sábado, 18 de julho de 2015

Segunda noite do Festival de Inverno de Garanhuns foi marcada pelos ritmos do Pará e de Pernambucp

(Fotos: Renand Zovka - Secom/PMG)

A noite desta sexta-feira no Festival de Inverno de Garanhuns foi marcada pela presença de artistas do Pará. Quem abriu a noite no Palco Dominguinhos foi a Leo e Banda. Em seguida foi a vez da banda instrumental Ska Pastora que mistura ska, reggae e frevo em sua música. Criada em 2008, em Olinda, o grupo já tocou em eventos importantes de Pernambuco, como no festival Abril Pro Rock (PE) e Rec-Beat (PE). Além da influência dos mestres do frevo Capiba e Nelson Ferreira, a Ska Maria Pastora também absorve elementos de grupos que fazem ampla utilização de metais, como The Skatalites, Rotterdam Ska-Jazz Foundation e Spok Frevo Orquestra. 

Terceira atração da noite, Fafá de Belém trouxe o Pará para dentro da Suíça Pernambucana. Ela contagiou a multidão cantando antigos e novos sucessos e implementou uma nova roupagem em seu repertório. Com o carimbó, a artista fez uma homenagem a sua terra natal, mostrando a sonoridade do Pará. 

Quem fechou a noite paraense em Garanhuns foi a Calypso.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário