sábado, 24 de janeiro de 2015

A decoração do Carnaval do Recife


As cores e as formas da Festa de Momo vão invadir o Recife nos próximos dias. A partir de hoje, a prefeitura emite as primeiras ordens de serviço para a montagem da decoração do carnaval, que deve ser concluída até 12 de fevereiro. O Maestro Spok e o Clube de Frevo Bola de Ouro, homenageados deste ano, serviram de inspiração para a concepção do cenário, assinado pela Carlos Augusto Lira Arquitetos.

O projeto cenográfico, que foi entregue à prefeitura em dezembro, também está amparado numa pesquisa sobre as manifestações populares tradicionais do carnaval. As influências históricas, culturais e sociais das três raças estarão representadas no cenário, que foi elaborado pelos designers ilustradores Bel Andrade Lima e David Afonso, sob a coordenação do arquiteto Eduardo Lira.

“As cores e a força feminina presente na história do Clube Bola de Ouro e os instrumentos de sopro que caracterizam o maestro Spok estão representados no cenário”, explica o arquiteto Carlos Augusto Lira. Além dos homenageados, elementos da cultura reginal estarão expostos na decoração. Cada ponto representará um tema. A Ponte Maurício de Nassau receberá figuras flutuantes de formas ligadas ao frevo, afoxé, caboclinho, entre outros. Já a Rua do Bom Jesus contará com personagens do cortejo do maracatu.
Segundo o presidente da Fundação de Cultura, Diego Rocha, até ontem ainda não havia como confirmar quantas empresas ficarão responsáveis pela execução do projeto. “São 11 lotes de licitações e uma mesma empresa pode ser contemplada mais de uma vez. Assim que as ordens forem emitidas, cada vencedor cuidará de agilizar o serviço”, esclareceu Rocha.

Parklets
Entre as novidades deste ano está a instalação de cinco parklets ao longo da Avenida Rio Branco e na Praça do Arsenal. Cada estrutura, que serve como plataforma de convivência, mede 200 metros quadrados. “Os parklets ficarão localizados próximos às praças de alimentação para facilitar a interação do público”, destaca Lira. Os espaços receberão peças cenográficas de figuras femininas horizontais e árvores verticais, que serão intercaladas por elementos de músicos de uma orquestra.

Outra estreia desse ano é o vídeo mapping, projeção que reunirá informações de utilidade para turistas e locais. Um telão será instalado no Marco Zero, como uma moldura do palco, e terá figuras do cenário projetadas durante as apresentações. Outro mapping ficará exposto na fachada da igreja do Pátio de São Pedro. Além de elementos do caboclinho, o telão exibirá imagens dos foliões.

Galo chega vestido de Bola de Ouro

O figurino do anfitrião do carnaval do Recife, o Galo da Madrugada, também segue a proposta do projeto cenográfico elaborado para a folia na cidade, e é inspirado nos homenageados do carnaval do Recife. A escultura de 27 metros e 33 toneladas usará preto e amarelo, as cores do Bola de Ouro, e estará com sax dourado no peito numa menção ao maestro Spok.

A concepção do projeto, assinado por Sávio Araújo, trará em sua crista três passistas de frevo. “Os passistas-mosqueteiros representam os defensores do frevo”, explica o idealizador.

O material usado no Galo é fibra de coco (100% ecológico, leve e resistente), produto desenvolvido por Sávio, que também cria a escultura. Foram usadas ainda 25 mil vassourinhas plásticas, tecido com brilho e emborrachados. A operação de instalação da escultura está prevista para iniciar às 23h do dia 11 de fevereiro. A previsão é que o Galo Maestro esteja de pé às 16h do dia 12 de fevereiro.

Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário