domingo, 23 de junho de 2013

Estudantes pernambucanos disputam Mundial de Robótica na Holanda

Os alunos do Colégio Santa Emília, de Olinda, embarcam neste domingo, para Holanda, onde vão participar do Mundial de Futebol de Robôs (Robocup), que será realizado no período de 24 de junho a 1º de julho. Os estudantes levam na bagagem 11 robôs, que vão representar o Brasil nas categorias Resgate, Dança e Futebol de Robôs. A Robocup é diviida em duas categorias principais: a competição para equipes de Universitários, que envolve desde o Resgate até diversas modalidades de Futebol de Robôs; e a Junior, da qual participam estudantes com até 19 anos, em modalidades como Resgate, Dança e Futebol de Robôs.

A Robocup é a principal disputa mundial da categoria, e tem como objetivo promover o crescimento e o desenvolvimento das áreas de robótica e inteligência artificial. Mais de cinco mil estudantes participam da competição. O Governo do Estado custeou, pela primeira vez, as passagens dos estudantes da equipe à Europa.

O robô que irá concorrer à categoria Resgate foi o grande campeão da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). Ele é capaz de andar em linha reta, subir rampas, desviar de obstáculos e resgatar "vítimas". Segundo o aluno Lucas Cavalcanti, um dos criadores do robô e que vai participar da competição, o robô foi criado para ser totalmente autônomo. Com os sensores de luz, identifica a trajetória a seguir. E com os microcontroladores, toma as decisões de desviar dos obstáculos.

De acordo com o professor de Robótica do Colégio Santa Emília e orientador do grupo, Paulo Marcelo, a equipe Positronic participou da Olimpíada Brasileira de Robótica, na Competição Latino-Americana de Robótica, o ano passado, onde conquistou o 1º lugar, e com isso, ganhou o direito de disputar a Robocup Junior Mundial. Os alunos que participam do grupo de robótica, além de terem a oportunidade de participar de competições, podem avançar ainda mais nos estudos e em pesquisas científicas.

Conquistas
Em 2012, os alunos do Positronic conquistaram o 1º lugar da Olimpíada Brasileira de Robótica, em Fortaleza, no Ceará, ao criar um robô para resgatar uma vítima. Essa foi a primeira vez que o Estado conquista o título. Os alunos do Colégio Santa Emília também conquistaram o segundo lugar nas categorias RoboCup Junior Dance, nível 2, e Robocup Soccer, nível 1, o quarto lugar no Robocup Junior Dance, nível 1, e ainda foram Medalha de Mérito Internacional da Olimpíada Brasileira de Robótica.

Colaboração: Professor Paulo Marcelo Pontes 
Professor de Robótica do Colégio Santa Emília 

Nenhum comentário:

Postar um comentário