sexta-feira, 21 de junho de 2013

Orquestra Popular da Bomba do Hemetério leva magia da música e do teatro ao São João de Caruaru

Foto: Amannda Oliveira

Elaborado especialmente para o São João, o espetáculo Fole Assoprado, da Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (OPBH), anima o período junino de Caruaru em única apresentação no próximo dia 21 (sexta-feira), no palco principal do Pátio de Eventos. Sob a regência do performático Maestro Forró, o show terá, além de muita música, elementos da dança e de teatro para o público. 

O espetáculo foi elaborado compondo o imaginário regional da época junina, com figurino, coreografia e iluminação especialmente pensados para reproduzir a atmosfera do universo festivo, fazendo alusão a elementos da quadrilha, do Sertão e do cangaço.

O ponto forte do show é o repertório, que, além de músicas autorais da Orquestra, apresenta releituras de clássicos juninos para animar a plateia. “Cerca de 70% do show é composto por interpretação de famosos temas juninos de mestres como Jackson do Pandeiro, Sivuca, Elba Ramalho e Luiz Gonzaga”, explica o Maestro Forró, regente da OPBH.

Este ano, o São João de Caruaru homenageia o compositor e cantor Dominguinhos, e a Orquestra adere ao movimento. “Preparei arranjos especiais para as canções Eu Só Quero um Xodó e Lamento Sertanejo para homenagear Dominguinhos. Esse será o recado da OPBH para que ele se recupere logo”, comenta o regente.

FOLE ASSOPRADO – Além da irreverência e criatividade cênica, o show conta com um componente técnico musical único, que dá nome ao espetáculo. Na apresentação, os músicos têm o desafio de reproduzir o forró apenas através de instrumentos de sopro, reinterpretando o som e o gingado do fole da sanfona. Daí a criação do nome, que também remete ao linguajar do sertanejo. “O matuto sempre fala instrumento de ‘assopro’, por isso o nome ficou Fole Assoprado”, comenta Forró.

O show é apresentado pela OPBH desde 2006 e já passou por cidades como Recife, Gravatá, Garanhuns, Caruaru, Timbaúba, Tuparetama, Afogados da Ingazeira, entre outras. Neste São João, show passa novamente por Recife, dia 23, e chega a Tamandaré no dia 24.

HISTÓRIA - A Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (OPBH) foi idealizada e formada pelo compositor, arranjador e músico Francisco Amâncio da Silva, o Maestro Forró, que comanda uma equipe de 26 integrantes reunidos pelo desejo de fazer música da própria comunidade, na Zona Norte do Recife. Desde 2002, quando foi formada, a Orquestra vem fazendo sucesso por mostrar arranjos fora dos padrões para as orquestras tradicionais, unindo características eruditas e populares, executando os mais variados ritmos, como coco, frevo, rock e manguebeat. Por esse trabalho, o grupo vem recebendo homenagens mundo afora, entre elas a Ordem do Mérito Cultural, uma das maiores honrarias culturais do Brasil, entregue ano passado pela própria presidente Dilma Rousseff, em solenidade em Brasília. Em 2013, foi eleito melhor grupo regional pelo Prêmio de Música Brasileira.

Informações : ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário