como " Samba da Branca", " Obá Obá" e o " O Samba Chegou". Homenageada no carnaval pernambucano de 2019, Gerlane marcou sua oitava participação no FIG 

Foto:Fernando Figueirôa 

Uma das mais esperadas atrações da noite foi o show da sambista Alcione. Músicas como a autoral “Estranha Loucura” e “Juízo Final”, “Você Me Vira a Cabeça” e  “Não Deixa o Samba Morrer” embalaram o repertório da cantora.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário