domingo, 22 de julho de 2018

Samba de Coco Raízes de Arcoverde sacudiu o Som da Rural


O Palco do Som da Rural , localizado no Parque Euclides Dourado, recebeu neste sábado, 21 de julho, o Samba de Coco Raízes de Arcoverde. O grupo com 22 anos de existência, vindo da cidade sertaneja e fundando em 1992, por Lula Calixto, incendiou o polo.


Embalados pelos som formado pelo triângulo, o pandeiro, o surdo, o ganzá e o trupé vindo dos tamancos de madeira, marca característica do samba de Arcoverde, o público dançou e cantou ao som de músicas como " A Vida tava tão boa", " A Caravana não Morreu", "Andrelina", " Seu Maia" e " Godê Pavão" e ovacionaram o grupo. Para seu Assis Calixto o festival " Esse palco aqui é uma riqueza né? A gente fica muito feliz de chegar aqui e as pessoas nos receberem assim. Já para Iran Calixto, a apresentação não era um show mais uma celebração.

O palco ainda recebeu o pernambucano Gilú Amaral, que lançou o seu disco, Peji que traz um som melódico.
Hoje se o espaço recebe Número Circense - Duo Simetria: Helder Vilela e Paulo Maeda, Banda Viruz, Banda Dessinée, Vertin Moura  e nos intervalos o Dj Rimas INC.

Amannda Oliveira


Nenhum comentário:

Postar um comentário