terça-feira, 23 de setembro de 2014

Armando anuncia programa para mulheres na Caminhada Lilás

Foto: Alexandre Albuquerque


O candidato a governador Armando Monteiro (PTB) apresentou nesta terça-feira (23) uma série de propostas de políticas públicas voltadas para a mulher, durante a Caminhada Lilás, evento que reuniu mais de 3 mil pessoas em trajeto de 1,3 quilômetro pelas ruas do Centro do Recife. Armando firmou compromisso com o fortalecimento da Secretaria Especial da  Mulher e anunciou a construção de mil creches e a criação do programa Mãe Trabalhadora.

Segundo Armando, a construção de mil creches é inspirada no programa Nova Semente, realizado pela Prefeitura de Petrolina. “É um número realista, pois o prefeito Julio Lóssio fez mais de 100 em Petrolina. É muito interessante pois é feito com a comunidade nos bairros. A comunidade encontra um imóvel e o governante entra com a estrutura”, explicou. “Eu conheço o programa, visitei as creches. É um sucesso”, afirma.

Armando ainda salientou que as mil creches são um número inicial, que vai aumentar com o decorrer do seu governo. “Vamos implantar esses espaços na Região Metropolitana e também no interior, sempre em parceria com as prefeituras”, detalhou.

Outro programa anunciado por Armando foi o Mãe Trabalhadora. “Todas as mulheres que tenham filhos nas creches serão capacitadas. Elas serão alvo de cursos profissionais e poderão se realizar como trabalhadoras ou empreendedoras individuais”, explicou o petebista.

FORTALECIMENTO – Armando afirmou também que a Secretaria da Mulher precisa receber mais incentivos. “A secretaria precisa ser fortalecida para que todas as políticas voltadas para a mulher sejam efetivamente implementadas. Ela necessita ser fortalecida não no organograma, mas no orçamento”, disse o candidato.

Outras propostas que contemplam a mulher incluem a rede de tratamento do câncer. “Não me conformo em ver mulheres que são atendidas com 150 dias do diagnóstico do câncer de mama, quando a legislação diz que são no máximo 60 dias”, destacou.

Armando ainda afirmou que os Centros de Polícia Cidadã, que pretende instalar em todas as regiões do Estado, terão delegacias da mulher. “A violência contra a mulher assumiu patamares que deixam a família pernambucana insegura. Vamos fazer com que isso seja revertido”, concluiu.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário