terça-feira, 22 de julho de 2014

Palco Pontos de Cultura traz muita cultura popular


Afoxé, caboclinho e muita Cultura Popular, foi assim o início da programação no Espaço dos Pontos de Cultura, localizado no Parque Euclides Dourado, na segunda-feira (21). O grupo Mazuca da Quixaba misturou Coco com a Mazuca, com os ritmos africanos e agradou ao público que dançou junto.
Juliana Cavalcanti, integrante do grupo, conta que é a sua primeira vez no festival e que a apresentação significa o reconhecimento de um trabalho de resgate cultural. Sobre a atuação do ponto de Cultura Nação do Maracatu Porto Rico, do qual o grupo faz parte, Juliana ressaltou a relevância do incentivo. “A atuação do ponto de cultura é fundamental para a divulgação do nosso grupo e de muitos outros que estão surgindo no estado”, avaliou Juliana.


O coordenador do Ponto de Cultura Nação do Maracatu Porto Rico, Chacon Viana, explica que o programa apoia as iniciativas populares e atua na divulgação de diversas manifestações. “Além de trabalhar na profissionalização dos grupos, nós também gerenciamos os agentes multiplicadores, que levam um pouco da cultura africana, e principalmente, a história do Maracatu”, completou, salientando que quatro grupos utilizam a estrutura do ponto.
Nesta terça-feira (22), o palco recebe, a partir das 17h, o grupo Walê-Dança Indígena, que faz parte do Ponto de Cultura Fulni-ô e Xixiaklá. Além disso, será possível participar das oficinas no Polo Casarão dos Pontos de Cultura, na Escola Henrique Dias, no bairro de Heliópolis. Os cursos começam a partir das 14h.
Texto: Fundarpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário