quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Prefeitura de Olinda reverencia homenageados na abertura do Carnaval 2015

Banda Som da Terra/Divulgação  
A Prefeitura de Olinda realiza nesta quinta-feira (12) a cerimônia de abertura do Carnaval 2015 e a entrega de placas comemorativas aos homenageados deste anoO evento será aberto à imprensa e acontece, às 18h30, no Palácio dos Governadores, na Rua de São Bento, 123, no Varadouro. Autoridades como o prefeito da cidade, Renildo Calheiros e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, estarão presentes. Uma orquestra de frevo e passistas reverenciam os homenageados. Em seguida, haverá os shows no Polo Fortim, a partir das 19h, na Beira Mar de Olinda.
Na abertura do Carnaval, na quinta-feira (12), a festa tem início às 19h com a banda olindense Bonsucesso Samba Clube, que faz o lançamento do seu terceiro disco, “Coração da Boca Sai”. Em seguida, o maracatu Nação Pernambuco faz uma tocada de chão. Depois é a vez de Alceu Valença embalar a multidão com sucessos como Tropicana e Diabo Louro. Ainda na noite de abertura, haverá a apresentação do cantor Claudionor Germano, que passará o bastão para o filho Nonô Germano, e ainda um show especial com Getúlio Cavalcanti.

Homenageados do Carnaval 2015

Ariano Suassuna
Ariano é cultura viva da nossa história e, por todos esses motivos, Olinda se vestirá de Sol para homenageá-lo no Carnaval de 2015. O tema da festa, “Olinda vestida de sol”, faz alusão à sua primeira peça, Uma Mulher Vestida de Sol, escrita em 1947.
Dramaturgo, romancista, ensaísta e poeta, Ariano Vilar Suassuna, nasceu no dia 16 de junho de 1927, em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa, na Paraíba. Passou a viver no Recife a partir de 1942, onde terminou, por volta de 1945, os estudos secundários no Ginásio Pernambucano e no Colégio Oswaldo Cruz. Iniciou a Faculdade de Direito em 1946, formando-se em 1950, época em que recebeu o prêmio Martins Pena pelo Auto de João da Cruz.
Dedicou-se à advocacia, mas não deixou de trabalhar assiduamente na atividade teatral. Escreveu O Castigo da Soberba (1953), O Rico Avarento (1954) e o conhecido Auto da Compadecida (1955), que projetou seu trabalho em todo País e mais tarde foi considerado “o texto mais popular do moderno teatro brasileiro”. Ariano dedicou-se ainda à prosa de ficção publicando, entre outros trabalhos, o ilustre romance A Pedra do Reino.
Voltado ao desenvolvimento e conhecimento das formas de expressões populares mais tradicionais, Ariano iniciou, em 1970, o Movimento Armorial. Após a aposentadoria, dedicou-se a ministrar aulas-espetáculos. Nas ocasiões ele aproveitava o momento para contar histórias, fazer elogios, críticas e, principalmente, defender a cultura popular.
Foi secretário de Cultura de Pernambuco, membro da Academia Paraibana de Letras (APL/PB), da Academia Pernambucana de Letras (APL/PE) e da Academia Brasileira de Letras (ABL).
Maracatu Nação Pernambuco, 25 ANOS
Criado em 15 de dezembro de 1989, o Maracatu Nação Pernambuco recebe em 2015 uma merecida homenagem no Carnaval de Olinda. Foi criado com o objetivo de chamar a atenção e dar uma visão e reconhecimento ao Maracatu de Baque Virado. Além dos tradicionais desfiles de rua, que neste ano contarão com 60 tambores e 80 desfilantes, o Maracatu Nação Pernambuco também realiza apresentações artísticas de palco. Em 2015, Olinda contará com a sua ilustre participação na abertura da folia de Momo na cidade.
Som da terra, 40 ANOS
Fundada em 1975, a Banda Som da Terra é mais uma das grandes homenageadas da folia de Olinda neste ano. Formada por um grupo de jovens amigos que buscavam inspiração no eclético, porém sem perder as raízes na cultura pernambucana, a banda vem difundindo o frevo e outros ritmos da terra, com muita propriedade e talento, há 40 anos.
Trinca de Ás, 30 ANOS
O Bloco Trinca de Ás foi fundado em 1985 por sete jovens amigos que queriam encher ainda mais de alegria e descontração o Sábado de Zé Pereira em Olinda. Hoje, o animado bloco que adotou as cores verde e vermelho está completando 30 anos de história e tradição e já faz parte do calendário fixo do período momesco da cidade.
Burra do Rosário
Fundada por um grupo de rapazes do Rosário, o Clube Carnavalesco A Burra do Rosário, teve seu início no dia 09 de fevereiro de 1964 e é uma das mais tradicionais agremiações do Carnaval de Olinda.
Porquinho
Nivaldo Martiniano dos Santos, mais conhecido como “Porquinho”, é mais um dos homenageados do Carnaval de Olinda em 2015. O olindense, de 66 anos, já dedicou mais de 30 anos ao Carnaval da cidade como bonequeiro e porta-estandarte. Porquinho carregou o Menino da Tarde por 23 anos e o Homem da Meia Noite por mais seis. Ele já ergueu estandartes de grandes agremiações como Vassourinhas, Ceroula, Marin dos Caetés, Pitombeira, entre outras.
Maestro Duda
Eleito, por diversas vezes, o melhor arranjador do Nordeste, José Ursicino da Silva, o Maestro Duda, é mais uma homenagem de peso do Carnaval de Olinda em 2015. Nascido em 23 de dezembro de 1935, o arranjador, instrumentista e regente, Maestro Duda, é um dos ícones da cultura musical pernambucana.
Claudionor Germano
Nascido em 10 de agosto de 1932, Claudionor Germano da Hora, grande compositor e intérprete do frevo pernambucano, iniciou sua trajetória musical em 1947 na Rádio Clube de Pernambuco. O cantor, que neste ano comemora 68 anos de carreira, é mais um dos grandes homenageados do Carnaval da Marin dos Caetés.

Serviço

Entrega das placas comemorativas aos homenageados
Dia: Quinta-feira (12)
Hora: 18h
Local: Palácio dos Governadores, na Rua de São Bento, 123

Polo Fortim

19h – Bonsucesso Samba Clube
20h30 – Maracatu Nação Pernambuco
22h00 – Alceu Valença
23h30 – Claudionor Germano e Nonô Germano
1h - Getúlio Cavalcanti

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário