quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Geraldinho Lins canta na Alemanha

Artista é o principal nome de dois festivais que ocorrem no país agora em janeiro

Geraldinho Lins realiza, na próxima semana, mais uma miniturnê pela Alemanha. Vão ser duas apresentações no país. Em uma delas, um tradicional festival dedicado à música popular brasileira, Geraldinho aparece em destaque. A primeira apresentação vai ser realizada no próximo dia 25, na 4ª edição do Forró em Frankfurt, na Berliner Keller, em Frankfurt. Já o segundo show ocorre no dia seguinte, 26 de janeiro, na capital alemã, Berlim.

Em Berlim, Geraldinho é padrinho do 7º Psiu! Forro Festival, que ocorre de 24 a 27 de janeiro e vai ter ainda a presença de nomes como Cristina Amaral, Benil, Beto Farias e Raphael Moura. O evento é organizado pelo dançarino, músico e produtor cultural pernambucano Carlos Frevo e une música e dança brasileira (forró, frevo, samba de gafieira ou bolero). O festival vai ser realizado no centro cultural ufaFabrik Berlin.

História – Natural de Serra Talhada, o cantor e compositor pernambucano Geraldinho Lins já soma mais 28 anos de dedicação à música popular brasileira. Essa paixão está estampada em mais de 200 canções de autoria do artista, a exemplo de forrós, xotes, caboclinhos e frevos, entre outros ritmos, que podem ser ouvidos ao longo de todo o ano em apresentações realizadas em casas noturnas, por prefeituras e empresas privadas, e em festas particulares, a exemplo de casamentos. Geraldinho também marca presença nos principais festejos do País, como Carnaval e São João.

A primeira banda do cantor, a Flor da Pele, foi formada por amigos de colégio. Em seguida, veio a Quenga de Coco, grupo que permitiu a Geraldinho se apresentar em diversos locais do País. O maior passo artístico de Geraldinho Lins veio com a carreira solo, que o permitiu conquistar fãs em todo o Nordeste e em outras capitais brasileiras, a exemplo do Rio de Janeiro e São Paulo. E foi na carreira solo que Geraldinho Lins pôde apresentar os ritmos nordestinos ao público de países como Alemanha, Bélgica, França, Inglaterra, Itália, Portugal e Suíça, em um processo de intercâmbio com músicos e produtores que tem como objetivo divulgar o forró na Europa.

Helder Quaresma

Nenhum comentário:

Postar um comentário