terça-feira, 30 de julho de 2019

Arcoverde: Presa em São Paulo a assassina de Gilmar do Caras e Bocas

Na tarde desta terça-feira, dia 30 de julho de 2019, após investigações da Delegacia de Polícia da 156ª Circunscrição de Arcoverde, e da 19ª Delegacia Seccional de Arcoverde, foi presa em São Paulo Márcia Cristina de Oliveira Luna, conhecida como Márcia Bel, acusada do assassinato do músico Gilmar Azevedo, da Banda Caras e Bocas, ocorrido há 16 anos, em Arcoverde. A prisão aconteceu através da parceria com a Polícia Civil de São Paulo.

O crime aconteceu no mês de maio do ano de 2003, sendo a vítima atingida por um disparo de arma de fogo, na cabeça, pelas costas, no interior de um veículo, de forma traiçoeira, e sem chance de defesa. O crime gerou um clima de comoção, e uma gigantesca repercussão, inclusive, com a veiculação dos detalhes no programa Linha Direta, da Rede Globo.

Após o crime, a autora fugiu, e permaneceu oculta na cidade de São Paulo, escondendo-se dentro de um extenso contingente populacional e territorial, tendo sua localização revelada, em virtude do trabalho investigativo e coletivo entre as Polícias Civis de Pernambuco e São Paulo, com intensa troca de informações.

A acusada deverá ser trazida para Arcoverde, aonde deverá ser julgada pelo crime que marcou a cidade na época. Ao lado do músico Luiz Henrique, Gilmar Azevedo criou a banda Caras e Bocas, que também deu nome a um bar que era um dos points da noite arcoverdense nos anos 90.

Fonte: A Folha das Cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário