sexta-feira, 19 de julho de 2019

Ayrton Montarroyos apresenta " Mergulho no nada" nesta sexta-feira no FIG

Foto Divulgação: Luan Cardoso


O pernambucano Ayrton Montarroyos, apresenta nesta sexta-feira, 19 de julho, no Festival de Inverno de Garanhuns , o show "Mergulho no nada". A apresentação é fruto do segundo disco do artista gravado em abril de 2018 no Teatro Itália, na cidade de São Paulo (SP). 

No repertório o bom gosto característico de Ayrton com músicas como Cálice (Chico Buarque e Gilberto Gil, 1973), Pé na estrada (Ylana Queiroga e Yuri Queiroga, 2017), Dona divergência (Lupicínio Rodrigues e Felisberto Martins, 1951),  Brigas nunca mais (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1959), Açaí (Djavan, 1981), Sem pressa de chegar (Capiba e Délcio Carvalho, 2000) Jabitacá (Junio Barreto, Bactéria e Lira, 2015), Doce de coco (Jacob do Bandolim, 1951, com letra posterior de Hermínio Bello de Carvalho, 1968), Sodade matadeira (Dorival Caymmi, 1948) e Mar e lua (Chico Buarque, 1980).

O artista de 23 anos, que já passou pelo Festival de Inverno em 2016, no Palco Pop, mostra uma personalidade marcante em cada interpretação. Interpretação essa que o destacou em 2015, quando participou do programa The Voice Brasil e encantou o técnico Lulu Santos.

Montarroyos,  é recifense e começou a cantar aos 11 anos de idade. Em 2011, aos 16 anos, divulgou um vídeo na internet cantando  “Olhos nos olhos”, de Chico Buarque e desde então, começou a se apresentar em shoppings, orquestras e casas de shows. Ainda em 2011 fez seu primeiro show solo profissional, no Teatro Beberibe.

Seu primeiro registro fonográfico foi ao cantar “Riacho do Navio” clássico de Luiz Gonzaga com Zé Dantas, para o álbum "100 Anos de Gonzagão" idealizado e produzido por Thiago Marques Luiz como forma de tributo ao centenário de Luiz Gonzaga.

Em 2013, o cantor foi indicado ao Grammy Latino, por sua colaboração no álbum "Herivelto Martins - 100 Anos", no qual dividiu a faixa “Dois Corações” com Ylana Queiroga. O álbum foi indicado como "Melhor Álbum de Música Popular Brasileira".

Extremamente elogiado pela crítica fonográfica, Ayrton Montarroyos deve fazer a música e a emoção ecoar pela Catedral de Santo Antônio à partir das 21h.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário