sexta-feira, 20 de julho de 2018

Pedro Luís festeja a obra de Luiz Melodia no Festival de Inverno de Garanhuns

Foto: Nana Moraes


O cantor, compositor, instrumentista, arranjador e produtor carioca, Pedro Luís traz ao Festival de Inverno de Garanhuns a obra de Luiz Melodia. Pedro conheceu a obra do artista , aos 12 anos de idade, através do disco Pérola Negra  e o disco o influenciou de tal forma que o fez pensar em ser músico. Não deu outra. O cantor já passou pela parceria bem-sucedida com o grupo A Parede e possui composições espalhadas por toda a MPB. Ajudou a criar o projeto Monobloco, um dos responsáveis pela revitalização da folia de rua no Rio de Janeiro e, atualmente é o diretor musical do musical " Elza-Soares - O musical".

No show que traz ao FIG Pedro Luís, reverencia Luiz Melodia, que saiu de cena em 2017 aos 66 anos de idade, com uma releitura do álbum de estreia de Melô, tido por muitos críticos como um dos melhores da história da MPB. O novo show, tem direção artística de Bianca Ramoneda, cenografia de Sergio Marimba e iluminação de Cesio Lima.

No repertório do show "Pérolas Negras" traz as dez músicas que compõem o disco, que tem sucessos como " Para Aquietar", "Vale Quanto Pesa", "Estácio, Holly Estácio" e "Magrelinha", além de algumas canções que dialogam com a obra. No palco, Pedro Luís assume voz, guitarra e banjo e é acompanhado por Élcio Cáfaro (bateria), Miguel Dias (baixo) e Pedro Fonseca (teclados), time que chega com a intenção de sublinhar a força das composições e dos arranjos do álbum. 

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário