sábado, 22 de agosto de 2015

Terceirizados da farmácia do Estado ameaçam paralisar atividades por tempo indeterminado


Terceirizados da farmácia do Estado de Pernambuco ameaçam paralisar atividades por tempo indeterminado a partir da segunda (24). A categoria está sem receber salário, vale-transporte e tíquete alimentação há mais de um mês e irá aguardar o pagamento até esta sexta (21).

Em protesto contra a falta de pagamento salarial do mês de julho, os 110 funcionários terceirizados da farmácia cruzaram os braços no início da manhã desta sexta (21), em frente à sede do órgão, na Praça Oswaldo Cruz, bairro da Boa Vista. Após as 9h30, os trabalhadores retornam ao trabalho em virtude dos pacientes que estavam na fila para receber medicamentos pertencerem à cidades do interior do Estado. Foi a segunda paralisação da categoria esta semana.

"Se não tiver pagamento, segunda-feira não tem funcionário", explicou Rinaldo Lima, presidente do Stealmoaic - PE. Ainda de acordo com Rinaldo, o sindicato patronal informou que o Governo do Estado deve R$ 200 milhões às empresas terceirizadas com que tem contrato e elas não têm condições de pagar as folhas de julho ou agosto.

Rinaldo Lima - Presidente do Stealmoaic - PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário