quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Trabalhadores terceirizados da Secretaria de Ação Social da Criança e do adolescente reivindicam pagamento de dois meses de salários atrasados

Protesto aconteceu em frente a secretaria agora pouco e decidiram ir até o ministério público do trabalho, na rua 48, para tentar audiência com procurador do trabalho



Há dois meses sem pagamento dos salários, os 126 funcionários da empresa Pernambuco Conservadora, terceirizados da Secretaria de Ação Social da Criança e do Adolescente do Governo do Estado, realizaram protesto na manha de hoje em frente a sede da secretaria, na Av cruz cabuga, e se encontram neste momento no Ministério Público do Trabalho, na rua 48, aguardando audiência com procurador. Os trabalhadores prestam serviço como: cuidadores de crianças especiais, copeiros, porteiros, limpeza, dentre outros.

ABBC Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário